Mais
×

12 metas de alimentação alcançáveis

Este ano, vá adiante!
Jupiterimages/Comstock/Getty Images

Introdução

Resoluções de ano novo em geral são feitas para não serem cumpridas, mas não precisa ser sempre assim. Se você quer começar o ano com o pé direito, escolha objetivos que seja capaz de cumprir ao invés de ficar se esforçando para algo impossível. E quando se trata de comida, focar-se apenas no que não pode comer é a melhor maneira de fracassar antes de começar. Com um pouco de ajuda do reconhecido especialista em dietética e personal trainer Erin Palinski, fizemos uma seleção de 12 metas alimentares. Todas elas são alcançáveis sem que você precise mudar sua vida radicalmente.

Comstock Images/Comstock/Getty Images

Comer chocolate de melhor qualidade

Viu só? Você não precisa parar de comer chocolate. Mas se é para ganhar muitas calorias em um dia, não faça isso por qualquer doce. Os chocolates artesanais são feitos com ingredientes melhores, o que muitas vezes significa menos açúcar. Seja realista: a parte que mais interessa é o sabor. Uma grande concentração de cacau e outros ingredientes gostosos como figos, chá verde ou chile, garantem que você tire melhor proveito de cada pedaço de chocolate consumido.

Zedcor Wholly Owned/PhotoObjects.net/Getty Images

Alimentos Orgânicos

Sempre que possível, procure consumir alimentos orgânicos. Eles estão livres de agrotóxicos e são mais saudáveis para sua saúde. Você também pode encontrar pequenos agricultores que vendam estes alimentos frescos, assim evita as grandes redes de supermercados.

Jupiterimages/Photos.com/Getty Images

Repense o tamanho de suas porções

Erin, especialista em dietética, recomenda reduzir 100 calorias de sua dieta diária para perder mais de 5 kg sem ter que fazer grandes mudanças na sua alimentação. A boa notícia é que você não precisa se desgastar muito nesse processo. Ela sugere mudanças mínimas na sua rotina, como mudar de leite integral para desnatado, usar manteiga com menos calorias e colocar o molho da salada ao lado do prato e temperar aos poucos, ao invés de encharcar a salada com ele. Diminuir o tamanho das porções é outra forma de diminuir a quantidade de calorias ingeridas por dia.

Jupiterimages/Comstock/Getty Images

Arrisque novos tipos de comida

Suas metas alimentares para o ano novo não devem estar focadas só em comer menos e perder peso. Este é o momento perfeito para fazer aquela comida chinesa, japonesa ou mexicana que você sempre quis. Aprender a cozinhar outro tipo de receita pode ser um benefício mental para você, e também vai ajudar a sua saúde. Quando você cozinha, sabe exatamente o que tem na comida e pode controlar o açúcar e a gordura de cada prato.

Jupiterimages/Polka Dot/Getty Images

Adicione verduras em suas refeições

A gente sempre fala sobre como deveríamos comer verduras porque são saudáveis. Mas para isso, é preciso se acostumar com esse estilo. Erin recomenda que um adulto coma, pelo menos, duas xícaras de verduras cozidas ou quatro de verduras cruas por dia. Mas se você não gosta delas, vale começar com quantidades menores. Aumente as porções de verduras e legumes de meia xícara por dia até chegar a quarto e alcançar seu objetivo.

Jupiterimages/Goodshoot/Getty Images

Pequenas doses, grandes sabores

Assim como o chocolate, não deixe de tomar sua bebida predileta. Beba com moderação. Procure experimentar produtos artesanais. Tenha licores desse tipo no seu armário para criar uma tendência saudável.

Christopher Robbins/Photodisc/Getty Images

Beba mais água

Você escuta isso o tempo inteiro! A água está na lista porque mantém sua energia e ajuda a perder peso, eliminando os ataques de fome. Erin sugere tomar oito copos por dia. Escolha uma garrafa de água legal para acompanhar você a todos os lados. Sempre tenha uma garrafinha por perto para cumprir este objetivo.

Jupiterimages/Comstock/Getty Images

Dependa menos do supermercado

É certo que poucos têm espaço e conhecimento para cultivar os próprios alimentos. Mas mesmo assim, existe uma diferença entre ter sua própria horta e comer comida de microondas todas as noites. Dê alguns passos para diminuir seus gastos e ser alguém mais autossuficiente. Cultive algumas ervas como um simples manjericão na janela. Contribuir com sua própria alimentação é algo que dá muita satisfação.

Jupiterimages/Polka Dot/Getty Images

Quando comprar, compre com inteligência

Se você é adepto da ideia de depender pouco do supermercado, seja realista: ele ainda será sua principal fonte de alimentos. Podemos comprar de forma inteligente apenas tendo o cuidado de não comprar demais. Coma todas as sobras. Vale a pena planejar suas comidas antes de ir ao mercado. Trate de incluir as sobras do dia anterior em outras refeições. Não compre alimentos que estragam facilmente, tenha atenção às quantidades. Planejar cuidadosamente antes de comprar é economizar dinheiro e desperdiçar menos tempo e comida.

Jupiterimages/Comstock/Getty Images

Evite comida processada

Diminuir o consumo de alimentos processados é difícil porque são práticos. Abandonar eles exige tempo, energia e força de vontade. O sódio, o açúcar refinado e alguns conservantes são os principais culpados. Dedique um tempo em conhecer os ingredientes dos alimentos que consome, isso poderia surpreender você. Erin recomenda açúcar natural, como frutas inteiras, ao invés de petiscos com açúcar refinado. Coma mais grãos e cereais. A maioria dos alimentos processados tem uma alternativa natural que será melhor para você.

Jupiterimages/Comstock/Getty Images

Não coma carne uma vez por semana

Prove novas fontes de proteína semanalmente. Comer menos carne faz bem à saúde e ao meio ambiente. Não comer carne todos os dias é uma boa maneira de diversificar sua rotina alimentar. Procure um livro de comida vegetariana. Você vai se surpreender e descobrir quão interessante que uma alimentação vegetariana pode ser.

Jupiterimages/Creatas/Getty Images

Faça seu próprio livro de receitas

A internet permite ter acesso a muitas receitas. Mas quantas vezes você lembra em que site pode encontrá-la outra vez? Pode ser que isso não aconteça com você. Crie seu próprio livro de receitas mesmo que faça apenas em formato digital. Existem muitos sites e aplicativos para isso. Você também pode imprimir e fazer cópias. Ter uma coleção de revistas favoritas sempre a mão impedirá de sofrer com aquela repentina pergunta: e aí, o que vamos fazer para o jantar?