×
Loading ...

10 formas de reconhecer um mentiroso

Getty Images

Introdução

Não se engane. Todo mundo conta mentirinhas todos os dias. Em geral, isso acontece para que possamos conviver de forma harmoniosa em sociedade. Mas algumas mentiras são graves e mantê-las também pode ser muito trabalhoso. Para cobrir os rastros de uma farsa, o mentiroso precisa inventar histórias cada vez mais elaboradas para esconder a verdade. E é justamente ao tentar disfarçar a lorota que o mentiroso pode ser descoberto. Aprenda 10 formas de reconhecer e desmascará-lo!

Getty Images

Desviar o olhar

De acordo com o psiquiatra e diretor do Instituto de Neurolinguística Aplicada Jairo Mancilha em entrevista ao portal Terra, quando uma pessoa está contando uma história falsa, ela tem dificuldades para manter contato visual com o interlocutor. Por isso, desviar o olhar e evitar os olhos nos olhos podem ser indícios de mentira. O mentiroso pode também buscar manter distância segura do interlocutor, tentando fazer com que a pessoa não perceba que ele está evitando o olhar do interlocutor.

Getty Images

Piscar

Se o farsante souber que desviar os olhos é visto como sinal de mentira, ele pode fixar o olhar. Na tentativa de ganhar tempo para construir uma nova história, ele também tende a piscar de forma mais demorada, de acordo com informações do perito em detectar mentiras e professor do Instituto de Treinamento em Análise do Comportamento dos Estados Unidos Wanderson Castilho. Em entrevista ao Terra, ele afirma que o cérebro tende a sugerir piscadas mais longas em reação ao que o mentiroso está dizendo.

Getty Images

Voz

Em uma conversa normal, uma pessoa mantém um padrão de fala, seja alto, baixo, rápido ou lento. Contudo, ao contar uma mentira, esse padrão é alterado. Você pode notar em uma conversa com alguém que está mentindo, que a voz dela perde a fluidez e fica trêmula, cortada. É possível notar também, em alguns casos, a voz da pessoa sumir, como se ela estivesse falando para dentro. O mentiroso tende a demonstrar insegurança por temer ter de explicar a história com mais detalhes. Como resultado, fala como se não tivesse certeza do que está falando.

Getty Images

Mãos e pele

De acordo com o professor do Instituto de Neurolinguística Aplicada, Jairo Mancilha, a temperatura das extremidades das pessoas tende a cair quando entram em estado de alerta. Por isso, é comum que o mentiroso apresente mãos e pés frios ou gelados. Alguns podem apresentar ainda tremor. A pele também dá alertas: há aqueles que ficam com o rosto muito vermelho e outros que ficam pálidos. As duas reações são indícios de nervosismo e podem indicar mentira.

Getty Images

Fala

Ao inventar uma nova história, o mentiroso precisa dar ao cérebro tempo para fabricar a fantasia. Então, quem está mentindo tende a se atrapalhar com a fala. Pode falar demais ao buscar muitas justificativas e acabar "fazendo rodeios". Se o "suspeito" tem dificuldade para se expressar normalmente, quando está mentindo tende a ficar ainda mais prolixo. Quem está fabricando uma mentira, também pode fazer pausas enquanto fala, para ganhar tempo ao cérebro para inventar novas fantasias.

Getty Images

Mãos nos bolsos

Mãos nos bolsos não significam necessariamente que a pessoa esteja mentindo. Antes de se chegar a essa conclusão é preciso analisar todo o contexto. Mas essa postura demonstra que a pessoa está fechada para a conversa, não quer dar continuidade ao assunto. E isso pode ser sinal de que ela está escondendo algo. Quando o assunto da conversa é tranquilo e nos sentimos confortáveis para tratar dele, contumamos manter as palmas das mãos abertas e viradas para o interlocutor.

Getty Images

Irritação

Quando alguém conta uma mentira e, especialmente, quando sente que está prestes a ser desmascarado, demonstra irritação e desconforto com a conversa. Qualquer pergunta pode ser considerada uma afronta, uma acusação. O mentiroso se coloca na defensiva e pode acusar o interlocutor de estar inventando algo contra ele. Contudo, o que ele quer mesmo é colocar um ponto final na conversa a fim de não ser pego na mentira.

Getty Images

Mudar de assunto

Com medo de ser pego na mentira e receio de ter de contar detalhes de uma história inventada, o enganador tenta mudar de assunto. Quando se vê obrigado a falar do tema desconfortável, faz de tudo para alterar o rumo da conversa para não correr o risco de ser exposto. Enquanto não consegue evitar o assunto, cita detalhes desnecessários para desvirtuar o diálogo. Se você o conhece bem, perceberá que ele faz comentários que normalmente não faria, numa tentativa de mover sua atenção para outras coisas.

Getty Images

Gesticular constantemente

Enquanto conta mentiras, a pessoa pode se sentir insegura. Por isso, se movimenta e gesticula muito enquanto fala. Perceba que ela pode fazer uma afirmação com as palavras mas, sem perceber, negar com a cabeça. É comum também o mentiroso movimentar-se de um lado para o outro. Outro sinal que denota insegurança e desconforto é mexer a todo momento nos cabelos. Esse sinal por si só, no entanto, não indica mentira, segundo o livro "Telling Lies" (Contando Mentiras, em tradução livre), de Paul Ekman.

Getty Images

Ausência

Além de manter distância enquanto conversa, para evitar os olhos nos olhos, o farsante evita também se encontrar com pessoas que possam desmascará-lo. Ele evita quem quer que possa revelar a verdade sobre suas farsas. Como resultado, ele pode abster-se de encontrar pessoalmente amigos e familiares, por exemplo. O objetivo e esperança dele é que, com o tempo, as pessoas parem de fazer perguntas sobre o assunto que ele está evitando.