×
Loading ...

10 grandes escândalos da Copa do Mundo

Getty Images

Introdução

Os jogadores de futebol fazem maravilhas durante os 90 minutos em campo, lugar onde mostram suas habilidades e agilidade com a bola. Mas eles são seres humanos e, em algumas ocasiões, esquecem a ética futebolística, gerando grandes escândalos. Os árbitros também não ficam atrás, marcando gols que não existem, anulando outros ou até expulsando jogadores que não merecem. Essas são consequências da paixão pelo futebol, um esporte que fascina crianças e adultos de todas as nações. E para os torcedores, os jogadores são como heróis e vilões, dependendo da sua atuação em campo. Por isso, aqui, contamos quais os piores escândalos das Copas do Mundo de todos os tempos.

kinemero/iStock/Getty Images

Insultos ao técnico

Os jogadores respeitam e acatam todas as orientações do seu técnico, principalmente se estão jogando uma partida internacional, como a Copa do Mundo. Mas o clima pode esquentar em alguns momentos. O jogador francês Nicolas Anelka insultou o seu técnico durante o jogo entre França e México em 2010, no Mundial sul-africano. Por esse motivo, Anelka foi expulso da seleção.

XiXinXing/iStock/Getty Images

O mistério dos jogadores desaparecidos

Durante o jogo mais importante para a Coréia do Norte na Copa do Mundo de 2010, quatro dos seus jogadores desapareceram. Eles não estavam no banco de reserva e muito menos no gramado jogando. Por causa da situação política e do regime totalitário do país, muitos pensaram que os jogadores abandonaram a competição. No fim das contas, o mistério foi resolvido e a Fifa declarou que os jogadores desaparecidos estavam em um hotel.

Pascal Le Segretain/Getty Images Entertainment/Getty Images

A mão de Deus

No Mundial do México, em 1986, o escândalo foi protagonizado por Diego Armando Maradona. O famoso jogador argentino fez um gol – aparentemente de cabeça – que o árbitro deu como válido. O time e a torcida contrários não aceitaram e questionaram a decisão oficial. Além disso, no fim do jogo, o próprio Maradona declarou que teve uma ajuda divina: "a mão de Deus!"

Lite Productions/Lite Productions/Getty Images

Um gol fantasma fez Inglaterra ganhar

Os bandeirinhas ou árbitros assistentes são responsáveis para auxiliar os árbitros fora de campo, principalmente para aclarar as jogadas e confirmar uma infração de impedimento ou a saída da bola pelas linhas laterais e de fundos. Em 1966, a Inglaterra ganhou a Copa do Mundo com uma jogada polêmica de um gol que nunca existiu. Um dos bandeirinhas não conseguiu ver bem se a bola tinha cruzado a linha de gol. Na dúvida, deu como válida a pontuação.

Andres Rodriguez/Hemera/Getty Images

Farsa no Maracanã

Nem todos os escândalos passaram durante os jogos da Copa do Mundo. Alguns aconteceram durante as eliminatórias. Em uma das partidas classificatórias para o Mundial de 1990, o Brasil enfrentou o Chile em uma disputa difícil para a seleção chilena no Maracanã. Cerca de 20 minutos antes de terminar o jogo, um sinalizador luminoso caiu no gramado e o goleiro chileno automaticamente cobriu a cara com as mãos. Logo em seguida, perceberam que ele estava sangrando. Todos ficaram confusos e assustados. A polêmica foi solucionada tempo depois, quando descobriram que tudo não passou de uma artimanha do goleiro para dar o jogo como perdido ao Brasil.

simone mescolini/iStock/Getty Images

Drogas na Copa do Mundo

O argentino Maradona protagonizou muitos escândalos durante toda sua carreira no futebol. Um dos mais conhecidos foi durante o Mundial de 1994, nos Estados Unidos. O jogador foi selecionado para realizar um exame antidoping e o resultado deu positivo para cinco substâncias proibidas.

stokkete/iStock/Getty Images

Morte por um gol contra

Um escândalo na Copa do Mundo pode ter consequências fatais. No Mundial de 1994, nos Estados Unidos, o colombiano Andrés Escobar fez um gol contra e o país anfitrião ganhou o jogo. Quando o jogador retornou ao seu país, recebeu seis disparos de um homem por causa do erro cometido.

Fuse/Fuse/Getty Images

Um jogo acertado

Alemanha e Áustria se enfrentaram durante a Copa do Mundo de 1982, na Espanha. Todos os torcedores esperavam por um jogo emocionante, com os times empenhados para ganhar. Mas essa partida foi uma exceção: as duas seleções acertaram antes o resultado e a disputa foi uma farsa.

NiseriN/iStock/Getty Images

Um país beneficiado pelo árbitro

Para alguns, foram grandes erros da arbitragem. Já para outros, foi uma trapaça e fatal tentativa para o país anfitrião vencer os jogos. Durante o Mundial de 2002 (Coréia/Japão), a arbitragem favoreceu descaradamente a Coreia do Sul. A farsa foi tamanha que até a Itália foi desclassificada por causa da seleção "novata".

Fuse/Fuse/Getty Images

A revanche 44 anos despois

A Inglaterra ganhou a Copa do Mundo de 1966 com um gol fantasma, mas a revanche veio 44 anos depois. Durante um jogo contra a Alemanha, no Mundial de 2010, a seleção inglesa fez um gol que não foi válido. Ironia à parte, a seleção alemã venceu a partida por 2 x 1.