Mais
×

8 dicas para ficar longe dos doces!

Uma mesa cheia de doces encanta os olhos!
Getty Images

Introdução

Dizer não às guloseimas é uma tarefa árdua. Depois do almoço, no intervalo da tarde e antes de dormir bate aquela vontade, quase incontrolável, de buscar um docinho na geladeira. E como resistir a entrar naquela confeitaria com doces maravilhosos? Na verdade, esse impulso por quitutes açucarados pode estar associado à diminuição da serotonina, um neurotransmissor responsável por regular o humor, prazer, fome, ansiedade e outras sensações. Quando há queda dos níveis desse neurotransmissor, aumenta a vontade de comer doce. O que fazer então para ter autocontrole?

Pare aos poucos
Getty Images

Redução gradual

Quem sente muita vontade de consumir doces, está acostumado a fazê-lo e não será de uma hora para a outra que conseguirá parar. Segundo o nutrólogo André Veinert, da Clínica Healhtme Gerenciamento de Perda de Peso, o ideal é reduzir o consumo gradativamente. Esse é um recurso para se evitar o efeito rebote, quando a pessoa para de repente, fica alguns dias em abstinência e volta abusando ainda mais das guloseimas. É preciso preparar o organismo para um reeducação alimentar, onde comer doces deixe de ser uma rotina.

Doce não substitui refeição
Getty Images

Não pule refeições

Se você é daqueles que acorda, não sente fome e dispensa o café da manhã, tem grande chance de acabar atacando os doces depois. Procure fazer as três refeições principais e ainda dois pequenos lanches nos intervalos. A importância dessa disciplina com a alimentação ajudará a controlar os níveis glicêmicos, diminuindo a fome. De nada adiantará dispensar uma refeição acreditando que dessa forma perderá peso e depois acabar se empanturrando com tortas, biscoitos e chocolates. Coma corretamente!

Coma frutas!
Getty Images

Faça trocas saudáveis

Bateu aquela vontade de um docinho? Abra a geladeira e pegue uma fruta. Frutas secas, como ameixas, ou in natura são opções saudáveis de sobremesa. Outro recurso para se desligar dos doces é deixar gelatina light no refrigerador para a hora das emergências. Acrescente pedaços de frutas para torná-la ainda mais saborosa. Frozen iogurtes são refrescantes e têm baixa caloria, assim como os iogurtes 0% de gordura com sabor de frutas. São opções saborosas para matar a fome de comer doces. Experimente ainda assar bananas, peras ou maçãs com canela, pois ficam deliciosas como sobremesa.

Compensação nos doces nem pensar!
Getty Images

Equilibre a mente

Problemas no trabalho, na família ou qualquer situação que a deixe mais ansiosa, podem desestruturar você, desencadeando a necessidade de comer docinhos com frequência. Se perceber que anda compensando os problemas, usando como válvula de escape as guloseimas, busque ajuda. Terapia pode ajudá-la nesse controle emocional. Buscar um profissional para orientá-la a seguir uma dieta alimentar adequada também servirá de estímulo para deixar de lado os doces. E se vir em forma frente ao espelho faz qualquer um pensar duas vezes antes de abusar!

Despensa e geladeira sem guloseimas!
Choreograph/iStock/Getty Images

Doces longe

Uma coisa é certa: não dá para evitar o desejo por doce com uma geladeira repleta deles. Se no congelador houver potes de sorvete de chocolate, fatalmente você correrá para eles na primeira ansiedade. Também nada de estocar barras de chocolates, caixas de bombons, balas ou de trazer da festa da amiga um belo pedaço de torta. Evite o hábito de trabalhar chupando balas e não carregue na bolsa guloseimas. Lembre-se de que a ideia é se afastar dos doces e não ser estimulada a comê-los porque estão à sua disposição!

Sinta prazer pelo exercício físico!
Getty Images

Pratique exercícios físicos

O exercício físico é um grande aliado para esquecer as tortas e bombons. Após praticar uma atividade física, as pessoas sentem menos necessidade de açúcar e carboidratos. Isso porque há a liberação de substâncias como a serotonina, que melhoram a sensação de bem-estar e diminuem a ansiedade. Esse estado de prazer que o exercício físico traz é semelhante ao que os doces e chocolates proporcionam. Busque, portanto, uma forma de se exercitar, seja em caminhadas, natação, boxe ou dança. A academia descontrai, ajuda a socializar, reduz o estresse e ainda traz benefícios estéticos e para a saúde.

Refeições com tranquilidade
Anna Omelchenko/iStock/Getty Images

Mastigue devagar

A vida corrida do dia a dia faz as pessoas se acostumarem a comer muito rápido. O recomendável é fazer as refeições com calma, mastigando bem os alimentos para promover a sensação de saciedade ao organismo, dando tempo ao cérebro de perceber que já está satisfeito. Coma em quantidades equilibradas e de forma saudável. Reduzir demais uma refeição a fará correr para os doces ou exagerar na refeição seguinte.

Copro mais bonitos sem doces!
Getty Images

Proteínas e fibras

Aos poucos, aquela necessidade incontrolável de comer doces e outras guloseimas vai sendo substituída por um prato mais saudável. As medidas diminuem, seu corpo fica mais bonito e você começa a pensar que valeu a pena o autocontrole. Para mais uma ajuda, aumente o consumo de fibras, encontradas nos cereais integrais, frutas e legumes, pois elas tornam mais lenta a absorção de glicose pelo organismo, diminuindo a necessidade de comer açúcar. As proteínas, como ovos, carnes magras, peixes e nozes também agem nesse sentido e portanto devem fazer parte de suas refeições.