O que acontece se você expremer a miliária?

Escrito por kelly gear | Traduzido por thomas anderson
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
O que acontece se você expremer a miliária?
Expremer a brotoeja pode gerar mais dados do que benefícios (BananaStock/BananaStock/Getty Images)

Se você já olhou-se no espelho e percebeu algumas pequenas saliências presentes logo abaixo da superfície de sua pele, você não está sozinho. A maioria dos adultos, e mesmo recém-nascidos, desenvolve essa patologia dermatológica, conhecida como miliária (ou ainda brotoeja). De acordo com a Harvard Health Publications (Publicações de Saúde da Harvard), quando a pele é naturalmente exfoliada, as células mortas ficam presas na base de um folículo piloso ou de uma glândula sudorípara. Daí, misturam-se com oleosidade natural da pele e formam pequenos cistos. A miliária é mais perceptível na face mas pode aparecer em qualquer lugar da pele. Ao contrário de cravos e espinhas, a miliária não tem aberturas e não pode ser extraída espremendo. Geralmente ela desaparece naturalmente.

Outras pessoas estão lendo

Inflamação

Uma das principais razões pelas quais você deve evitar de expremer a miliária é a dor e a inflamação. A brotoeja não tem poros ou infecção e forma-se abaixo da camada superior da pele, tornando a espremedura difícil e dolorosa. Torturar a pele causará apenas vermelhidão, sofrimento e aumentará a inflamação dela. Quando segue seu curso natural, a miliária, geralmente, desaparece dentro de poucas semanas após o seu aparecimento.

Infecção

A miliária não é como espinhas e espremê-las pode lesar a pele. As bactérias de suas mãos podem transferir-se aos poros abertos e implicar na infecção da pele. O trauma dermatológico é um dos motivos mais comuns pelos quais o corpo produz a brotoeja. A pele infectada com bactérias promove a produção de mais vesículas miliárias, que são contra-produtivas e só agravam o problema. Remédios tópicos usados no tratamento dessa doença podem, na verdade, induzir a miliária em algumas pessoas. Você deve sempre procurar um médico antes e durante o tratamento.

Cicatrização

Casualmente, você pode ver alguém que tem cicatrizes graves de acne na face e no corpo. Isso dá-se pela espremedura da pele. Escavar a pele na tentativa de remover a brotoeja pode causar cicatrizes permanentes. Você pode prevenir essas cicatrizes consultando um dermatologista e retirando as vesículas com um dermatologista habilitado. A exfoliação leve de sua pele pode ajudar a reduzir a disseminação da miliária, sem deixar marcas na superfície da pele.

Vergonha

Inflamação, infecção e cicatrizes são todas consequências da tentativa de espremer a miliária da camada profunda da pele. Os efeitos colaterais negativos causados ​​pela auto-extração são mais traumatizantes e perceptíveis do que a miliária por si só. Quando a cicatrização e a inflamação ocorrem, especialmente no rosto, alguns pacientes têm vergonha de sair de casa. Tratá-la com medicamentos que não necessitam de prescrição ou com cuidados profissionais é muito mais eficaz.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível