Comportamento

Como acabar com a discriminação

Escrito por vincent labbate | Traduzido por kelly isay
Como acabar com a discriminação

Entrar em ação é essencial para combater a discriminação.

action image by NL shop from Fotolia.com

A discriminação é um julgamento negativo em relação ao gênero, idade, religião, raça, nacionalidade, preferência sexual ou altura. Ela é um grande problema que pode ser encontrado ao redor do mundo, dentro e fora do local de trabalho. O governo dos Estados Unidos cria leis que tornam a discriminação ilegal. Empregadores devem seguir uma série de leis quando forem contratar funcionários. Porém, mesmo com as regras em vigor, muitas pessoas ainda são vítimas da discriminação. Há muitos jeitos de acabar com a discriminação. Ensinar os funcionários e alunos sobre discriminação através de reuniões e aulas é um jeito muito poderoso de eliminá-la.

Nível de dificuldade:
Moderadamente fácil

Outras pessoas estão lendo

Instruções

  1. 1

    Implemente políticas que proíbam a discriminação no local de trabalho e zonas escolares. Esboce pontos principais para combater a discriminação, defina-os muito bem e divulgue-os para os funcionários e alunos. Essas regras que diminuem a discriminação podem incluir demissão, suspensão ou expulsão daqueles que usem linguagem ofensiva, piadas racistas, xingamentos e gestos desagradáveis. Divulgue as regras no livro do estudante ou do funcionário e também em flyers. Manuais que contêm o código de conduta da empresa ou escola devem ser distribuídos para cada funcionário ou aluno, na admissão. Coloque os flyers em locais populares na zona escolar ou de trabalho, como corredores, quadros informativos, salas de intervalos e banheiros. Divulgue nessas áreas que a discriminação, além de ser errada, não será tolerada.

  2. 2

    Divulgue as consequências que a pessoa terá se for considerada culpada de discriminação, através do manual de políticas. Dê um guia de políticas aos funcionários ou um código de ética escolar para os estudantes. Esses guias mostrarão o que pode acontecer se alguém for julgado culpado de cometer discriminação. Funcionários devem ser suspendidos sem pagamentos ou demitidos do emprego. Os alunos podem ser suspensos ou expulsos da escola. Aplique as regras para acabar com a discriminação.

  3. 3

    Apresente palestras e convide palestrantes para falar sobre os efeitos negativos, a curto e longo prazo, no ambiente de trabalho ou escolar. Agende reuniões anuais ou mensais para funcionários, sendo que as anuais devem durar até uma hora, tratando sobre várias formas de discriminação, enquanto que as mensais devem ser mais curtas, apenas lembrando que a discriminação não é tolerada. Realizar reuniões mensais longas não é palpável, então algumas empresas têm "encontro matinal mensal" para relembrar os funcionários das regras do ambiente de trabalho. Escolas podem trazer palestrantes que foram vítimas de discriminação. Eles podem dividir com os alunos o porquê da discriminação ser errada e como ela pode ser evitada. Avalie o progresso desse combate. Verifique se houve uma diminuição no trabalho ou nas queixas na escola sobre discriminação, através do departamento de recursos humanos ou da diretoria. Distribua relatórios após reuniões ou palestras para ver se houve um impacto positivo entre os funcionários e alunos.

  4. 4

    Junte-se à batalha contra a discriminação de muitas organizações que lutam contra ela juntas. Muitos sites e organizações aceitam participantes para ajudar nessa luta. Junte-se ao que mais se adequa à sua personalidade. Por exemplo, se a discriminação racial é algo com o qual você tem que lidar, junte-se àqueles que têm o mesmo problema. Juntos, o conhecimento pode ser espalhado para ajudar a acabar com esse problema. Esses grupos realizam palestras em bibliotecas públicas ou escolas para ensinar os efeitos negativos da discriminação. Eventos também são feitos para mostrar que todos têm direito à igualdade. Por exemplo, ativistas de direitos dos deficientes promovem o rugby em cadeiras de rodas, onde dois times se enfrentam apesar do fato deles terem alguma deficiência. Ativistas dos direitos dos gays e lésbicas se encontram para elaborar cartas ao Congresso, na esperança de criarem leis mais rígidas para prevenir a discriminação contra eles, no local de trabalho.

Dicas & Advertências

  • Aplicar leis de discriminação vai criar um ambiente de trabalho ético desde o início.
  • Juntar-se a organizações mostrará àqueles que fazem as leis que outras devem ser criadas para prevenir a discriminação.
  • Escreva cartas para o seu congressista local com sugestões para acabar com a discriminação.

Mais galerias de fotos

Comentários

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível

Direitos autorais © 1999-2014 Demand Media, Inc.

O uso deste site constitui plena aceitação dos Termos de Uso e Política de privacidade de eHow. Ad Choices pt-BR

Demand Media