Aborto espontâneo devido a baixos níveis de progesterona

Escrito por kendra dahlstrom | Traduzido por lara scheffer
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Aborto espontâneo devido a baixos níveis de progesterona
Teste de gravidez positivo (Image by Flickr.com, courtesy of Josh Parrish)

Um aborto espontâneo muitas vezes é inexplicável. As anormalidades cromossômicas ou uma gestação inviável são algumas das culpadas por esse acontecimento. Contudo, os baixos níveis de progesterona não são uma causa comum do aborto.

Outras pessoas estão lendo

Equívocos

Embora algumas mulheres acreditem que os baixos níveis de progesterona causem o aborto, geralmente é o contrário. Os níveis do hormônio ficam baixos devido a uma gestação inviável.

Momento

Um aborto indicado por baixos níveis de progesterona geralmente ocorre antes de nove semanas. É quando a placenta domina a produção de progesterona, de acordo com a Dra. Amy Tuteur, uma obstetra e ginecologista da Harvard College e Boston University School of Medicine, em seu site, "AskDrAmy.com".

Tratamento

Alguns médicos prescrevem supositórios com progesteronas para aumentar os níveis hormonais. Contudo, esse tratamento não é bem sucedido a menos que a mulher realmente tenha uma condição incomum de baixos níveis de progesterona, o que tende a causar abortos repetitivos.

Defeito na fase lútea

A única possibilidade em que a progesterona é, com certeza, a culpada pelo aborto, é quando o corpo lúteo não produz hormônios suficientes durante a ovulação.

Problema corrigido automaticamente

Na maioria das mulheres, o defeito da fase lútea pode se corrigir durante o próximo ciclo de ovulação, então não há necessidade de se preocupar no futuro.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível