Álcool e codeína

Escrito por ellen swanson topness Google | Traduzido por kelly isayama
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Álcool e codeína
Misturar álcool com medicamentos pode ser fatal (Thinkstock/Comstock/Getty Images)

Os efeitos da mistura do álcool e qualquer medicamento pode ser fatal. Eles diferem de pessoa a pessoa devido a uma série de fatores, como o peso, química corporal, tolerância e o período de tempo envolvido. Já que há o elemento de imprevisibilidade todas as vezes que essas substâncias são misturadas, uma medida perspicaz é evitar fazer isso. Uma combinação particularmente arriscada é o álcool com a codeína.

Outras pessoas estão lendo

Álcool

O álcool pertence à classe de drogas dos depressores do sistema nervoso central. Esses fármacos retardam a função desse sistema, incluindo a respiração, processos de pensamento e pulso cardíaco. Eles também podem causar sonolência excessiva.

Codeína

A codeína é um opioide. Os opioides estão em uma classe de drogas denominadas analgésicos (aliviam a dor). Os opioides também são considerados depressores do sistema nervoso central, o que significa que eles possuem efeitos similares aos do álcool.

Misturando codeína e álcool

A codeína e o álcool são ambos depressores do sistema nervoso central. Por isso, misturar esses dois aumenta os efeitos, ou seja, pode ser que ocorra sedação aumentada e outras consequências, sendo que a mais fatal delas é a overdose. Isso acontece porque os dois medicamentos funcionando juntos podem retardar ainda mais o funcionamento do sistema nervoso, ao ponto de haver uma parada completa.

Codeína

Verifique os rótulos cuidadosamente quando tomar qualquer medicação. Lembre-se de que, até mesmo quando o nome do fármaco não é codeína, ele pode conter esse ativo. Exemplos disso são o Vicoden e o Tylenol 3. Além disso, há outros opioides similares à codeína que devem ser considerados perigosos quando misturados com o álcool. Alguns dos mais comuns são o Percocet e Dilaudid.

Precauções

Nunca misture o álcool com nenhuma medicação, isento ou não de prescrição, sem consultar antes um farmacêutico ou médico. Particularmente, não misture opioides e álcool, já que um aumenta a potência do outro.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível