Como adicionar ômega-3 à alimentação do seu cão

Escrito por kathy mair | Traduzido por ede m.s.
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Como adicionar ômega-3 à alimentação do seu cão
Os alimentos processados para cães são mais propensos a ter menos ácidos graxos ômega-3 (Digital Vision./Digital Vision/Getty Images)

Em resposta ao aumento das alergias em cães, os ácidos graxos e ômega-3 foram inicialmente introduzidos na dieta dos cães. Os veterinários desde então descobriram outros benefícios, incluindo a redução do colesterol, alívio da dor da artrite e tratamento da doença renal. O ácido eicosapentaenoico, ou EPA, e o ácido decosahexaenoico, ou DHA, ambos ácidos graxos ativos, criam resultados positivos quando incluídos na dieta do seu cão por ao menos seis semanas. Os alimentos processados para cães são ricos em ácidos graxos ômega-6 -- que também beneficiam a saúde canina --- mas são pobres em ácidos graxos e ômega-3. Os suplementos para aumentar o consumo de ômega-3 do seu cão são recomendados se você o alimenta com ração comprada em lojas.

Nível de dificuldade:
Moderadamente fácil

Outras pessoas estão lendo

O que você precisa?

  • Óleo de peixe ou semente de linhaça
  • Peixe
  • Comida para cachorros especialmente formulada
  • Suplementos de vitamina E

Lista completaMinimizar

Instruções

  1. 1

    Leia os ingredientes do alimento do seu cão. Caso os óleos de peixe estejam listados, o seu cão está ingerindo ácidos graxos ômega-3. Se linhaça ou óleo de semente de linhaça estiverem listados, o seu cão pode ou não estar se beneficiando do ômega-3. O ácido na semente de linhaça deve ser convertido em EPA e DHA para ser benéfico, e alguns cães podem não ser capazes de criar essa conversão.

  2. 2

    Compre suplementos de ômega-3 desenvolvidos especificamente para cães e outros animais de estimação. Ambas as formas em líquido ou comprimidos estão disponíveis.

  3. 3

    Adicione a dose correta de suplemento à refeição do seu cão baseada em seu peso. As doses geralmente são diferentes para cães com menos de 20 kg do que para os mais pesados.

  4. 4

    Consulte o seu veterinário sobre a dose adequada caso queira usar cápsulas de óleo de peixe destinadas para consumo humano. Perfure a cápsula e esprema o óleo na comida do seu cão caso ele não consiga engolir comprimidos.

  5. 5

    Selecione um suplemento que contenha vitamina E ou adicione-o juntamente com o seu óleo de peixe. O aumento de ácidos graxos ômega-3 na dieta requer um aumento em antioxidantes, de qual a vitamina E é uma excelente fonte.

  6. 6

    Alimente o seu cão com peixe fresco ou em conserva. Salmão e peixe branco são frequentemente utilizados em alimentos comerciais para cães e são considerados seguros para eles.

Dicas & Advertências

  • Os alimentos para cães com ácidos graxos ômega-3 estão disponíveis através do seu veterinário.
  • Caso você alimente o seu cão com uma dieta natural ou crua, adicione os ácidos graxos recomendados pelo seu veterinário.
  • Não complemente com semente de linhaça ou óleo de semente de linhaça caso o seu cão esteja em risco de doença renal.
  • Alguns peixes crus são perigosos para os cães, por isso consulte o seu veterinário antes de usar este método de consumo de ômega-3.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível