Como o álcool afeta o sistema nervoso?

Escrito por vaughnlea leonard | Traduzido por marina mendes
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Como o álcool afeta o sistema nervoso?
O álcool afeta o sistema nervoso inibindo os sinais entre o cérebro, as terminações nervosas e a medula espinhal (blue neuron image by Andrew Brown from Fotolia.com)

Outras pessoas estão lendo

Como o álcool age

O álcool, ou etanol, afeta o sistema nervoso humano inibindo os sinais entre o cérebro, as terminações nervosas e a medula espinhal. Quando as pessoas bebem, a corrente sanguínea absorve o álcool e as funções do sistema nervoso diminuem drasticamente, o que pode ser percebido pelo zumbido ou pela dormência que as pessoas normalmente sentem após beberem. O álcool afeta o corpo mais ou menos do mesmo jeito que um sedativo, mas ele não passa pela digestão regular como um sedativo. Ele vai direto à corrente sanguínea. É isso que faz o álcool ser tão perigoso em alguns aspectos. Se alguém beber muito rápido, o álcool pode teoricamente paralisar um órgão por completo.

Sistema nervoso autônomo

O corpo humano tem basicamente dois sistemas: o voluntário e o involuntário. O sistema voluntário controla, por exemplo, os músculos, enquanto o involuntário, ou sistema nervoso autônomo, controla a velocidade com que os órgãos podem operar. Ele também controla a respiração e o coração. Normalmente, os sinais elétricos são enviados do cérebro para o corpo, o que regula o modo como a pessoa respira. Se a pessoa tem algum tipo de condição médica preexistente, esse processo já pode ser um pouco inibido. Mais uma vez, a pessoa não tem controle sobre as funções do sistema nervoso, então, quando ela bebe em demasia, o cérebro não consegue interpretar os sinais elétricos devidamente, resultando em dificuldades para respirar ou até em parada completa da respiração.

Efeitos em longo e em curto prazo

Os efeitos do álcool em longo e em curto prazo no sistema nervoso dependem da quantidade ingerida e da duração da exposição. Os efeitos mudam com o tempo e variam de acordo com o nível de tolerância individual. A tolerância também pode mudar com o tempo. As células humanas se tornam menos permeáveis ao álcool se a pessoa bebe por um longo período. Isso quer dizer que elas se tornam, literalmente, mais grossas. Um sistema nervoso saudável depende de células saudáveis. Se as células realmente constroem resistência ao álcool, a pessoa se torna menos capaz de combater infecções e um número de sérios problemas pode aparecer. Derrame, ataque cardíaco e até mesmo demência podem ser resultado da influência do álcool no sistema nervoso.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível