Mais
×

15 atrações imperdíveis do litoral norte de São Paulo

NA/AbleStock.com/Getty Images

Introdução

Para o brasileiro, sinônimo de sol e calor é a região Nordeste do país. Lá as águas são cristalinas, há sol o ano inteiro e as paisagens são exuberantes. Tudo isso é verdade. Mas há outro trecho litorâneo que atrai turistas pela sua beleza: o litoral norte do Estado de São Paulo. Suas praias são pequenas, muitas vezes, podendo ser percorridas a pé de um canto ao outro. Em alguns pontos, são isoladas, o que lhes garante uma beleza intocada. As cidades também guardam parques, cachoeiras e muita história, já que foi uma das primeiras regiões colonizadas pelos portugueses. Não demore mais a conhecer esta belíssima região.

Mario Tama/Getty Images News/Getty Images

Bertioga - Festival Nacional da Cultura Indígena

Anualmente, a cidade de Bertioga realiza o Festival Nacional da Cultura Indígena, no final de semana mais próximo do Dia do Índio (comemorado em 19 de Abril). Na festa, há atividades esportivas típicas dos silvícolas, bem como apresentações dos ritos tradicionais. Também há feira de arte e apresentações de filmes sobre a temática dos primeiros habitantes brasileiros. Muitas tribos de outros Estados também vêm participar do evento, que atrai milhares de turistas. A oportunidade é excelente para conhecer mais sobre a cultura destes povos tão importantes para a formação de nossa gente. E, de quebra, você ainda pode aproveitar e pegar uma praia.

Medioimages/Photodisc/Photodisc/Getty Images

Bonete

Para chegar à Ilhabela, é preciso pegar uma balsa em São Sebastião. Mesmo em feriados, quando a fila é longa, o esforço vale a pena. A cidade tem praias belíssimas. Algumas urbanas, de fácil acesso, como a do Curral, a Feiticeira e a do Julião. Outras têm acesso apenas para carro com tração 4x4, por trilhas ou barcos. Bonete é uma destas. Ela já foi considerada pela mídia estrangeira uma das dez mais belas do País. Fica no lado sul da ilha e, para alcançá-la, é preciso pegar uma trilha de 12 quilômetros, a partir da Ponta de Sepituba. A caminhada de até cinco horas conta com mata atlântica abundante e cachoeiras pelo caminho.

Rayes/Digital Vision/Getty Images

Praia do Julião

Julião, localizada em Ilhabela, é excelente para um relaxante passeio em família. Ela fica do lado sul da cidade. É pequena e escondidinha, ao lado da mais famosa praia da Feiticeira. Embora urbana, o acesso é por uma pequena trilha, de poucos metros. Deixe o carro em alguma rua próxima à estrada principal e desça a pé até o seu destino. O caminho é bem tranquilo para crianças. A areia é branca e fofa, e a água calma transmite paz e tranquilidade. No local, no entanto, não há infraestrutura como quiosques ou banheiros. Por isso, é importante levar alimentos e bebidas.

Jupiterimages/Polka Dot/Getty Images

Jureia

A cidade de São Sebastião conta com 78 quilômetros de praias. Muitas lindas. Algumas tranquilas, outras indicadas para surfistas. O fato é que não faltam ótimos locais para você escolher e classificar como a sua favorita. Uma boa candidata é a Jureia, que fica após a disputada Barra do Una (sentido Caraguatatuba). As ondas são fortes e o mar não é muito convidativo, especialmente para crianças. Mas indo para o fim dela (sentido litoral norte), há um lago. A água tem cor de coca-cola, é quentinha e doce. Ali sim, você se delicia com sua família, geralmente sem o menor sinal de aglomeração.

BananaStock/BananaStock/Getty Images

Juquehy

Surfistas, jovens, gente bonita e de bem com a vida. Todos em um só lugar. Juquehy é um dos locais da moda na cidade de São Sebastião. A praia, cujo nome significa “areias cantantes” em tupi-guarani, tem bares e restaurantes bacanas em suas orlas. Mas quem a procura querendo tranquilidade encontra 3,5 quilômetros de areias macias e brancas, tudo plano. No final dela, no canto esquerdo, desemboca o rio de mesmo nome. Ali, as águas são mais calmas e o clima mais tranquilo. Se você quer agito ou tranquilidade, pode ir sem medo. Há espaço suficiente para todos neste belo recanto.

Photos.com/Photos.com/Getty Images

Cambury e Camburyzinho

As praias de Cambury e Camburyzinho são famosas pela beleza, mas também pelo conforto de seus hotéis e pousadas. Elas são muito indicadas para quem gosta de tranquilidade e natureza, mas não abre mão de uma boa cama, um café da manhã farto e mimos de estabelecimentos bacanas. É possível ir a pé de uma à outra, passando por uma pequena península. Elas também contam com o Sertão, um trecho onde há trilhas e cachoeiras para os mais agitados. O público é bastante eclético, com jovens, famílias, crianças e esportistas. Nos últimos anos, a estrutura do local vem evoluindo a olhos vistos.

Shaun Botterill/Getty Images Sport/Getty Images

Centro Histórico de São Sebastião

Nem só de praia vive São Sebastião, apesar de que você terá dificuldades em conhecer todas elas. A cidade também tem um centro histórico charmoso, com construções do início do século XX, que seguem preservadas. A rua da Praia conta com a maior parte destes prédios. Todos estão em bom estado de conservação, como a Casa Esperança e a sede da Secretaria Municipal de Cultura. Ao todo, são sete quarteirões, com oito imóveis tombados pelo Condephat (Conselho de Defesa do Patrimônio Histórico, Arquitetônico e Turístico do Estado). É uma mini-Paraty, com casario não tão antigo, mas nem por isso menos interessante.

Visage/Stockbyte/Getty Images

Sirena

Cansou de curtir ondas e já foi às sorveterias do Centro Histórico de São Sebastião? A cidade, que tem praias famosas, também é conhecida pela noite agitada. Entre bares, restaurantes e casas noturnas, uma que segue em alta há algumas temporadas é o club Sirena. O local conta com a presença de DJs famosos e é referência em música eletrônica. Consequentemente, atrai a presença de VIPs, de gente bonita e muita azaração. Ao lado, está situado o Morocco, uma balada mais light, mas também disputada. Se você quer curtir a noite toda dançando, ouvindo música e se divertindo bastante, este é o point.

Soul/Lifesize/Getty Images

Prainha

Caraguatatuba fica entre as cidades de São Sebastião e Ubatuba, todas do litoral norte de São Paulo. Conta também com vários tipos de praias – urbanas, mais escondidas, de mar calmo ou agitado. A Prainha, como o próprio nome diz, é pequena em extensão e também é indicada para famílias com crianças. Uma das atrações é a Pedra do Jacaré, situada no canto esquerdo da praia. Dali, a vista alcança a orla de Caraguá, transformando-se em um belíssimo mirante. E o local também é indicado para a pesca. Leve seus apetrechos e consiga bastante peixes, em meio a um belíssimo panorama.

Creatas/Creatas/Getty Images

Feira de Artesanato de Caraguá

Um dos pontos de interesse de Caraguatatuba é a Feira de Artesanato na Praça Central da cidade. Antes da chegada do shopping, era a grande atração do município. Hoje, continua atraindo muitos turistas nas temporadas de verão. Em suas barracas, o visitante encontra de tudo, de artigos para casa a colares e brincos feitos de conchas, madeira e pedras. Ao redor do local, há muitos restaurantes, bares e sorveterias. De quebra, fica em frente à Praia do Centro. Ou seja, não faltam opções de lazer e diversão nesta região. Faça as compras, coma e beba à vontade e desfrute de um belo dia.

Photos.com/Photos.com/Getty Images

Lagoa Azul

A Praia de Capricórnio fica em frente a um condomínio fechado (mas com entrada liberada). Ela tem areia branca e fofa e o mar azul, azul. As ondas são fortes e é perigoso entrar para banho ali, especialmente se você tiver com crianças. Aproveite o visual e ande até o canto direito. Ali, fica a chamada Lagoa Azul, de águas calmas e doces. Tome um sol na beira da lagoa e nade em suas águas. É revigorante. A entrada para a praia fica na rodovia Rio-Santos, próximo à praia de Massaguaçu, no sentido Ubatuba. É garantia de relaxamento para o resto do dia.

NA/AbleStock.com/Getty Images

Ponta Aguda

Na divisa entre as cidades de Caraguatatuba e Ubatuba, fica escondida a praia de Ponta Aguda. O acesso é por uma estrada em que parte está pavimentada, mas o restante do trecho é de terra, estreito e de má conservação. Fica ao lado de um supermercado, à direita de quem segue sentido Ubatuba, bem próximo da placa da divisa das cidades. Siga de carro por cerca de cinco quilômetros. Na praia, há poucas casas de veraneio e ainda menos moradores. Por ser praticamente selvagem, há quase nada de infraestrutura. Mas a falta de quiosques é compensada pela beleza de suas areias e água. E, claro, pelo caminho, que conta com mirantes belíssimos.

Jupiterimages/Comstock/Getty Images

Caçandoca e Caçandoquinha

As duas praias ficam lado a lado, com acesso pela rodovia SP-55, no quilômetro 78, em Maranduba. Elas têm areia fina e águas muito cristalinas. O acesso para a Caçandoquinha é feito por meio de uma trilha e por ela é possível chegar à outra. Caçandoca era um grande quilombo, com famílias que trabalhavam na região em fazenda cafeicultora. Atualmente, abriga uma comunidade remanescente de quilombo. Embora tenham a herança das famílias escravizadas, os moradores da região são impedidos de ampliar suas casas, por causa de leis ambientais. Aproveite bem os momentos neste local, conhecendo sua rica cultura e história.

Thinkstock Images/Comstock/Getty Images

Projeto Tamar

Ubatuba, além de contar com belas praias, tem ainda o privilégio de abrigar uma base do projeto Tamar. Ela recebe quatro das cinco espécies de tartarugas que existem no País e que vêm à cidade do litoral norte em busca de alimentos. Os técnicos ensinam pescadores a soltar animais que eventualmente ficam presos nas redes e até mesmo a reanimar as que não estejam respirando. O Tamar é aberto à visitação. Mais informações podem ser obtidas pelos telefones (12) 3832-6202, 3832-7014 e 3832-4046 ou pelo e-mail tamaruba@tamar.org.br. O centro de visitação fica aberto de domingo a quinta-feira, das 10h às 18h. Nos sábados, feriados e férias escolares, o horário é ampliado – das 10h às 10h.

Jupiterimages/Comstock/Getty Images

Rodovia Rio-Santos

O litoral norte conta com cidades belas, de praias lindas e paisagens estonteantes. Mas o caminho também é uma atração. A rodovia Rio-Santos corta todo o litoral norte e descortina paisagens arrebatadoras. Tome cuidado com as curvas, pois muitas são perigosas. Mas vá passeando tranquilo e terá várias e ótimas surpresas. Pare para molhar os pés no mar, coma um peixe ou tome um sorvete nos centros das cidades por onde passar. E, nos trechos em que houver acostamento, pare nos mirantes para tirar fotos sensacionais e descobrir novas paisagens e praias.