×
Loading ...

20 celebridades que destruíram a própria reputação

Getty Images

Introdução

Você quer saber quais são as celebridades que colocaram a carreira em risco por questões pessoais? A lista a seguir detalhará 20 dos casos mais conhecidos, que vão desde problemas com álcool e drogas até a violência de gênero. Você saberá a respeito de alguns incidentes nos quais os piores momentos das celebridades ficaram expostos.

Kevork Djansezian/Getty Images Entertainment/Getty Images

David Hasselhoff

Protagonista das famosas séries norte-americanas "SOS Malibu" e "A Nova Super Máquina", David Hasselhoff destruiu a própria reputação por culpa do alcoolismo. Em 2007, sua filha o filmou arrastando-se pelo chão num estado deplorável enquanto tentava comer um hambúrguer. Quando o vídeo foi colocado na internet, Hasselhoff foi difamado pelos veículos mais populares do entretenimento. Além disso, um ano antes desse episódio, ele teve sua entrada barrada em um voo da British Airways por estar claramente em estado de embriaguez.

Toby Canham/Getty Images Entertainment/Getty Images

Britney Spears

Por onde começar? Aquela que foi a estrela pop mais importante dos últimos anos arruinou a própria imagem por culpa dos vícios e de desequilíbrios emocionais. Em um de seus ataques histéricos, Britney Spears quebrou o para-brisa de um carro na frente dos paparazzi, com um guarda-chuva. Esse episódio ocorreu logo depois ela raspar os cabelos, dando ainda mais dramaticidade à cena. Ela também foi fotografada bêbada e sem roupas íntimas em diversas ocasiões. Felizmente, apesar das reincidências, as internações em centros de reabilitação ajudaram a colocar a vida de Britney de volta nos eixos.

Hulton Archive/Hulton Archive/Getty Images

Boy George

Boy George foi um dos cantores mais excêntricos e famosos dos anos 1980. Quando a imprensa descobriu que ele mantinha uma relação amorosa com um dos membros de sua banda e, ainda, que ambos sofriam de um profundo vício em heroína, sua reputação foi destruída. Algum tempo depois que a notícia foi divulgada, a banda Culture Club se separou permanentemente.

Gallo Images/Getty Images News/Getty Images

Lance Armstrong

O heptacampeão do Tour de France foi um dos esportistas mais admirados e respeitados da história. Os sucessos no ciclismo foram ampliados por sua recuperação de uma doença grave (câncer nos testículos). No entanto, tudo isso foi destruído quando se descobriu que ele havia usado substâncias proibidas durante os circuitos em que competiu. Sua reputação ficou ainda mais prejudicada depois que ele confessou ter se dopado em diversas ocasiões.

Scott Barbour/Getty Images Entertainment/Getty Images

Mischa Barton

Mischa Barton, a protagonista da popular série norte-americana "The O.C.: Um Estranho no Paraíso" conseguiu ser uma das atrizes mais populares do momento. Suas interpretações passavam a impressão de que uma carreira promissora na indústria do entretenimento a esperava. Lamentavelmente, seu vício em álcool e drogas fez com que sua reputação fosse por água abaixo. Em junho de 2009, ela foi internada, contra a própria vontade, num instituto psiquiátrico e, desde esse episódio, a popularidade da jovem atriz tem decaído notavelmente.

Juan Naharro Gimenez/Getty Images Entertainment/Getty Images

Kristen Stewart

Kristen Stewart foi uma das atrizes mais amadas pelos adolescentes. A saga "Crepúsculo" impulsionou seu sucesso em nível mundial, e sua relação com Robert Pattinson representou um tema de grande interesse no entretenimento internacional. Em 2012, a US Weekly publicou algumas fotografias nas quais era possível ver a jovem atriz beijando outro homem, o diretor Rupert Sanders. Stewart tomou a decisão de se desculpar publicamente e assegurou estar arrependida por essa aventura. Para os fãs, isso não foi suficiente, e sua reputação ficou abalada, assim como seu relacionamento com Pattinson, que eventualmente chegou ao fim.

Vittorio Zunino Celotto/Getty Images Entertainment/Getty Images

George Michael

Em 1998, George Michael foi preso pela Polícia de Beverly Hills. Quando a notícia ganhou repercussão pública, revelou-se que o cantor inglês havia sido detido por cometer atos lascivos com outro homem num banheiro público. Durante os anos de 2006, 2008 e 2010, ele voltaria a protagonizar incidentes graves com as autoridades. Nessas oportunidades, ele seria preso por consumo e posse de drogas, conduta temerária e conduzir em estado de embriaguez. Contudo, desde então seu nome não tem mais sido envolvido em escândalos.

Chris Weeks/Hulton Archive/Getty Images

Tiger Woods

O golfista norte-americano Tiger Woods foi durante muitos anos o esportista mais procurado pelas marcas mais poderosas e encabeçou a lista dos atletas com maiores lucros advindos da publicidade em todo o mundo. Essa estimada reputação foi destruída quando se tornaram públicas em diferentes meios jornalísticos as diversas infidelidades que ele havia cometido. Ele mesmo chegou a admitir as acusações e tomou a decisão de se retirar por um tempo da atividade profissional para tentar salvar seu casamento. Apesar de haver retornado aos campos e manter-se entre os melhores do mundo, sua imagem ficou bastante debilitada.

George De Sota/Hulton Archive/Getty Images

Michael Jackson

O rei do pop foi uma das celebridades mais controversas da história. Em primeiro lugar, grande parte do público não viu com bons olhos seu processo para acelerar a evolução do vitiligo, doença que alterou a cor de grande parte da pele dele. Quando acusado por delitos de abuso sexual contra menores, sua reputação passou a ser muito questionada. Ela ficou ainda mais debilitada no dia em que ele expôs para fora de uma varanda seu filho recém-nascido, no melhor estilo Simba, de "O Rei Leão".

Pascal Le Segretain/Getty Images Entertainment/Getty Images

Winona Ryder

Nos anos 1990, Winona Ryder foi uma das atrizes mais populares e admiradas de Hollywood. Sua relação com atores como Johnny Depp e Ethan Hawke aumentaram consideravelmente a admiração dos fãs ao redor do mundo. Essa imagem acabaria comprometida quando ela foi presa por roubar 5 mil dólares (mais de 17 mil reais) em roupas de uma loja famosa em Beverly Hills. Depois desse incidente, ela recebeu muito poucas ofertas de trabalho e participou apenas de um pequeno número de produções.

Theo Wargo/Getty Images Entertainment/Getty Images

Tom Cruise

Tom Cruise é um dos atores mais lucrativos da indústria cinematográfica. No entanto, algumas atitudes fizeram com que sua reputação se deteriorasse. A Paramount Pictures tomou a decisão de rescindir o contrato que mantinha com o ator por causa de sua constante promoção da Cientologia (religião muito questionada por explorar seus seguidores). Seu comportamento bizarro num programa de televisão, no qual inclusive deu pulos sobre o sofá, terminaria de comprometer sua imagem pública. Apesar disso, Tom continua levando milhões (e rendendo milhões de dólares) às salas de cinema.

Kurt Vinion/Getty Images Entertainment/Getty Images

Macaulay Culkin

O protagonista da famosa produção "Esqueceram de Mim" foi o garoto mais popular dos anos 1990. O sucesso dos dois filmes fez com que ele se tornasse o ator mirim mais conhecido do mundo. Lamentavelmente, essa fama precoce desapareceu por culpa de seus problemas pessoais. O ator travou uma forte disputa legal contra os pais e deixou de participar de filmes quando tinha apenas 14 anos. Alguns anos mais tarde, ele seria preso por posse de drogas. Em uma entrevista de televisão, ele confessou "ter quase morrido por causa dos excessos".

Christopher Polk/Getty Images Entertainment/Getty Images

Mickey Rourke

O filme "9½ Semanas de Amor" impulsionou Mickey Rourke como um dos galãs mais cobiçados dos anos 1980. Dez anos mais tarde, ele abandonou a atuação para se dedicar plenamente ao boxe (outra de suas paixões). As constantes cirurgias estéticas às quais se submeteu nesse período transformaram seu rosto por completo. Essa situação e os vícios afetaram gravemente seu retorno ao mundo das telonas. Apesar de voltar à cena em "Sin City: A Cidade do Pecado" e "O Lutador", a reputação de Rourke nunca mais foi a mesma.

Valerie Macon/Getty Images Entertainment/Getty Images

Lindsay Lohan

Lindsay Lohan soube ser uma das estrelas teen mais queridas e bem posicionadas da indústria. Suas interpretações em diversos filmes da Disney fizeram com que ela conquistasse o coração de milhões de fãs ao redor do mundo. Em 2007, ela foi presa por dirigir sob influência de substâncias proibidas em duas ocasiões. Para completar, foi internada várias vezes para reabilitação. Sua reputação acabaria muito danificada depois desses incidentes.

Riccardo S. Savi/Getty Images Entertainment/Getty Images

Charlie Sheen

Charlie Sheen foi um dos atores de comédia mais populares dos anos 1980. Em 2010, ele se posicionaria como a celebridade mais bem paga da televisão norte-americana (ganhava 1,8 milhão de dólares por cada episódio de "Dois Homens e Meio"). No entanto, o ator sempre esteve envolvido em conflitos. Ele foi acusado de violência doméstica, foi internado diversas vezes para reabilitação, feriu acidentalmente sua noiva Kelly Preston com um tiro no braço e perdeu a custódia dos filhos por estar "mentalmente insano". Charlie ainda publicou uma série de vídeos nos quais pode ser visto dizendo coisas sem sentido num estado lamentável.

Chung Sung-Jun/Getty Images Entertainment/Getty Images

Whitney Houston

A famosa cantora, atriz e produtora norte-americana Whitney Houston foi uma das artistas com mais discos vendidos em toda a história. Apesar do imenso sucesso, Whitney passou por sérios problemas pessoais. Seu casamento com o ex-cantor de R&B Bobby Brown incluiu episódios de violência e uma perigosa relação com as drogas. Em 2005, a cantora se internou num centro de reabilitação para tratar dos vícios e, posteriormente, se divorciou de Brown. Entretanto, ela nunca mais se recompôs. Em 2012, a cantora morreu afogada na banheira. Segundo os médicos, uma doença cardíaca aliada ao vício em cocaína contribuíram para o acidente.

Kevin Winter/Getty Images Entertainment/Getty Images

Gary Coleman

"Arnold" foi uma das séries mais populares dos anos 1980. Grande parte do sucesso obtido se deveu à famosa interpretação do pequeno ator norte-americano Gary Coleman. Depois de oito temporadas no ar, o programa foi cancelado, e Coleman começou a perder popularidade. Os constantes problemas legais com seus familiares e alguns conflitos públicos contribuíram para levá-lo à obscuridade. Em 1999, ele declarou falência e começou a trabalhar como segurança num shopping. Gary eventualmente morreu em 2010 devido a complicações neurológicas causadas por uma queda da escada de sua casa, em Utah.

Ethan Miller/Getty Images Entertainment/Getty Images

Miley Cyrus

Miley Cyrus conquistou o público adolescente graças à aparição na popular série da Disney "Hannah Montana". Mais tarde, ela abandonou a imagem de ídolo teen e passou a realizar produções mais ousadas em diferentes programas e publicações. No entanto, sua atuação no MTV Video Music Awards de 2013 causou indignação na maioria de seus mais fiéis seguidores. Segundo o especialista em reputação online Walter Halick, "os seis minutos em que Cyrus passou ridicularizando a si mesma no palco foram suficientes para destruir sua imagem". Apesar disso, Miley segue construindo uma carreira sólida e multimilionária na música.

Valerie Macon/Getty Images Entertainment/Getty Images

Mel Gibson

O ator, produtor e diretor do premiado "Coração Valente", Mel Gibson foi durante muito tempo um dos famosos mais respeitados da indústria cinematográfica. Esse reconhecimento seria abalado por declarações polêmicas e de incidentes legais envolvendo o ex-galã. Em 2006, ele fez comentários antissemitas aos agentes da polícia que o prenderam por dirigir embriagado. Algum tempo depois, admitiu esse incidente e pediu uma reunião com líderes judeus para demonstrar seu arrependimento. Apesar do esforço, Mel não mantém muitas amizades dentro da indústria e viu sua carreira decair.

Ethan Miller/Getty Images Entertainment/Getty Images

Chris Brown

Há alguns anos, o cantor de rap Chris Brown foi chamado para ocupar um lugar privilegiado dentro da indústria musical norte-americana. Esse destino foi sepultado quando, em 2009, Rihanna o acusou de havê-la agredido, e o caso chegou aos tribunais (inclusive foram divulgadas imagens da artista com o rosto desfigurado). Brown foi considerado culpado e, apesar de ter conseguido a redução da sentença, ele perdeu inúmeros fãs e o respeito de muita gente na indústria. Entretanto, Chris e Rihanna parecem ter voltado às boas depois disso.