Como ajudar alguém que você ama a superar o transtorno bipolar

Escrito por jill leviticus | Traduzido por laila teixeira
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Como ajudar alguém que você ama a superar o transtorno bipolar
Há muitas coisas que podem ser feitas para ajudar a pessoa que você ama a enfrentar os altos e baixos causados pelo transtorno bipolar (Digital Vision./Photodisc/Getty Images)

Ajudar uma pessoa amada que sofre de transtorno afetivo bipolar pode ser difícil, sobretudo quando ela não aceita se tratar. O transtorno bipolar, também conhecido como transtorno maníaco depressivo, causa oscilações de humor graves que vão desde estados depressivos até excitação extrema e euforia. Esse transtorno pode ter um efeito devastador sobre todas as áreas da vida da pessoa quando não tratado. Embora cuidar de uma pessoa amada que sofra de bipolaridade possa ser desafiador, há muitas coisas que podem ser feitas para ajudá-la a enfrentar os altos e baixos causados pela doença.

Nível de dificuldade:
Moderado

Outras pessoas estão lendo

O que você precisa?

  • Autorização escrita para discutir medidas de tratamento
  • Porta-comprimidos

Lista completaMinimizar

Instruções

  1. 1

    Peça que a pessoa que você ama lhe autorize por escrito a conversar com seus médicos a respeito desse problema. Durante uma crise, você poderá ser o representante da pessoa e falar com o médico a respeito de cuidados e medicação.

  2. 2

    Aprenda quais são os sinais de alerta que seu amigo ou parente emitem antes da ocorrência de uma crise. Se você notar algum desses sinais, fale a respeito deles com seu amigo e sugira que ele procure aconselhamento médico. Se necessário, faça esse contato por ele.

  3. 3

    Ofereça apoio e diga à pessoa que você compreende que a doença dela é real. Enfatize a importância dela na sua vida e na de outras pessoas e diga que tem certeza de que ela superará essa fase difícil.

  4. 4

    Ajude seu amigo a manter controle da sua medicação, para que ele nunca fique sem remédios. Compre os medicamentos em dia e coloque-os em um porta-comprimidos para evitar que o paciente não se confunda em relação a ter tomado o remédio ou não.

  5. 5

    Descubra o que pode ser feito durante uma crise. Limpar a casa, lavar roupas ou fazer supermercado podem parecer tarefas impossíveis para quem está com depressão. Cuidar desses detalhes para seu amigo ou parente tornarão o dia dele mais fácil.

  6. 6

    Forme uma rede de amigos e parentes dispostos a cuidar da pessoa que você ama. É comum ficar sobrecarregado quando se é responsável pelos cuidados de alguém com transtorno bipolar. Dividir a responsabilidade com outras pessoas garantirá que você não faça mais do que pode.

  7. 7

    Chame uma ambulância imediatamente caso seu amigo ou parente esteja fazendo algo que possa ser perigoso para si ou para outras pessoas. Não aguarde pelo resultado. Se você resolver esperar, uma tragédia pode acabar acontecendo.

Dicas & Advertências

  • Reserve algum tempo para você. De acordo com o site Bipolar World, é importante que a sua vida não gire em torno da doença da pessoa amada. Se você não cuidar da sua própria saúde e bem-estar, poderá acabar não conseguindo cuidar de quem você ama. Caso essa responsabilidade esteja sendo penosa, consultar-se com um psicólogo ou juntar-se a um grupo de apoio a familiares de pacientes psiquiátricos pode ser benéfico.
  • Leve conversas sobre suicídio a sério. Caso seu amigo ou parente toque nesse assunto, marque uma consulta médica para ele. Se há perigo iminente de suicídio, chame a polícia.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível