Como acalmar um paciente psiquiátrico

Escrito por audrey esposito | Traduzido por morgana nunes
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Como acalmar um paciente psiquiátrico
Acalmar um paciente psiquiátrico pode ser feito com um pouco de treino e sorte (Pixland/Pixland/Getty Images)

Quando um paciente psiquiátrico está tomando a medicação corretamente, uma crise violenta ou emocional raramente é vista. Mas, quando a medicação não funciona ou um paciente com doença mental não estiver tomando-a, você pode ser confrontado com o desafio de como acalmá-lo. Amenizar uma crise emocional pode ser difícil, especialmente se ela tiver sido construída por alguns dias ou for acompanhada por um comportamento errático ou perigoso. Mas acalmar um paciente psiquiátrico angustiado pode ser feito com um pouco de treino e sorte.

Nível de dificuldade:
Moderadamente desafiante

Outras pessoas estão lendo

Instruções

  1. 1

    Determinar porque o paciente psiquiátrico está chateado ou precisa se acalmar, tentando falar com ele ou com os membros da família. Dependendo do diagnóstico, ele pode estar chateado com algo que pode não parecer um grande problema para você, mas é uma questão importante para ele.

  2. 2

    Converse com o paciente psiquiátrico. Às vezes, tudo que é preciso para acalmá-lo é uma conversa calma, principalmente focada em você ouvindo as preocupações dele. Use a audição ativa, reformulando o que ele disser; como: "Eu entendo que o que você está dizendo é ...".

  3. 3

    Chame o médico do paciente psiquiátrico. Ele pode prescrever medicamentos que possam ajudar o paciente a acalmar se estiver em casa ou internado. Se ele puder ligar para uma farmácia local, a medicação muitas vezes pode estar disponível dentro de uma hora.

  4. 4

    Determinar se o paciente psiquiátrico tem tomado a medicação e / ou assistido às sessões de aconselhamento regularmente. Pergunte a ele diretamente, se você confiar na resposta dele ou pergunte aos membros da família. Ele pode precisar tomar medicações especiais em situações onde ele perder o controle. Chame o conselheiro familiarizado com a situação do paciente, pois ele pode ter formas de acalmar o paciente.

  5. 5

    Não toque o paciente psiquiátrico, a menos que você esteja muito familiarizado com ele. Tocar um paciente com doença mental pode desencadear um episódio violento ou levar a demonstrações físicas de afeto que você pode não estar confortável (como abraçar ou afago).

  6. 6

    Não diga a um paciente psiquiátrico para "se controlar" ou "parar de chorar". Pacientes doentes mentais não podem controlar sua química cerebral ou emoções; é por isso que eles pediram ajuda.

  7. 7

    Ligue para o seu número de emergência local se parecer que o paciente psiquiátrico não se acalmará, for suicida ou for um perigo para si mesmo ou para outros. Polícia ou os bombeiros são especialmente treinados para acalmar pacientes com doenças mentais.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível