×
Loading ...

10 escândalos das Copas do Mundo

Ela atrai todos os olhares, principalmente os dos amantes do futebol. Essa é a Copa do Mundo, que sempre vem carregada de muita expectativa e emoção. Mas as Copas do Mundo não são lembradas apenas pelos bons momentos e já foram palco de muitos escândalos, como supostas manipulações de resultados, falhas na arbitragem, gols marcados errados e violência. Veja, neste artigo, dez escândalos que marcaram as Copas do Mundo de Futebol.

As Copas do Mundo foram palco de muitos escândalos, como falhas na arbitragem e violência (Creatas/Creatas/Getty Images)

Argentina x Inglaterra — 1986

Na Copa de 1986, o ex-jogador argentino Maradona não fez por menos e mostrou porque sempre esteve envolvido com polêmicas, cometendo novamente uma falta ao usar as mãos. Foi o famoso "gol de mão" do ex-jogador Maradona na partida contra a Inglaterra. Em uma dividida aérea com o goleiro Shilton, ele se saiu melhor, usando a mão, e em seguida marcou um gol que vitória da Argentina sobre a Inglaterra por 2 a 1.

Loading...
Maradona fez o famoso gol de mão contra a Inglaterra (Gareth Cattermole/Getty Images Entertainment/Getty Images)

Argentina x União Soviética — 1990

O ex-jogador Maradona tem experiência em escândalos durante as Copas do Mundo. Novamente, no mundial de futebol de 1990, ele se envolveu em uma polêmica. Na partida entre Argentina e União Soviética, Maradona simplesmente usou a mão, dando uma de goleiro, para impedir o time rival marcasse. No entanto, o árbitro sueco Erik Friedkisson não marcou o pênalti. A Argentina venceu a União Soviética por 2 a 0.

O ex-jogador Maradona tem experiência em escândalos durante as Copas do Mundo (Pascal Le Segretain/Getty Images Entertainment/Getty Images)

Roubo da Taça Jules Rimet — 1973

O Brasil ficou chocado com a notícia do roubo da Taça Jules Rimet, que ficou sob posse definitiva da Confederação Brasileira de Futebol (CBF) em 1970, depois da vitória do Brasil na Copa do Mundo no México. Com cerca de 30 cm de altura e pesando 4 kg, sendo destes 1,8 kg de ouro puro em sua composição, a Taça Jules Rimet foi levada da sede da sede da CBF, no Rio de Janeiro, em 1973.

A Taça Jules Rimet tinha 1,8 kg de ouro puro em sua composição (Brand X Pictures/Stockbyte/Getty Images)

Inglaterra x Alemanha — 1966

Essa foi a famosa história do gol que não aconteceu na Copa do Mundo de 1966. Em uma partida entre a Inglaterra e a Alemanha, o inglês Hurst chutou a bola que bateu na trave e quicou sobre a linha, porém não entrou por inteiro. No entanto, o lance foi considerado gol pelo juiz Gottfried Dienst, o que ajudou a Inglaterra a ganhar o campeonato mundial daquele ano.

O juiz considerou um gol que não ocorreu na Copa do Mundo de 1966 (Pixland/Pixland/Getty Images)

Argentina x Peru — 1978

Um dos mais polêmicos episódios das Copas envolveu uma suposta manipulação de resultados na partida entre a Argentina e o Peru na Copa do Mundo de 1978. A seleção do Peru perdeu por 6 a 0 para a Argentina, o que levantou rumores de que os perdedores teriam entregado de propósito a classificação à Argentina.

O Peru perdeu por 6 a 0 para a Argentina, o que levantou rumores de manipulação de resultados (Thomas Northcut/Digital Vision/Getty Images)

"Milagre de Berna" — 1954

A partida que ficou conhecida entre os alemães como "O Milagre de Berna" ocorreu no mundial realizado na Suíça, em 1954. Na disputa entre Alemanha Ocidental e Hungria, a segunda era considerada a favorita, tendo marcado dois gols logo nos dez primeiros minutos de jogo. Mas a Alemanha conseguiu empatar a partida, ainda no primeiro tempo, e acabou vencendo o jogo de virada.

A Alemanha venceu a favorita Hungria de virada na Copa de 1954 (Jupiterimages/Photos.com/Getty Images)

Zidane agride Materazzi — 2006

O craque francês Zinedine Zidane acertou uma cabeçada no zagueiro italiano Marco Materazzi na Copa do Mundo de 2006. Zidane justificou a agressão, dizendo que o jogador italiano ofendeu sua irmã e sua mãe. O jogo foi disputado e a Itália venceu a partida na disputa por pênaltis.

Zidane acertou uma cabeçada no zagueiro italiano Marco Materazzi na Copa do Mundo de 2006 (Martin Poole/Photodisc/Getty Images)

Seleção da Holanda cai na farra — 1978

Na Copa do Mundo de 1978, disputada na Argentina, os donos da casa tiveram a difícil missão de enfrentar a seleção holandesa, vice-campeã do torneio anterior. No entanto, uma noite antes da grande final, todos os membros da delegação holandesa teriam se embriagado. Com os adversários de ressaca, a Argentina derrotou a Holanda por 3 x 1 e venceu o mundial.

A bebedeira dos jogadores holadeses teria facilitado a vitória da Argentina na Copa de 1978 (Hemera Technologies/PhotoObjects.net/Getty Images)

Itália x Espanha — 1994

Na Copa de 1994, disputada nos Estados Unidos, a decisão de um árbitro surpreendeu a todos. Na partida entre a Itália e a Espanha, o jogador italiano Tassoti fraturou o nariz do jogador espanhol Luis Enrique em campo. No entanto, o árbitro Sandor Puhl deixou a partida prosseguir normalmente. A Itália derrotou a Espanha por 2 a 1, o que garantiu para os italianos a vaga para enfrentar a seleção brasileira na final.

O árbitro Sandor Puhl deixou a partida prosseguir normalmente mesmo após séria agressão entre jogadores (Thomas Northcut/Photodisc/Getty Images)

A suposta convulsão de Ronaldo Fenômeno — 1998

Cercada de mistérios até hoje, a final da Copa do Mundo de 1998 entre o Brasil nos faz lembrar de uma seleção estranhamente apática durante o jogo. Pouco antes da partida, o jogador Ronaldo Fenômeno teria tido uma convulsão que abalou todos os seus colegas de equipe. A seleção brasileira perdeu o mundial para a França e até hoje há rumores de que a seleção teria entregado o jogo em troca de dinheiro.

A suposta convulsão de Ronaldo teria abalado todos os membros da equipe (Photos.com/Photos.com/Getty Images)
Loading...

Referências

Loading ...
Loading ...