Como ajustar o tom de um sino de igreja

Escrito por chris magyar | Traduzido por marina costa
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Como ajustar o tom de um sino de igreja
Ajustar sino de igreja é um trabalho árduo e exigente, que deve ser feito por um especialista (Photos.com/Photos.com/Getty Images)

Sinos são um incremento musical a torres de igreja desde os primórdios da própria igreja católica, possivelmente já no século 4. Embora a sua beleza e a capacidade de propagar o som por longas distâncias fossem bem valorizadas, foi apenas na Renascença que se passou a conhecer o suficiente sobre metalurgia e física para sincronizar sinos e fazer músicas.

Nível de dificuldade:
Desafiante

Outras pessoas estão lendo

O que você precisa?

  • Suporte giratório
  • Diamante industrial
  • Torno mecânico
  • Diapasão

Lista completaMinimizar

Instruções

    Teste o som

  1. 1

    Toque o sino para ter uma amostra do som. Esse som pode ser capturado por análises eletrônicas ou comparado de ouvido, com um diapasão. Em adição ao tom, procure também por qualquer vibração ou som que vá e volte, escute e tente perceber se há uma batida bem definida do badalo.

  2. 2

    Use diamante ou algum outro material para criar ranhuras na parede interior do sino, se houver alguma pulsação no som. As pulsações são causadas por um peso desigual ao longo da circunferência do sino. Se um lado for significantemente mais grosso e, por isso, mais pesado do que outro, uma batida ou uma pulsação pode resultar disso. Fazer ranhuras na parede mais grossa diminui o excesso de peso, sem alterar a afinação do sino.

  3. 3

    Ajuste o comprimento do pêndulo segurando o badalo, se o som do estiver baixo demais ou destorcido. O badalo deve bater na superfície interior do sino em um ângulo perpendicular. Ele deve ser perfeitamente redondo e duro o suficiente para causar um som não abafado. Caso o badalo precise ser substituído, prefira utilizar um de ferro fundido.

  4. 4

    Analise os sons do sino. Cada sino possui múltiplos sons, dependendo do tamanho e ou do peso. O tom nominal é o tom base do sino, a "nota" que ele aparentemente faz soar. Entretanto, também haverá um tom de uma oitava acima do nominal, além do tom de uma quinta acima. O tom do zumbido reside cerca de uma oitava abaixo do nominal. Saber qual desses tons está fora de alinhamento é a chave para saber onde e como alterar o interior ou o exterior do sino para o ajuste.

  5. 5

    Use o torno para afinar a parte do sino que precisa de ajuste no tom. O tom de zumbido é uma função de todo o comprimento do sino e não pode ser facilmente ajustado. Os tons nominal e fundamental ocorrem mais próximos ao lábio do sino, com o valor nominal acontecendo na região mais inferior. A terça (tierce) ocorre onde a forma do sino começa a ficar côncava novamente, a partir da borda exterior convexa. Acima da terça está a quinta, ou "quint", que se estende até onde a forma do sino vira em direção à cabeça. A terça e a quinta são as áreas mais comumente ajustadas do sino, ainda que seja impossível afinar um sino se a fundamental e a nominal não estiverem corretas.

Dicas & Advertências

  • Tente adquirir um bom conhecimento do metal de que o sino é feito (tipicaente bronze). Materiais diferentes requerem e reagem de modo distinto a diferentes métodos de afinação e ranhuras.
  • Moa apenas quantidades muito pequenas do sino com o torno. Se mais do que a quantidade mínima de material precise ser sulcada ou moída para conseguir o tom correto, o sino precisará ser refundido. A falta de muito material poderá enfraquecer o sino e expô-lo ainda mais à decadência de tom.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível