Como ajudar sua filha a ter segurança quando entrar na pré-adolescência

Escrito por bobbie brewer | Traduzido por rafael zeringota
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail

Um guia para pais de pré-adolescentes

Como ajudar sua filha a ter segurança quando entrar na pré-adolescência
A adolescência é divertida, mas também é um período cheio de conflitos para uma menina (Jupiterimages/Photos.com/Getty Images)

É certo que sua filha se tornará obcecada com a aparência. Apenas diga a ela que você a aceita do jeito que é.

— Linda K. Malm, conselheira licenciada profissional

Aadolescência é um período excitante para garotas, mas, nessa transição de menina para adulta, sua autoestima pode ficar baixa. A mesma menina que dizia "Eu sei" quando você dizia que ela era linda, agora, ignora seu elogio. De repente, ela passa de uma garota que se sentia uma princesa para alguém que se sente um patinho feio. Infelizmente, é comum as adolescentes se preocuparem excessivamente com sua imagem. "Nossa cultura é baseada em imagem, então, é um desafio vencer essa barreira", diz Linda Malm, psicóloga licenciada em Wyoming. Pode ser difícil observar a adolescente presente em sua vida, já que a confiança dela em si mesma demora a ressurgir, não acompanha o desenvolvimento corporal. Porém os pais que já passaram por isso dirão que é normal. "É certo que sua filha se tornará obcecada com a aparência", Linda diz. "Apenas diga a ela que você a aceita do jeito que é". Você não pode impedir que uma garota passe pela adolescência, mas há muitas coisas que pode fazer para ajudá-la a superar essa fase de baixa autoestima.

Afirme suas mudanças

Adolescentes geralmente passam bastante tempo na frente do espelho à medida que sentem seu corpo mudar. Embora elas gostem de fazer isso, às vezes sentem como se todos estivessem olhando para elas, além de sentirem uma grande pressão para se encaixar entre os colegas.

"Minha preocupação como conselheira é a admiração por estrelas de cinema que são perigosamente magras", diz Linda. "Ajudar sua filha a reconhecer qual é seu peso normal e saudável e ajudá-la a valorizar sua beleza é importante".

Linda afirma que "sua beleza" inclui o peso ideal de sua pré-adolescente e como ela expressa sua personalidade e sua inteligência. Garotas preocupadas com qualquer uma dessas questões se preocupam com o que as outras pré-adolescentes pensam a seu respeito, o que pode afetar sua segurança. Um dos pais talvez tenha que intervir para ajudar.

Dardi Roy, do Novo México, esposa de militar por muitos anos e mãe de uma pré-adolescente, diz que os amigos e a família ajudaram sua filha quando ela estava nessa fase.

"Eles asseguraram que ela era bonita e que não era só uma beleza exterior, mas também interior", Dardi disse.

Celebre suas primeiras vezes

Dardi diz acreditar que os pais podem ajudar a guiar as escolhas da filha quando a fase das "primeiras vezes" se aproxima. Ela diz que seus esforços valeram a pena.

Ela diz sobre sua filha: "Como adolescente, ela agora está confortável com seu próprio estilo."

Linda diz que paixões por celebridades geram problemas Mãe x Filha quando se trata de roupas. A maioria das pré-adolescentes vão ter uma celebridade nova como modelo e, nos dias atuais, a maioria das celebridades revelam seu corpo.

Ela diz que os pais precisarão tirar um tempo para conversar sobre escolhas de roupas com suas filhas.

"Certifique-se de que ela esteja atenta aos valores quanto a expor seu corpo antes de irem às compras juntas", Linda diz.

Se nada der certo, Linda diz, você talvez possa convencê-la de que ela pode se expressar através de cores e estampas em vez de expor o corpo.

Laura Gray, uma enfermeira e mãe, de Oklahoma, disse que sua filha é alta e com porte atlético, então, é difícil achar a marca famosa que os adolescentes gostam no tamanho dela. Laura nunca deixa sua filha sentir como se ela fosse diferente.

"Conversamos sobre como as roupas caem e sobre sua aparência em vez do tamanho na etiqueta", diz Laura. "Não foi fácil e houve muitas lágrimas, mas continuamos comprando e achamos outras lojas que oferecem roupas estilosas e fofas para meninas".

Linda diz que dicas de cosméticos e modificações corporais podem ser úteis.

"Maquiagem é uma maneira não prejudicial de a adolescente se expressar. Alguns limites na quantidade de maquiagem para os olhos são apropriados para situações diferentes. Pense assim: a maquiagem pode ser retirada, enquanto uma tatuagem é permanente."

Dê espaço a ela

A última coisa que uma adolescente quer é ser tradada como uma menininha, mesmo ainda sendo uma aos olhos de sua mãe. Kim Griffin, professora aposentada e mãe de uma filha já adulta, diz acreditar que meninas precisam de privacidade para se tornarem independentes, "mas garotas adolescentes ainda precisam que os pais se envolvam".

Dardi concorda com Kim.

"Penso que as crianças respeitam os pais que lhe dão espaço para serem independentes e, mesmo assim, se preocupam de verdade com o que elas estão fazendo e com o que está acontecendo em suas vidas", diz Dardi.

Ter privacidade cai muito bem com a necessidade de independência de sua adolescente. Você pode nutrir isso lhe dando responsabilidade. Linda aponta que a garota "deve contribuir com a família fazendo os trabalhos de casa e lavando suas próprias roupas".

Essa liberdade pode se expandir para fora de casa também. A autoestima dela pode crescer mais ainda quando você toma a decisão de deixá-la ir a festas da escola ou a atividades sem a sua presença, mas você não precisa deixá-la sem supervisão. Deixe-a saber que você estará envolvida.

"Esteja envolvida em situações escolares", diz Laura. "Meu marido trabalha na escola. Esta é a melhor situação. Conhecemos todos, e todos os adultos são supervisores (dos mais novos). Temos olhos por todos os lados. Tentamos ser pais divertidos que as crianças queiram estar por perto e se comunicar."

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível