7 tipos de exercícios de alongamento

Escrito por troy baker | Traduzido por andressa ferrari arevalo
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
7 tipos de exercícios de alongamento
O alongamento condiciona o corpo antes e depois do exercício. (Jupiterimages/Pixland/Getty Images)

Se você se exercita, você provavelmente fez do alongamento parte do aquecimento e do resfriamento de rotina. Ele melhora a amplitude do movimento, a flexibilidade, a circulação e o sucesso do seu treino. Diferentes tipos de treinamento exigem diferentes tipos de alongamento. Conhecê-los irá ajudar a determinar o tipo apropriado para o seu programa de condicionamento físico particular.

Outras pessoas estão lendo

Alongamento estático

O alongamento estático, do tipo que um instrutor de fitness conduz no final de uma aula, envolve estender uma parte do corpo até sua posição mais distante e, em seguida, segurando-a durante 30 segundos ou mais. Não envolve saltos ou movimentos rápidos, apenas uma sensação leve e indolor de um puxão. Você sente a tensão por todo o comprimento e no centro do músculo, mas não nas articulações.

Alongamento passivo

O alongamento passivo é semelhante ao alongamento estático, exceto que um aparelho ou um parceiro proporciona a força para esticar o músculo. Por exemplo, você pode ficar com as costas contra a parede, enquanto seu parceiro de exercícios levanta a perna para alongar o tendão. O alongamento passivo alivia espasmos musculares e ajuda a reduzir a fadiga e dores musculares depois de um treino.

Alongamento dinâmico

Alongamento dinâmico envolve o balanço controlado dos braços e pernas que gentilmente os leva para o limite de sua amplitude de movimento. Aqui, as partes do corpo são deslocadas com um aumento gradual da velocidade, alcance ou ambos.

Alongamento balístico

Alongamento balístico força uma parte do corpo a ir além de sua amplitude normal de movimento fazendo-a saltar para a posição esticada. Isso aumenta a gama de movimento e aciona o reflexo de alongamento muscular. Realizar o alongamento balístico pode lhe tornar mais suscetível a lesões. Somente atletas altamente condicionados e competentes que se preparam para atividade extenuante devem empregá-la.

Alongamento ativo isolado

Alongamento ativo isolado é mais usado por profissionais: atletas, treinadores, massagistas e outros. Para completar o alongamento ativo isolado, você alcança uma certa posição e a mantém estável, sem qualquer outra assistência que não seja a força de seus próprios músculos. Chute uma perna para o alto, por exemplo, e mantenha-a na postura estendida. Alongamento ativo isolado trabalha com processos fisiológicos naturais para aumentar a massa muscular e elasticidade da fáscia e melhorar a circulação.

Alongamento isométrico

No alongamento isométrico, enquanto um músculo é esticado na posição, você resiste ao estiramento. Por exemplo, tenha um parceiro que segure sua perna para o alto enquanto você tenta forçar o retorno da sua perna na direção oposta. Alongamento isométrico é o método mais seguro e eficaz para aumentar a gama de movimento das articulações, além de fortalecer os tendões e ligamentos mantendo a sua flexibilidade.

Facilitação neuromuscular proprioceptiva

Facilitação neuromuscular proprioceptiva combina o alongamento isométrico, estático e passivo para promover um alto nível de flexibilidade. Realize o alongamento de um músculo passivamente; isometricamente contraia contra a resistência na posição esticada; e alongue passivamente pelo aumento da amplitude do movimento. É uma forma avançada de treinamento de flexibilidade que também ajuda a melhorar a força.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível