O que acontece se você não troca suas lentes de contato gelatinosas?

Escrito por tonya edwards | Traduzido por joão melo
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
O que acontece se você não troca suas lentes de contato gelatinosas?
O que acontece se você não troca suas lentes de contato gelatinosas? (Comstock/Comstock/Getty Images)

Um paciente estava sofrendo com infecções oculares crônicas e tinha sido examinado várias vezes nos últimos meses. Finalmente, o médico examinou suas pálpebras e encontrou lentes de contato gelatinosas viscosas e verdes. O paciente disse: "Isso é impossível. Eu não uso lentes de contato há 10 anos". Essas lentes haviam ficado em sua pálpebra superior durante todo esse tempo. Normalmente, as lentes de contato que não são substituídas regularmente podem causar problemas muito mais cedo do que isso.

Outras pessoas estão lendo

Tipos de modalidades descartáveis

As lentes de contato normalmente são descartadas todo dia, a cada duas semanas ou uma vez por mês. O tempo de eliminação depende do seu estilo de vida. As descartáveis ​​diárias funcionam bem se você não quer lidar com os líquidos para lentes. Elas também são a melhor escolha se você só quer usá-las de vez em quando. Lentes de duas semanas e mensais são uma opção mais barata. Elas estão também disponíveis para uso prolongado, podendo ser usadas de forma segura durante a noite.

Razões pelas quais os pacientes não substituem suas lentes de contato

A razão número um pela qual os pacientes não trocam suas lentes regularmente é o custo. As lentes de contato, mesmo com os descontos disponíveis, podem ser caras. Outra razão é que os pacientes simplesmente se esquecem de trocá-las. Além disso, eles podem não ter sido educados corretamente sobre o tempo que cada lente dura. Podem achar que enquanto não tiverem nenhum problema, não há nenhuma razão para mudar a lente.

Desconforto: O primeiro sinal de que suas lentes estão muito velhas

Ardor, irritação, sensibilidade à luz, percepção e movimento excessivo da lente: todos esses são sintomas que você pode sentir se estender a vida de suas lentes de contato por muito tempo. Quando uma lente é muito utilizada, proteínas e outras partículas podem se acumular nela. Essas partículas podem causar irritação mecânica na parte inferior da pálpebra superior. Esta condição é chamada de conjuntivite papilar gigante. O acúmulo excessivo de detritos pode fazer com que os olhos fiquem tão desconfortáveis que você tenha que limitar o tempo de uso das lentes ou descontinuá-las completamente.

Infecção: Um risco sério associado ao uso prolongado

Desconforto e sensibilidade à luz são muitas vezes os primeiros sinais de complicações graves que podem surgir por conta do uso prolongado. Lentes velhas são mais propensas à contaminação bacteriana. Quando a bactéria entra em contato com a córnea, uma coleção de células brancas do sangue pode se formar. Esta é a primeira fase de uma úlcera da córnea. Se deixada sem tratamento, uma úlcera completa pode corroê-la. Ao primeiro sinal de vermelhidão, dor e sensibilidade à luz, a lente de contato deve ser removida e você deve procurar tratamento com o seu oftalmologista.

O que acontece se você não troca suas lentes de contato gelatinosas?
Sensibilidade à luz pode ser sinal de uma complicação séria do uso prolongado de lentes de contato (Medioimages/Photodisc/Photodisc/Getty Images)

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível