Alergia a framboesas

Escrito por taylor divico | Traduzido por raissa oliveira
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Alergia a framboesas
Framboesas causam alergias devido à sensibilidade do indivíduo a substâncias químicas naturais (raspberry image by Alison Bowden from Fotolia.com)

As framboesas contêm salicilatos, substâncias químicas naturais produzidas pelas plantas. Pessoas com alergia a esses componentes têm sensibilidade a frutas como framboesas, morangos, amoras, uvas passas e tangerina.

Outras pessoas estão lendo

Função

Os alérgenos nas framboesas afetam as pessoas sensíveis através da inalação, consumo e toque, fazendo com que os anticorpos da imunoglobulina E (IgE) estimulem a libertação de histamina, que causa inflamação, levando à produção de muco e reações.

Efeitos

A alergia a framboesas pode causar sintomas como coceira, corrimento nasal, olhos lacrimejantes e dificuldades respiratórias devido ao eczema, urticária, rinite, conjuntivite, reações alérgicas e asma.

Considerações

Indivíduos com alergia a framboesa podem apresentar sintomas semelhantes ao consumir frutas, legumes, nozes, ervas e especiarias que contenham salicilatos, como alimentos e geleias à base de tomate, alcaçuz, tomilho, endro e castanhas.

Diagnóstico

Indivíduos que têm reações às framboesas podem considerar uma visita a um alergista ou imunologista para testar alergias ao salicilato através da dieta de eliminação ou testes de provocação alimentar, já que essas substâncias são encontradas em uma variedade de alimentos e medicamentos.

Tratamento

O tratamento para a alergia moderada à framboesa inclui pomadas ou sprays anti-histamínicos tópicos para reduzir o inchaço, anti-histamínicos orais, descongestionantes e inaladores para diminuir o congestionamento e o chiado no peito.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível