Por que as abelhas atacam as pessoas?

Escrito por christien aguinaldo | Traduzido por alisson dantas
Por que as abelhas atacam as pessoas?
As abelhas picam quando se sentem ameaçadas ou percebem uma ameaça para o seu ninho (Jupiterimages/BananaStock/Getty Images)

As abelhas picam as pessoas mais como uma autodefesa do que como ataque. Elas tendem a reagir a fortes odores no ambiente, como perfumes, sabonetes perfumados e colônias, e a cores brilhantes. Esmagá-las pode fazer com que as outras reajam e façam com que elas piquem em autodefesa. Esses insetos pertencem à ordem Hymenoptera, que inclui também as formigas e as vespas. O ferrão é na verdade um aparelho para por os ovos que foi modificado, por isso apenas as abelhas fêmeas picam.

As características da picada das Hymenopterans

Muitas das espécies que pertencem à ordem Hymenoptera tendem a viver uma vida solitária. No entanto, as vespas, as formigas vermelhas, as abelhas e os zangões são exemplos clássicos de himenópteros sociais que vivem em colônias e defendem seu ninho. Esses membros picam se percebem uma ameaça para o seu ninho ou se eles forem feridos ou perturbados quando estiverem ocupados em suas atividades. As abelhas europeias e africanas não picam durante a coleta de pólen ou néctar das flores. Elas picam apenas em legítima defesa. As africanas são mais agressivas na defesa do que as europeias e picam apenas uma vez. No entanto, elas são imprevisíveis e extremamente protetoras em relação à área em torno do seu ninho. Elas tendem a reagir mais rapidamente e em grande número, em comparação com as europeias.

A dor da picada de abelha

A picada de uma abelha injeta uma substância química chamada melitina que estimula os receptores de dor nos nervos. Esse veneno, quando injetado na pele, é o que causa a dor. Esta dura poucos minutos e os tecidos em torno da área picada fica sensível por alguns dias.

Resposta do corpo à picada de abelha

O sistema imunológico reconhece o veneno e descarrega certos fluidos vindos do sangue para a área afetada para expulsar o veneno. Isso causa inflamação, vermelhidão e coceira. Se a pessoa tiver sido picada anteriormente por uma determinada espécie de abelha, o sistema imunológico reage com um esforço maior para eliminar o veneno. Isso pode resultar em um grande inchaço ao redor do local da picada, juntamente com uma coceira.

Primeiros socorros

O primeiro passo para reduzir a dor de uma picada de abelha é remover o ferrão o mais rápido possível. Isso ocorre porque o veneno fica continuamente injetado na pele até um minuto após o inseto deixa o ferrão. Quanto mais cedo você removê-lo, menor a gravidade da dor. Não coce ou esfregue o local picado. As bactérias presentes na pele podem entrar no local e causar uma infecção.

Tratamento e medicação

Lave o ferimento cuidadosamente e trate-o imediatamente. Aplicações locais de pomadas anti-histamínicos orais, compressas frias e refrescantes são eficazes para aliviar a dor e a reação alérgica causada pela picada da abelha.

Precauções

Procure ajuda médica imediatamente se a picada for na boca ou na região do pescoço, pois isso pode causar asfixia. Você também deve entrar em contato com o seu médico se observar sintomas graves ou reações alérgicas, como desenvolvimento de urticária, cólicas abdominais, dor de cabeça, náuseas e vômitos, após a picada da abelha. Se souber que é alérgico a picadas de abelha, carregue uma injeção de epinefrina quando for para um lugar onde as chances de ser picado são maiores. As reações anafiláticas precisam de epinefrina e não de anti-histamínicos, que são para reações alérgicas mais leves. Mantenha a calma quando uma abelha pousar em você. Não tente atacá-la. Ela sairá depois de inspecionar o seu cheiro ou beber um pouco de seu suor. Se não tiver paciência, abane-a delicadamente com um pedaço de papel.