Conhecimento

O que acontece com uma célula animal em uma solução hipotônica?

Escrito por kevin carr | Traduzido por pamela oliveira
O que acontece com uma célula animal em uma solução hipotônica?

Hemácias, presentes em muitos animais, reagem a maiores ou menores concentrações da solução do sangue

Chad Baker/Photodisc/Getty Images

Tanto plantas como animais possuem células, e uma das principais diferenças entre elas é que as células de plantas possuem parede celular. Isso as ajuda a manterem sua forma mesmo se o ambiente muda consideravelmente. Células animais são mais flexíveis e, sem a parede celular, podem reagir de forma mais adversa a mudanças em seu ambiente, como a concentração da solução ao seu redor.

Outras pessoas estão lendo

Membrana plasmática

Todas as células são envolvidas por uma membrana plasmática, que é uma dupla-camada de fosfolipídios que regula a entrada e saída de materiais na célula. Em plantas, a parede celular fica do lado da membrana, o que ajuda a manter sua estrutura. A membrana de uma célula é considerada seletivamente permeável, pois deixa algumas substâncias, como a água, passarem livremente, mas outras não, como íons e moléculas grandes.

Difusão e osmose

Uma solução contém o solvente, o líquido, como a água e o soluto, os sólidos dissolvidos no solvente. Em uma solução, partículas em uma área de grande concentração vão, naturalmente, migrar para uma área de menor concentração. Isso é conhecido como difusão. Quando a difusão ocorre através de uma membrana seletivamente permeável, ela é conhecida como osmose. Isso é importante para as células porque, se o soluto não pode passar pela membrana, que é seletiva, a água vai passar livremente para equilibrar a concentração.

Solução isotônica

Se uma célula está em uma solução que tem a mesma concentração que seu interior, essa solução é isotônica. Essa é a situação ideal para a célula, nela o fluxo de água que sai da célula se iguala ao fluxo que entra. Mas, células frequentemente encontram ambientes que têm concentrações diferentes da suas, como organismos encontrados em água pura (baixa concentração de soluto) ou água do mar (alta concentração de soluto).

Solução hipotônica

Se a solução em volta da célula é menos concentrada do que a que está dentro dela, a solução é hipotônica. Em uma solução hipotônica, a água flui da solução para dentro da célula através da membrana. Esse processo acontece até que as duas soluções tenham a mesma concentração, ou a célula se rompe devido à pressão interna ou suas organelas trabalham para bombear água para fora.

Solução hipertônica

Se uma célula está em uma solução que tem uma concentração maior do que a interna, essa solução é hipertônica. Quando isso acontece, a água flui da célula para a solução. Isso acontece até as concentrações ficarem balanceadas, ou a célula desidrata e morre ou as organelas gastam energia para bombear água para dentro dela.

Células animais x células vegetais

Quando células animais são colocadas em soluções hipotônicas, elas vão absorver água devido à osmose. Se a solução na qual estiverem tiver concentração baixa o suficiente, como a água destilada, a absorção vai fazer as células incharem até explodirem. Isso, é claro, é um grave risco para células em soluções hipotônicas. Células de plantas não estouram devido à rígida parede celular que as segura.

Não deixe de ver

Comentários

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível

Direitos autorais © 1999-2014 Demand Media, Inc.

O uso deste site constitui plena aceitação dos Termos de Uso e Política de privacidade de eHow. Ad Choices pt-BR

Demand Media