Alergias em donos de lulu-da-pomerânia

Escrito por kate daniels | Traduzido por tamara loebe
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Alergias em donos de lulu-da-pomerânia
O lulu-da-pomerânia é um cão adorável, mas que pode trazer sérios problemas para quem tem alergias (cautious pomeranian image by John Sfondilias from Fotolia.com)

Donos de cachorros da raça lulu-da-pomerânia, muitas vezes, acham impossível resistir a dar carinho ao seu cão, e os cachorros, por sua vez, querem estar perto de seus donos em todos os momentos. Essa proximidade pode ser maravilhosa, mas para quem sofre de alergia, o contato também pode ser miserável. A maioria dos proprietários de lulu-da-pomerânia nunca consideraria se despedir de seus cães, mas, felizmente, existem maneiras de lidar com as alergias.

Outras pessoas estão lendo

Causas

Embora muitas pessoas assumam que é o pelo do cão que provoca uma reação alérgica, na realidade é a saliva. Uma proteína é secretada na saliva e na urina do animal. Quando o cão lambe o pelo, a proteína é depositada e, então, dispersa no ar enquanto o cão se move. A lambida de seu lulu-da-pomerânia pode causar uma erupção cutânea, muitas vezes acompanhada por uma coceira intensa.

Sintomas

Espirros, congestão nasal, coriza, respiração ofegante, falta de ar e erupções cutâneas são sinais de que você pode ser alérgico ao seu cão. Muitas vezes, seus olhos podem ficar avermelhados e inchados. Às vezes, uma pessoa com alergia a seu cão pode sofrer gripes repetidas, dores de garganta e sintomas gripais durante anos antes de perceber que o cão é a causa.

Diagnóstico

Um diagnóstico preliminar para alergias a cães é feito através da observação dos sintomas alérgicos. Um alergista pode realizar um teste de pele simples para confirmar a alergia. Uma agulha hipodérmica contendo pelos do cão é usada para picar a superfície da pele. Se a alergia estiver presente, a pele vai mostrar sinais de inchaço e vermelhidão. Existe também um teste de sangue que pode confirmar a presença de anticorpos alérgicos.

Soluções

Dar banho em seu cão semanalmente pode ajudar a eliminar a saliva e as células mortas que causam reações alérgicas. Escove o seu cão do lado de fora de casa sempre que possível. Mantenha seu cachorro fora de seu quarto. Use filtros HEPA no aquecedor central e ar-condicionado. Um aspirador de pó feito especialmente para pelos de animais -- com uma forte sucção e acessórios especiais que levantam fibras de pelo do tapete -- também pode ajudar; muitos destes também possuem filtros HEPA. Remova carpetes e instale pisos de madeira ou de azulejo, se possível. Mobílias de couro são melhores para quem tem alergias. Os pelos do cão são limpos facilmente com um pano úmido.

Medicamentos

Existem medicamentos disponíveis que podem ajudar a aliviar os sintomas da alergia. Os anti-histamínicos são geralmente eficazes em deter o congestionamento nasal e as erupções cutâneas. Os sprays nasais, descongestionantes e colírios também podem ser úteis. Os esteroides podem ser prescritos pelo seu médico. Em casos mais graves, o médico pode prescrever uma série de injeções contra a alergia que trabalha para dessensibilizar seu sistema a alérgenos dos cães.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível