Alergia a eritromicina

Escrito por lynn anders | Traduzido por ikaro mendes
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Alergia a eritromicina
Reações alérgicas são efeitos secundários da eritromicina (drugs image by alimat from Fotolia.com)

Vários produtos de eritromicina estão no mercado para o tratamento de uma variedade de infecções bacterianas. Antibióticos estão disponíveis apenas com prescrição médica. Esses produtos podem vir em forma de comprimido, líquido ou como uma pomada ocular, podendo causar diversos efeitos secundários, incluindo reações alérgicas.

Outras pessoas estão lendo

Ocorrência

Reações alérgicas para eritromicina são consideradas incomuns.

Condições da pele

Eritromicina pode causar erupções cutâneas ou urticária, que podem causar feridas. Estas podem aparecer de repente, a qualquer momento durante o tratamento.

Anafilaxia

Nos casos mais graves de reação alérgica, os pacientes sofrem de anafilaxia. Nessas situações, os pacientes podem ter dificuldade em respirar, ou a face, língua ou garganta podem inchar.

Prevenção

Eritromicina torna as pessoas mais sensíveis à luz do sol e luz ultravioleta. Evite a exposição ao sol e luzes UV artificiais ao tomar eritromicina para evitar queimaduras e reações alérgicas na pele.

O que fazer

Se você tiver uma reação alérgica a eritromicina, pare de tomar o medicamento imediatamente e contate o seu médico. Obtenha atendimento médico de emergência se você tiver quaisquer sintomas de anafilaxia.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível