O que acontece quando um avião passa por bolsões de ar

Escrito por chuck robert | Traduzido por henrique monsanto pohl
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
O que acontece quando um avião passa por bolsões de ar
Ao entender a turbulência, os passageiros podem ter menos medo (Thinkstock Images/Comstock/Getty Images)

As bolsas de ar são uma forma de turbulência. O termo "bolsão de ar" é, na verdade, um equívoco, uma vez que não causam o choque, mas diferentes correntes de ar. Especificamente, as bolsas de ar são correntes descendentes de ar que fazem o avião perder altitude muito rapidamente. Elas não danificam o avião, já que as aeronaves são construídas para suportar forças muito maiores. No entanto, os passageiros podem ser lançados de seus lugares e feridos se não estiverem usando o cinto de segurança.

Outras pessoas estão lendo

Ar quente

A turbulência é o movimento do ar que afeta aviões. As partes mais baixas da troposfera — a parte mais baixa da atmosfera — esquentam a partir do sol e elevam até que o ar esfrie o suficiente para parar de subir. Quando o avião atinge o ponto onde o ar deixa de subir, a turbulência pára. O ar quente tende a subir, mas alguns fatores podem fazer com que o ar caia, como tempestades, que causam fortes movimentos de ar para baixo. No entanto, os bolsões de ar também podem ocorrer durante o tempo bom, quando as correntes de ar movem-se muito rapidamente na área de transição entre a estratosfera e a troposfera, fazendo as ondas subirem e descerem. As ondas podem empurrar o avião para baixo. A turbulência extrema pode fazer um avião cair. Charles Bremner especulou que a turbulência fez com que o Air France voo 447 caísse, escrevendo no "Times of London".

Tempestades

A turbulência causada por tempestades é o único tipo de turbulência visível para os pilotos. Ela pode fazer um avião perder 6000 pés de altitude. Os pilotos geralmente desviam de tempestades para evitar turbulência, mas alguns já voaram com sucesso em meio a tempestades tão fortes quanto furacões.

Montanhas

O ar passando em montanhas provoca a turbulência. A turbulência de montanhas vem de ventos fortes que as atingem, fluem sobre elas e criam ondas de ar do outro lado. Os pilotos sabem da turbulência de montanha e podem detectar as bolsas de ar pela forma como as nuvens estão.

Ar limpo

A turbulência de ar limpo pode ocorrer a qualquer momento durante o voo. A única maneira de pilotos notarem a turbulência claro ar é a partir de relatos de turbulência por voos anteriores. Os primeiros aviões não saberão que ela está lá. Essa turbulência é semelhante à encontrada em uma banheira de hidromassagem. No entanto, é mais violenta do que a da água, já que o ar é mais leve e tem uma viscosidade, que é a quantidade de resistência que um objeto experimenta quando fluindo, mais baixa. As correntes convectivas criam bolsões de ar, a partir das nuvens cumulus brancas macias, de modo que os pilotos estão sempre procurando o ar mais suave para viajar. A turbulência é mais comum durante o dia, já que há menos calor durante a noite para aquecer o ar. A turbulência de ar limpo também é chamada de "cisalhamento do vento", e ocorre mais frequentemente com grandes aviões que viajam em altas altitudes.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível