O que pode acontecer com um ecossistema após a erupção de um vulcão?

Escrito por frank b. chavez iii | Traduzido por jacques baroukh aben athar de alcantara
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
O que pode acontecer com um ecossistema após a erupção de um vulcão?
A lava é capaz de remodelar a superfície terrestre (NA/AbleStock.com/Getty Images)

As forças naturais frequentemente causam alterações no formato da Terra. Durante uma erupção vulcânica, materiais como gás quente, cinzas, rocha derretida e fragmentos rochosos são violentamente arremessados para fora das entranhas do planeta, através de aberturas na crosta. A liberação de todo esse material pode causar efeitos positivos ou negativos no meio ambiente.

Outras pessoas estão lendo

Poeira e cinzas

Em 18 de maio de 1980, o monte Santa Helena, nos Estados Unidos, entrou em erupção após permanecer inativo durante 123 anos. A grandiosa explosão pôde ser escutada a mais de 300 quilômetros de distância, em Vancouver, no Canadá. Ela destruiu o lado norte da montanha, diminuindo sua altura em 400 metros, além de causar uma avalanche de rochas descendo montanha abaixo. Uma nuvem de poeira se espalhou pelo ar em 20 quilômetros, à medida que fluxos de gás e cinzas incineraram tudo o que tocaram. A erupção causou o achatamento de todas as árvores por uma extensão de 25 quilômetros, cobriu a paisagem adjacente com poeira e os rios sobreviventes foram preenchidos com lama, árvores quebradas e cinzas.

Fluxo da lava

Abaixo da superfície da Terra existem bolsas preenchidas com rochas derretidas, que são chamadas de magma. As erupções vulcânicas as liberam na forma de lava. A lava flui lentamente através da paisagem, encobrindo estradas, queimando florestas e destruindo construções. No entanto, quando esfria, ela forma novas rochas e reconstrói a crosta terrestre, formando novas porções de terra como as ilhas do Havaí. Após décadas ou séculos, a vida consegue retornar à área. Os nutrientes das cinzas promovem o crescimento de líquens, musgos, flores e árvores. As plantas transformam as rochas em um solo rico em nutrientes. Algumas das terras cultiváveis mais ricas do mundo estão localizadas próximas a vulcões.

Gases vulcânicos

As erupções vulcânicas liberam gases como o dióxido de carbono, o fluoreto de hidrogênio e o dióxido de enxofre. Esses gases podem causar diversos acontecimentos. Por exemplo, o dióxido de enxofre causa um resfriamento, uma vez que forma aerossóis que refletem a luz do sol. Os gases de flúor podem causar o desenvolvimento da fluorose, que destrói e mata os ossos. Em agosto de 1986, após uma erupção no lago Nyos em Camarões, África central, 1700 pessoas morreram devido ao envenenamento por dióxido de carbono. Esse gás também é um gás do efeito estufa, que prende o calor e contribui para o aquecimento global. No entanto, vulcões geram apenas cerca de 110 milhões de toneladas de dióxido de carbono por ano.

Efeitos atmosféricos

Em junho de 1991, o monte Pinatubo, nas Filipinas, entrou em erupção depois de permanecer adormecido durante 600 anos. Foram criadas enormes nuvens de cinzas que bloquearam o sol durante dias, trazendo também chuvas torrenciais que afogaram várias áreas em lama. Erupções como a do monte Pinatubo podem afetar a atmosfera terrestre de várias maneiras. À medida que a fumaça liberada durante a erupção chega à atmosfera e condensa, são formadas nuvens de chuva. A poeira no ar pode dispersar a luz do sol, conferindo uma linda e sinistra coloração vermelha ao pôr e ao nascer do sol. Essa mesma poeira pode ser espalhada pelo planeta, bloqueando a luz solar e abaixando temperaturas. Se existirem partículas o suficiente, podem acontecer resfriamentos globais, eras do gelo e extinções em massa.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível