O que acontece quando você toma Lexapro demais

Escrito por burke moeller | Traduzido por alexandre lima
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • E-mail

O Lexapro é um dos muitos remédios antidepressivos conhecidos como inibidores seletivos de recaptação de serotonina (SSRI), assim como Prozac, Celexa, Paxil e Zoloft. Ele é conhecido também com o nome clínico de escitalopram. A serotonina é um neurotransmissor, uma substância produzida pelo corpo que permite a comunicação entre as células nervosas. Muitas pessoas com depressão têm menores níveis dessa substância no cérebro. Quando uma célula nervosa envia essa substância para outra, a primeira cria uma barreira que impede que ela mesma adquira mais. O Lexapro impede que as células criem essa barreira, permitindo que mais serotonina entre no cérebro.

Outras pessoas estão lendo

Overdose

De acordo com o Instituto Nacional de Saúde Mental dos EUA, os medicamentos SSRI são menos suscetíveis a provocarem danos se tomados em grandes doses quando comparados com antidepressivos mais antigos, como inibidores de monoamina oxidase (MAOIs), antidepressivos tricíclicos (TCAs) e tetracíclicos (TeCAs). Os sintomas de uma overdose de Lexapro incluem intoxicação por serotonina, também conhecida como a síndrome da serotonina, e aceleração dos batimentos cardíacos. A síndrome da serotonina pode causar náusea, vômito, coma e cansaço. Em casos extremamente raros, a síndrome pode ser fatal.

Tratamento

Uma pessoa que teve uma overdose de Lexapro geralmente é medicada com água e eletrólitos e outros fluidos pela veia. Em casos raros, o estômago do paciente deve ser bombeado. Uma vez que a droga for removida, o paciente é colocado em observação por 24 horas.

Overdose não acidental

O Lexapro é prescrito principalmente para pacientes com depressão. Aqueles que sofrem com essa doença têm um maior risco de tentar suicídio. Uma pessoa que teve intencionalmente uma overdose de Lexapro deve ser colocada imediatamente sob os cuidados de médicos treinados em prevenção de suicídios.

Overdose acidental

De acordo com o Instituto Nacional de Saúde Mental dos EUA, pessoas mais velhas têm mais tendência a ter overdose de medicamentos. Isso é devido ao fato de eles terem mais problemas de saúde, tomarem mais medicamentos e portanto têm um risco mais alto de perder uma dose ou errar a quantidade.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível