Mais
×

Os 13 artistas musicais mais barraqueiros

Creatas Images/Creatas/Getty Images

Introdução

Alguns são roqueiros cheios de tatuagens que não conseguem largar as drogas, outros tocam música suave e constantemente se metem em problemas por dar opinião sobre tudo. Uma coisa em comum falta a todos desta lista: a calma. Sejam agressões físicas, batalhas judiciais ou ofensas verbais, esses artistas sempre encontram uma maneira de arrumar uma boa confusão. Na maioria das vezes esse barraqueiros acabam arruinando uma carreira musical promissora, mas em outros casos é o contrário. Provocar polêmica para alguns deles é a única maneira de continuar aparecendo na mídia e vender discos.

TV Globo / Zé Paulo Cardeal

Lobão

João Luiz Woerdenbag Filho, o Lobão, é de longe o músico mais barraqueiro do Brasil. Desde quando começou a despontar na cena musical nos anos 80, o roqueiro se tornou sinônimo de polêmica e criou vários inimigos. Herbert Vianna, o vocalista da banda "Os Paralamas do Sucesso", foi uma das primeiras vítimas da metralhadora verborrágica de Lobão, que sempre o acusou de roubar suas ideias de letras e músicas. Roberto Carlos também foi alvo de suas críticas, tendo sido chamado de "múmia deprimida" por Lobão. Sobre a cantora Maria Gadú, o roqueiro disparou seu veneno dizendo que ela "faz música de churrascaria".

Frank Micelotta/Getty Images Entertainment/Getty Images

Axl Rose

No final dos anos 80 e início dos anos 90, Axl Rose reinava como a maior personalidade do rock'n roll mundial. Desde aquele tempo, ele vem colecionando polêmicas graças à sua personalidade forte. Quando visitou o Brasil pela primeira vez, em 1991, jogou um telefone pela janela do hotel, terminando por machucar alguns dos seus próprios fãs. Sua vizinha em Los Angeles também foi outra vítima do cantor. Axl deu uma garrafada na cabeça da mulher quando ela foi reclamar do barulho que vinha de sua casa. Uma de suas últimas polêmicas aconteceu num aeroporto, quando o roqueiro agrediu um fotógrafo que insistia em fazer alguns cliques dele.

Mark Von Holden/Getty Images Entertainment/Getty Images

Liam Gallagher

A rixa entre sua banda e o Blur nos anos 90 e as frequentes brigas com seu irmão Noel renderam a fama de encrenqueiro a Liam Gallagher, o vocalista do "Oasis". O roqueiro nunca mediu suas palavras ao definir sua banda rival, chamando-os de "desonestos" e um grupo de "menininhas choronas". Os desentendimentos com seu irmão, que anos depois vieram a causar o fim do Oasis, também sempre foram notícia no mundo todo. A linha aérea Cathay Pacific chegou a proibir os irmãos Gallagher de viajar em seus aviões, depois de uma briga dos dois causar um tremendo prejuízo à companhia.

Andreas Rentz/Getty Images Entertainment/Getty Images

Pete Doherty

Houve uma época em que Pete Doherty era mais conhecido pela música que fazia do que pelas polêmicas e seu uso excessivo de drogas e álcool. O ex-vocalista do "Libertines" e "Babyshambles" já chegou a se prostituir no começo da carreira, tudo para conseguir mais dinheiro para financiar suas drogas. Entre as mais de 20 passagens que Pete teve pela polícia, a mais famosa foi em 2003, quando o roqueiro roubou seu próprio companheiro de banda, Carl Barât. Em 2009, ele esteve bastante perto da morte. Em um voo para a Suiça, Doherty foi encontrado desacordado após injetar drogas no seu braço com uma seringa.

Ethan Miller/Getty Images Entertainment/Getty Images

Madonna

A mega estrela Madonna tem uma carreira musical marcada por várias polêmicas, que incomodaram muita gente. O clip da música "Like a Prayer" (1989) foi um marco na indústria fonográfica e chegou a ser proibido pelo Papa, devido ao seu conteúdo sexual e religioso. Logo após isso ela lançou o disco "Erotica", com um conteúdo cheio de referências sexuais. Não suficiente, a cantora também lançou um livro de fotos bastante controversas com o mesmo nome em 1992, o que aumentou ainda mais sua imagem de sex symbol. Em 2003, junto com a barraqueira Britney Spears, Madonna protagonizou um beijo gay em plena cerimônia do Video Music Awards da MTV americana.

Kevin Winter/Getty Images Entertainment/Getty Images

Britney Spears

Britney Spears é um dos exemplos de personalidades que conseguiram superar os seus problemas e voltar para uma vida normal. Porém, vai ser difícil esquecer a imagem de louca da cantora. Tudo começou em 2004, quando ela se casou secretamente com seu amigo de infância Jason Allen Alexander e depois de poucas horas pediu para anular a cerimônia. No mesmo ano ela se casou com Kevin Federline, com quem teve dois filhos. Seus problemas se intensificaram em 2007, com o divórcio e a batalha pela guarda dos filhos. Em um dos episódios mais surreais da sua carreira, Britney chegou a raspar a cabeça, ficando careca, e agrediu vários jornalistas. Felizmente hoje ela não é mais notícia pelos escândalos, mas sim pela sua música.

Frederick M. Brown/Getty Images Entertainment/Getty Images

Eminem

O mundo do rap é cheio de barracos e Eminem não é exceção. O cantor conseguiu desagradar muita gente em suas letras carregadas de histórias pessoais e ofensas a celebridades. Sua própria mãe entrou com um processo na justiça exigindo uma indenização de 10 milhões de dólares. Ela alegava que as mentiras contadas por Eminem em suas músicas a ofendiam e sujavam sua imagem. A cantora Mariah Carey foi outra que não gostou nada de aparecer em uma canção do rapper. Mariah usou a mesma moeda para se vingar e compôs uma música chamada "Clown" (palhaço em inglês) para insultar o músico.

Steve Mack/Getty Images Entertainment/Getty Images

Kanye West

Outro especialista em criar barracos no mundo da música, o rapper Kanye West não mede as palavras quando dá sua opinião. Seu estilo arrogante foi notícia em 2009, quando ele invadiu o palco do Video Music Awards da MTV e tirou o microfone de Taylor Swift, vencedora do melhor vídeo da noite, para dizer que não concordava com a escolha e preferia que Beyoncé ganhasse o prêmio. Namorado de Kim Kardashian, outra que ficou famosa por suas controversas atitudes com a mídia, o rapper não tem vergonha de usar saia em um show e chamar o ex-presidente George Bush de racista.

ab-encontrodepoetas.blogspot.com

João Gilberto

Quem vê um senhor de mais de 80 anos na lista dos músicos mais encrenqueiros pode achar estranho, mas a verdade é que João Gilberto é especialista quando o assunto é polêmica. Extremamente perfeccionista, o inventor da Bossa Nova frequentemente é visto reclamando de detalhes técnicos em seus shows. Se não é o som que está bom, é o ar condicionado que está forte demais e prejudica as cordas do violão. Fora dos palcos, João Gilberto também é craque em arranjar encrenca. Depois de alugar por 15 anos um imóvel no Leblon, no Rio de Janeiro, ele foi despejado por brigar com a proprietária e não colaborar com as reformas do apartamento.

Jason Merritt/Getty Images Entertainment/Getty Images

Chris Brown

Seu comportamento instável e declarações bombásticas há tempos vêm comprometendo a carreira do rapper americano Chris Brown. Sua primeira grande encrenca foi em 2009, quando apareceram na internet várias fotos de Rihanna, sua namorada, agredida. O cantor foi condenado pela justiça a passar cinco anos em liberdade condicional e a realizar trabalhos comunitários. Um ano depois, ele foi flagrado pingando colírio nos olhos para simular um choro em uma homenagem póstuma a Michael Jackson. Outra prova do seu descontrole foi no programa de TV "Good Morning America". Quando perguntado sobre as agressões a Rihanna, Brown simplesmente jogou uma cadeira em direção às camêras do estúdio.

Kevin Winter/Getty Images Entertainment/Getty Images

John Mayer

Quando o assunto é se gabar de conquistas amorosas, não existe ninguém mais falastrão que o músico americano John Mayer. Conhecido por ter namorado uma longa lista de celebridades como modelos, cantoras e atrizes de Hollywood, Mayer não tem papas na língua para contar todos os detalhes de suas relações. Ele já declarou que adora mulheres negras, mas que seu orgão sexual é extremamente racista. A declaração pegou tão mal na mídia que até a apresentadora Oprah Winfrey o baniu de seu programa. Sobre sua ex-namorada Jessica Simpson, Mayer confessou que ela era como uma droga, uma verdadeira bomba de sexo.

TV Globo / Reinaldo Marques

Tico Santa Cruz

Houve uma época que Tico Santa Cruz estava no noticiário devido ao sucesso de sua banda Detonautas Roque Clube. Porém, o tempo passou e Tico agora só é conhecido por suas polêmicas na mídia. Ele constantemente posta fotos seminu nas redes sociais e gosta de emitir opinião sobre tudo. Referindo-se à banda Restart, Tico declarou que cobravam taxa para receber fãs no camarim. Já o gênero de música sertanejo foi classificado como analfabeto pelo vocalista. Depois de ter participado do reality show "A Fazenda", o roqueiro ganhou mais alguns desafetos, tendo arranjado confusão com praticamente todos os integrantes do programa, mas principalmente com o ator Dudu Pelizzari.

Andrew H. Walker/Getty Images Entertainment/Getty Images

50 cent

Curtis Jackson, conhecido no mundo da música como 50 Cent, é um verdadeiro sobrevivente. Durante sua infância difícil em Nova York, ele teve que traficar drogas para se alimentar e ajudar a família, o que o levou ao envolvimento em vários desentendimentos com outros traficantes. No ano de 2000, 50 Cent recebeu 9 tiros de um criminoso a quem devia drogas. Milagrosamente ele sobreviveu, mas mesmo assim não aprendeu a lição e continuou sendo protagonista de outras polêmicas. Rappers como Ja Rule, Fat Joe, Jadakiss, Cam'ron, Rick Ross e os ex-membros do G-Unit The Game e Young Buck formam uma imensa lista de pessoas com quem ele já brigou.