Alergia a maçã e pera

Escrito por erin maurer | Traduzido por rayssa amorim
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Alergia a maçã e pera
As maças e as peras pertencem a mesma família (apples and pears image by Tomo Jesenicnik from Fotolia.com)

As maçãs e as peras são membros da mesma família de frutas. As pessoas que são alérgicas a uma delas normalmente são alérgicas à outra. A sensibilidade oral com a maçã ou pera é ligada à alergia ao pólen da bétula. Esse pólen provoca uma reação alérgica aos frutos da macieira e da pereira.

Outras pessoas estão lendo

A alergia ao pólen da bétula

De acordo com o site WrongDiagnosis.com, esse pólen é um dos muitos capazes de causar os sintomas da febre do feno. Durante a primavera, verão e outono, as árvores liberam o pólen no ar. As alergias a ele podem causar coceira e olhos lacrimejantes, espirros, tosses e dores de cabeça.

Conexão com as frutas

Além de causar sintomas da febre do feno, a alergia ao pólen está ligada a uma outra alergia maçãs e peras. Segundo o website Informall, as pessoas com alergia ao pólen da bétula podem desenvolver alergia a maçãs por causa de uma proteína similar. A proteína no pólen, embora cause sintomas de alergia, é semelhante a proteínas encontradas na maçã. Essa fruta e as peras são membros da mesma família, por isso, elas compartilham proteínas semelhantes. A maioria das pessoas alérgicas a maçãs também é alérgica a peras.

Síndrome de alergia oral

De acordo com o website Calgary Allergy, as alergias a peras e maçãs são conhecidas por causar uma condição chamada de síndrome de alergia oral. Essa doença é uma alergia a certos tipos de frutas, vegetais, sementes, temperos e nozes. As pessoas nem sempre são alérgicas a todos os tipos de frutas conhecidas por causar os sintomas dessa síndrome. Contudo, elas são, geralmente, alérgicas aos grupos de frutas, vegetais e nozes que pertencem a uma mesma família.

Sintomas

O mesmo website também diz que os sintomas da síndrome de alergia oral variam de leves a graves. Os leves incluem coceira e formigamento quando se come a fruta crua, os moderados incluem inchaço dos lábios e da língua, coceira nos olhos, corrimento nasal, espirros e erupção cutânea nas áreas do corpo que entraram em contato com a fruta. Já os sintomas graves podem ser fatais. Alguém com alergias graves a maçã e peras pode vomitar, sentir dificuldade para respirar, ataques de asma, inchaço na garganta e choque anafilático.

Tratamento

O tratamento para essa síndrome varia de acordo com a gravidade da alergia. Na maioria dos casos, essas alergias ocorrem apenas quando se come ou manuseia as frutas cruas. Às vezes, cozinhá-las resolve o problema. Outras pessoas evitam os sintomas através de injeções. Na maioria dos casos, o melhor é evitar o contato ou consumo das maçãs e peras.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível