Mais
×

As 10 mortes mais misteriosas de Hollywood

Mortes suspeitas em Hollywood
Getty Images

Introdução

Os famosos de Hollywood têm várias coisas em comum. São pessoas conhecidas, ricas e famosas. Vivem uma vida de sonho, cheia de luxos, excessos, excentricidades. Milhares de pessoas comuns desejariam ocupar o lugar deles. No entanto, algumas estrelas cintilantes do cinema e da televisão tiveram um fim trágico e estranho. Alguns desses casos nunca puderam ser esclarecidos e as causas oficiais das mortes são tão pouco sustentáveis que deixam em dúvida a sua veracidade. Descubra os óbitos famosos que fizeram com que a realidade superasse a ficção.

A atriz faleceu precocemente aos 36 anos
Frederick M. Brown/Getty Images Entertainment/Getty Images

Marilyn Monroe

A morte de Marilyn Monroe é um dos mistérios que desperta mais suspeitas em Hollywood. A atriz faleceu no dia 5 de agosto de 1962 e desde esse momento começaram a circular centenas de teorias sobre as causas de sua morte. A primeira autópsia decretou que a diva havia falecido devido a uma overdose de barbitúricos. Apesar disso, a polícia qualificou a morte como "possível suicídio" por falta de provas. No entanto, muitos sustentam que Marilyn foi vítima de homicídio por estar envolvida em um triângulo amoroso com os irmãos John e Robert Kennedy.

Apesar de ter sido levado rapidamente para o hospital, o ator falaceu 12 horas depois de receber um tiro no abdômen
Getty Images

Brandon Lee

O artor Brandon Lee tinha 28 anos e participava das gravações do filme "O Corvo" quando morreu em virtude de um disparo acidental de arma de fogo. No dia 31 de março de 1993 Brandon Lee foi ferido fatalmente no set de filmagens por um tiro e horas depois faleceu no hospital. Até hoje não é possível determinar quem trocou os cartuchos de festim por balas de fogo reais. Como se fosse uma verdadeira maldição familiar, Bruce Lee, pai do ator, também perdeu a vida durante as gravações de um filme.

Os atores que o substituiram no filme que estava gravando antes de morrer doaram seus salários à filha de Ledger
Patrick Riviere/Getty Images Entertainment/Getty Images

Heath Ledger

Quando, no dia 22 de janeiro de 2008, a imprensa anunciou que Heath Ledger havia falecido, o mundo do cinema e seus seguidores ficaram consternados. O ator de 28 anos havia chegado no topo de sua carreira com o papel de Coringa em "Batman: O Cavaleiro das Trevas" e estava rodando o filme "O Mundo Imaginário do Dr. Parnassus" quando foi encontrado sem vida por causa de uma overdose de medicamentos prescritos. Para completar o filme, o diretor Terry Gilliam pediu a colaboração de Johnny Depp, Colin Farrell e Jude Law. Gilliam modificou o roteiro para que o personagem de Ledger mudasse sua aparência ao atravessar um espelho mágico.

A atriz faleceu por uma overdose de remédios
Justin Sullivan/Getty Images Entertainment/Getty Images

Anna Nicole Smith

A atriz e ex-coelhinha da Playboy Anna Nicole Smith foi encontrada morta no Hotel Casino Hard Rock Café no dia 8 de fevereiro de 2007. A primeira autópsia determinou que ela havia falecido em virtude de uma overdose acidental de medicamentos receitados. No entanto, anos depois, o caso foi reaberto e Howard K. Stern, ex-noivo da atriz, foi considerado culpado pela morte dela, juntamente com sua ex-psiquiatra, Khristine Eroshevich, por prescrição excessiva de fármacos e antidepressivos a uma pessoa com antecedentes de dependência.

A atriz sempre teve pavor à água e, ironicamente, morreu afogada
Getty Images/Getty Images Entertainment/Getty Images

Natalie Wood

A atriz Natalie Wood nunca ocultou sua fobia à água e talvez por isso a notícia de sua morte por afogamento em 1981 tenha paralisado Hollywood. Ela estava navegando com o marido Robert Wagner e o amigo Christopher Walken. Segundo o relatório policial, a atriz escorregou e caiu na água durante a noite. No entanto, muitos acreditam que se tratou de um crime passional, pois Wagner estaria com ciúmes de Walken. Em 2011, o caso foi reaberto e apesar de Dennis Davern, capitão do iate, ter sustentado que "Wagner não quis resgatá-la", a hipótese de acidente foi mantida.

Sharon Tate foi assassinada quando estava grávida
Getty Images

Sharon Tate

A atriz e esposa do diretor Roman Polansky foi assassinada em 1962. No dia 9 de agosto um grupo de pessoas comandadas por Charles Manson irrompeu na casa de Sharon Tate e matou a todos que se encontravam no lugar em um ritual satânico. Há quem afirme que Polansky tenha sido ameaçado por comunidades satânicas enquanto filmava "O Bebê de Rosemary" para que abandonasse o projeto. O diretor não deu bola às advertências e a morte de sua esposa e do filho que ela estava esperando foram a consequência de sua opção.

Tony Scott se suicidou saltando de uma ponte
Michael Buckner/Getty Images Entertainment/Getty Images

Tony Scott

O produtor Tony Scott se suicidou pulando de uma ponte sobre o porto da cidade de Los Angeles no dia 28 de agosto de 2012, aos 68 anos. As primeiras hipóteses falavam sobre a possibilidade de que Tony padecia de um câncer incurável no cérebro e que essa seria a razão do suicídio. Mas a família dele saiu rapidamente a desmentir o rumor. A polícia de Los Angeles finalmente confirmou que o produtor havia consumido antidepressivos e soníferos no dia em que sua vida terminou.

A dúvida que sempre permaneceu é se era Grace Kelly ou sua filha quem dirigia o carro quando o acidente ocorreu
Archive Photos/Getty Images Entertainment/Getty Images

Grace Kelly

A ex-atriz e princesa de Mônaco Grace Kelly faleceu em virtude de um acidente automobilístico em Montecarlo no ano de 1982. Ela estava acompanhada de sua filha Stéphanie quando caiu por um barranco de 40 m de altura. Os médicos sustentaram que ela havia sofrido um derrame cerebral anterior ao acidente e que, por causa disso, perdeu o controle da direção. Sesto Lequio foi a pessoa que ajudou a retirar os passageiros do carro logo depois do acidente e afirmou que era Stéphanie quem estava no lugar do motorista, enquanto sua mãe se encontrava sentada no banco do acompanhante.

A atriz e seu marido morreram com cinco meses de diferença por causa de um cogumelo tóxico que havia na casa em que dividiam
David Klein/Getty Images Entertainment/Getty Images

Brittany Murphy

A atriz sofreu um ataque cardíaco no dia 20 de dezembro de 2009 em sua casa e, apesar de ter sido levada com urgência ao hospital Cedars-Sinai Medical Center, nada se pôde fazer para reanimá-la. A perícia realizada pelos médicos forenses revelou que a morte da atriz foi consequência de uma pneumonia. Poucos meses depois, o marido de Murphy, Simon Monjack, também faleceu na casa que eles compartilhavam, e a autópsia declarou resultados similares ao da esposa. As investigações que se realizaram no local permitiram concluir que um cogumelo tóxico causou ambas mortes.

Muitas pessoas afirmam ter visto Elvis Presley vivo em distintas partes do mundo anos depois de sua morte
Getty Images/Getty Images Entertainment/Getty Images

Elvis Presley

Em 1977, o ator e cantor Elvis Presley foi encontrado morto no banheiro de casa. A partir disso, muitas teorias surgiram em torno de sua morte. Algumas sugerem que ele morreu em consequência de seu vício em drogas. Outras sustentam que o astro teve um ataque cardíaco. Existe ainda uma lenda de que a morte do "Rei do Rock" nada mais foi que uma solução para que o artista pudesse viver tranquilo no anonimato. Desde então, muitas pessoas afirmam tê-lo visto em distintos lugares do mundo.