Mais
×

15 atrações em São Paulo para quem busca programas culturais

s.t.a.r.k.|Atribuição 2.0 Genérica (CC BY 2.0)

Introdução

São Paulo é a maior cidade da América Latina. Congrega moradores de diversas nacionalidades e gente de todos os tipos. Isso faz com que a cidade seja efervescente e multicultural. Para quem busca programas culturais de qualidade, São Paulo é um dos melhores destinos brasileiros. São centenas de cinemas, livrarias, lojas de discos e teatros, entre outras atrações. Confira as 15 principais e divirta-se.

Pixland/Pixland/Getty Images

Livraria Cultura do Conjunto Nacional

A Livraria Cultura deixou de ser apenas uma loja de livros para se tornar um ponto turístico. No prédio do Conjunto Nacional, na avenida Paulista, a maior loja da rede conta com milhares de títulos, livros em espanhol, inglês, francês, além de seção para crianças e uma área para fãs de música clássica. A livraria foi projetada para que o visitante não se canse de suas estantes. Ali, é possível passar horas lendo e ouvindo música, ainda que você não compre nada. No Conjunto Nacional, ainda há outras lojas temáticas da rede. Há uma, por exemplo, para o público geek, com games, camisetas, livros e brinquedos de sagas e personagens queridos do público.

Hemera Technologies/AbleStock.com/Getty Images

Cinesesc

Entre as centenas de salas de cinema existentes em São Paulo, uma das mais procuradas por cinéfilos é a do Cinesesc, na rua Augusta. Lá são exibidos não só filmes que estão no circuito nacional, mas também outros que raramente são exibidos em salas comerciais. O Cinesesc abriga periodicamente mostras de cinema estrangeiro e exibe filmes de festivais famosos, como o "É Tudo Verdade", dedicado aos documentários, e a Mostra Internacional de Cinema. Outro diferencial deste cinema é que há um café no fundo da sala, todo envidraçado. E quem estiver dentro do café pode assistir ao filme dali mesmo.

Digital Vision/Photodisc/Getty Images

Praça Roosevelt

A Praça Roosevelt agrega diversos teatros reconhecidos em São Paulo. O primeiro grupo a chegar na praça foi "Os Satyros". Mas a praça se revitalizou e mais teatros se instalaram na região, como o Studio 184 e o Espaço Parlapatões, além do Teatro do Ator e dos Satyros II. Nos teatros, há apresentação de peças, leituras e shows de comediantes. Nos arredores dos teatros e dentro deles circulam atores, diretores, produtores, escritores e artistas em geral. O clima é todo voltado às artes neste pedaço do centro de São Paulo. Próxima à praça fica a Igreja Nossa Senhora da Consolação, também um ponto de interesse da capital paulista.

Adam Taylor/Digital Vision/Getty Images

Casa das Rosas

Na avenida Paulista, próxima a outras atrações culturais -- o Sesc e o Itaú Cultural -- a Casa das Rosas é um dos últimos casarões preservados da região. A visita vale a pena já pela arquitetura da mansão, projetada pelo escritório do arquiteto Ramos de Azevedo (que projetou também a Pinacoteca e o Mercado Municipal). Além da beleza da construção e de seu jardim florido, como o nome diz, o espaço oferece ampla programação cultural, com cursos, oficinas de dança, bate-papo com escritores e cursos de poesias, entre outras propostas artísticas. A Casa também conta com programação infantil e feira para troca de livros.

Jupiterimages/Photos.com/Getty Images

Itaú Cultural

Uma visita à Avenida Paulista conduz a muitos atrativos culturais da cidade. Outro deles, próximo à Casa das Rosas, é o prédio do Itaú Cultural. O local de arquitetura arrojada é palco de exposições diversas, mostras de cinema e teatro, cursos, workshops e ciclos de palestras de várias temáticas. Ali há espaço para música, artes visuais, dança, cinema e vídeo, tecnologia, literatura e teatro. O Itaú Cultural também promove anualmente o projeto Rumos Cultural, voltado para jornalistas e estudantes de jornalismo. As visitas ao espaço podem ser agendadas. Para saber mais sobre os eventos, visite o site da instituição.

Thinkstock Images/Comstock/Getty Images

Centro Cultural Banco do Brasil

O centro de São Paulo é uma das regiões que devem ser visitadas pelos turistas, por guardar resquícios da história da cidade. E por abrigar o belo prédio do Centro Cultural Banco do Brasil (CCBB). O imóvel é bonito por fora e guarda riquezas por dentro. Construído em 1901 e reformado em 1927, hoje é tombado pelo Conselho de Defesa do Patrimônio Arqueológico e Turístico de São Paulo (Condephaat). Recebe exposições importantes de arte e cinema e oferece atrações musicais, de dança e artes visuais. O Centro Cultural Banco do Brasil também conta com um café charmoso no primeiro piso, além de teatro, auditório, cinema e uma loja de souvenir.

JakaZvan/iStock/Getty Images

Pinacoteca do Estado de São Paulo

O prédio projetado pelo arquiteto Ramos de Azevedo chama a atenção de quem passa pela avenida Tiradentes, no centro de São Paulo. A Pinacoteca do Estado de São Paulo também fica dentro do Parque da Luz, amplo, arborizado, com um lago bonito e até um aquário. Mas o museu não deve ser visitado apenas pela sua beleza arquitetônica e pelas suas redondezas. O acervo da Pinacoteca é rico e o museu também abriga exposições importantes. A Pinacoteca conta com um café bacana e uma loja de souvenir com livros e artigos de arte, que são ótimas opções de presente.

Goodshoot/Goodshoot/Getty Images

Museu de Arte de São Paulo - Masp

Um dos cartões postais da cidade, o Masp é uma atração que todo turista que vai a São Paulo deve conhecer. O museu sedia importantes exposições em seus quatro pavimentos, entre coleções de arte e mostras fotográficas. Também possui em seu próprio acervo obras impressionistas importantes, de artistas como Cézanne e Rodin. A visita é gratuita às terças-feiras. Mas o Masp também vale a pena ser percorrido pelo seu vão livre, que intriga os visitantes e abriga aos domingos uma feira de antiguidades. Nas barracas, o visitante encontra de máquinas de fotografar antigas a coleções de moedas e notas de dinheiro.

filipefrazao/iStock/Getty Images

Oca - Parque Ibirapuera

Mais um museu de São Paulo que não é interessante apenas pelas obras que abriga, mas também por sua arquitetura e seu entorno. Incrustrado no maior parque da cidade – e mais movimentado também, o Ibirapuera – a Oca chama a atenção pelo seu formato semelhante a um disco voador. Dentro dela, já passaram riquezas como exposições do artista espanhol Pablo Picasso. O prédio já sediou os museus da Aeronáutica e do Folclore, mas hoje é específico para grandes exposições. Aproveite o passeio e visite o Parque do Ibirapuera, com grande variedade de fauna, além de lago, pista de caminhada e corrida, área para prática de skate, ciclovia e outros equipamentos, como o Planetário.

Stockbyte/Stockbyte/Getty Images

Cinema no Reserva Cultural

As salas de cinema do Reserva Cultural, na avenida Paulista, são confortáveis. Os filmes exibidos na sala são escolhidos com cuidado, voltados a um público que quer ver, além dos blockbusters, lançamentos da França, Argentina e até da Arábia Saudita. O espaço, localizado no prédio da Gazeta, conta ainda com um teatro, convidando a mais um programa cultural. E, dentro do cinema, há um café, um restaurante todo envidraçado – de onde você come olhando o movimento da avenida Paulista – e uma loja com livros e cartazes de filmes e cinema. O programa é completo. Mais um detalhe: o Reserva Cultural fica em frente à Fnac. Atravesse a rua e passe o resto do dia entre livros, filmes, CDs e blu-rays.

Hemera Technologies/AbleStock.com/Getty Images

Mostra Internacional de Cinema

Assistir a um filme projetado em um telão localizado no vão livre do Masp, assim mesmo, ao ar-livre e de graça. Esta experiência é possível durante a Mostra Internacional de Cinema de São Paulo, realizada anualmente no mês de outubro. O evento traz centenas de filmes das mais variadas origens para diversas salas da cidade. Há desde pré-estreias aguardadas à exibição de filmes clássicos de diretores consagrados. Outros eventos são gratuitos, como as exibições no Masp. E a programação geralmente inclui palestras com diretores brasileiros e estrangeiros, oficinas de cinema e vídeo e maratonas cinéfilas. Se estiver em São Paulo nesta época, programe-se.

George Doyle/Stockbyte/Getty Images

Festival "É tudo verdade"

São Paulo também recebe anualmente o "Festival Internacional de Documentários É Tudo Verdade", com produções de todos os cantos do mundo. Há uma mostra que exibe material de diretores variados paralelamente a uma mostra competitiva, que elege os melhores filmes do gênero. O festival também acontece nas cidades de Brasília, Rio de Janeiro, Belo Horizonte e Campinas. As produções de não-ficção ocupam salas do centro da cidade, da região da Paulista e até mesmo de alguns shoppings. Além das exibições, há palestras, oficinas e bate-papos com diretores. O festival completou 18 anos em 2013.

Getty Images

Museu do Ipiranga

É difícil acreditar que o grito da Independência tenha sido dado ao lado do riacho do Ipiranga, no mesmo local onde hoje há um museu – e nem sinal de água. Mas dentro do Museu Paulista, popularmente conhecido como Museu do Ipiranga, você encontra detalhes desta e de outras partes da história do Brasil. O museu exibe peças do Brasil colônia, que mostram como era a vida naquela época. Há documentos também que remontam a trajetória do café em nosso país. Fora toda a riqueza histórica em exposição no museu, o imponente prédio chama a atenção por si só e ainda abriga um jardim inspirado no Palácio de Versalhes, na França.

Creatas/Creatas/Getty Images

Sesc Pompeia

Programação cultural de qualidade é algo trivial nas unidades do Sesc, em São Paulo. Na unidade da Pompeia, as atrações musicais, teatrais, tecnológicas e de artes visuais se unem à riqueza arquitetônica de seu edifício, que já abrigou uma fábrica e guarda reminiscências da época dos operários. O Sesc conta com teatro, biblioteca, piscina, quadras, área de vídeo, restaurante, galpão e uma choperia. Ali, não é apenas o chopp que é sucesso, mas também os ingressos para os shows musicais que lá são realizados. As unidades do Sesc também oferecem cursos diversos e muitos deles são gratuitos. Confira a programação no link a seguir.

Jupiterimages/Photos.com/Getty Images

Centro Cultural São Paulo

Espaço para shows, jardim suspenso e uma biblioteca com ampla gibiteca. Só isto já é suficiente para que você queira conhecer o Centro Cultural São Paulo, próximo à estação Vergueiro do metrô. Mas o centro também abriga mostras de filmes e tem atividades culturais variadas. Ainda quem não está em busca de um programa específico aproveita seu clima de cultura e estudo para passar a tarde. Há muitos jovens que fazem do centro cultural um ponto de encontro para estudarem para a prova ou para o vestibular. As mesas na área externa também são usadas para grupos que jogam xadrez ou RPG.