Como acordar o pé quando ele ficar dormente

Escrito por susan abe | Traduzido por morgana nunes
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Como acordar o pé quando ele ficar dormente
Mova os dedos dos pés, para restaurar a circulação (Photos.com/Photos.com/Getty Images)

O termo médico para um pé dormente é parestesia, que é uma sensação de queimação, coceira ou formigamento, também às vezes sentida nas mãos, nos braços, nas pernas ou nos pés. A sensação de "alfinetes e agulhas" da parestesia temporária é algo que a maioria das pessoas já experimentou depois de se ajoelharem por muito tempo sobre os pés ou depois de terem sentado com as pernas cruzadas. As sensações estranhas ocorrem após um nervo ter estado sob uma pressão constante. A parestesia temporária dissipa rapidamente quando a pressão é removida e a circulação é restaurada na área.

Nível de dificuldade:
Fácil

Outras pessoas estão lendo

Instruções

  1. 1

    Remova qualquer peso que possa estar causando a compressão no nervo. Descruze as pernas ou os tornozelos, endireite-se de uma posição ajoelhada ou retire qualquer peso no seu colo.

    Como acordar o pé quando ele ficar dormente
    Faça o cão sair do seu colo, se ele estiver deitado na sua perna e comprimindo o nervo (Chris Amaral/Digital Vision/Getty Images)
  2. 2

    Coloque os pés no chão.

  3. 3

    Mexa os dedos dos pés, conforme começar a ter a circulação de volta no seu pé. O movimento muscular aumentará a circulação para a área. A sensação de "alfinetes e agulhas" pode intensificar brevemente, enquanto o nervo se descomprime.

  4. 4

    Gire os tornozelos e mova os pés em círculos, conforme a circulação começar a retornar.

  5. 5

    Quando a sensação normal tiver retornado para o seu pé, levante-se e ande, para aumentar a circulação na área ainda mais.

Dicas & Advertências

  • Se sentir que seu pé começando a adormecer, mude a posição, antes que ele esteja totalmente dormente. Isso diminuirá o tempo de recuperação.
  • Não tente ficar de pé ou andar até que seu pé esteja "acordado". Se ele estiver dormente, poderá tropeçar e cair.
  • A parestesia crônica pode ser um sintoma de uma doença neurológica ou circulatória subjacente. Se isso acontecer muitas vezes, consulte o seu médico.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível