Alergias a fezes de pombos

Escrito por marlene affeld | Traduzido por larissa frança
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Alergias a fezes de pombos
Os pombos espalham doenças (pigeons image by Ozgur Aydin from Fotolia.com)

Muitas pessoas encantam-se com as atividades divertidas dos pombos e amam alimentá-los com migalhas de pão no parque. Entretanto, esses "ratos com asas" amigáveis (também conhecidos como pombas de rocha) carregam mais de 60 doenças diferentes que causam sintomas respiratórios similares à asma, incluindo respiração curta, chiado, tosse e congestão. Cyptococcoss e histoplasmose, dois tipos mortais de doenças fúngicas associadas com as fezes de pombos, causam preocupação pelo mundo todo. As pessoas cronicamente infectadas podem experienciar reações alérgicas, danos nos pulmões, coração e cérebro, náusea, febre, diarreia e morte.

Outras pessoas estão lendo

Cyptococcos

Cyptococcoss (Cryptococcus neoformans), também conhecido como Torulosis ou Blastomicose Europeia, está ligado às fezes de pombos encontradas em locais elevados, tais como bordas de janela, telhados e escadas de incêndio. (Excremento de morcegos também contêm Cryptococcus). O cyptococcoss está presente por todo nosso meio ambiente. O corpo humano é resistente e normalmente não é afetado por pequenas quantidades encontradas na exposição diária. As pessoas com sistemas imunológicos comprometidos, infecção pelo HIV, trauma cirúrgico, lesões na pele ou qualquer outra doença crônica possuem um risco elevado de contaminação. O United States Army Center For Promotion and Preventive Medicine declara que "a poeira orgânica, especialmente aquela contaminada com fezes de pombos e morcegos, é a fonte mais importante do fungo cryptococcus neoformans no meio ambiente. O C. neoformans têm sido encontrados em 84% de amostras tomadas de pontos de empoleiramento antigos. Até 50 milhões de colônias desse fungo foram encontradas por grama de fezes de pombos". Todos os anos milhares de pessoas em países ao redor do mundo ficam doentes pela exposição a excrementos de pombos. Esse fungo está presente tanto nas fezes frescas quanto nas envelhecidas.

Alergias a fezes de pombos
Sessenta doenças diferentes são transmitidas pelos pombos (pigeon image by Henryk Olszewski from Fotolia.com)

Histoplamose

A histoplasmose (Histoplasma capsulatum) é comumente encontrado no solo sob os pontos de empoleiramento de pombos. Entretanto, esses organismos infecciosos e potencialmente mortais são abrigados em qualquer acúmulo de matéria orgânica (água, solo ou areia) contaminada pelas fezes. Os humanos contraem a histoplasmose pela inalação dos esporos do fungo mortal contido na poeira e escombros. O excremento seca e o fungo e alérgenos são levados pelo vento. (O solo ao redor do banco do parque pode estar altamente contaminado). Esse organismo desenvolve-se em climas quentes e úmidos. A maioria das pessoas que contraem esse fungo sentirão sintomas similares aos da gripe (dores de cabeça e no corpo, náusea, diarreia, febre e calafrios). Entretanto, aquelas pessoas com a resposta do sistema imunológico comprometida podem experienciar cegueira, pneumonia ou morte. Essa doença originada nos pombos não pode ser transmitida de pessoa para pessoa.

Alergias a fezes de pombos
As reações alérgicas aos pombos podem causar dores de cabeça (office headache image by John Keith from Fotolia.com)

Espirros, tosses e congestão

Após a exposição, reações alérgicas à respiração de fezes de pombos são comuns. A poeira do excremento seco irrita as passagens nasais, causando espirros, tosse, excesso de muco, respiração curta, tontura e sensação de vertigem. Olhos ardendo, vermelhos e coçando também são sintomas típicos de uma reação alérgica. Também podem ocorrer urticária, erupções cutâneas ou manchas vermelhas na pele. As pessoas que trabalham em áreas com fezes de pombos deveriam exercitar todas as precauções. Usar uma máscara de nariz e boca. Cobrir os olhos com óculos de proteção. Usar luvas de plástico. Quando a tarefa estiver completa, tome banho com água quente e sabão anti-bacteriano. Assegure-se de esfregar as unhas. Enxague-se bem.

Uma ave bastante esperta

Os pombos são as aves mais espertas no mundo. Elas podem ser também as menos respeitadas. Eles têm vivido e interagido com o homem por mais de 3.000 anos. Uma vez domesticados, os pombos têm multiplicado-se no meio selvagem. A proliferação da população de pombos selvagens em todo o mundo apresenta um aumento nas reações alérgicas e doenças transmitidas. Hoje, eles são os pássaros praga mais comumente conhecidos. Os pombos possuem a capacidade de conceituar. Eles são capazes de realizar tarefas que anteriormente pensava-se que só os primatas e humanos eram capazes de completar com sucesso. Ele pode reconhecer seu reflexo no espelho. É o único não-mamífero que possui essa habilidade intelectual. O pombo pode perceber a diferença entre seres humanos em pessoa ou uma fotografia. Essa ave maravilhosa possui a habilidade única de ser capaz de reconhecer as 26 letras do alfabeto. Criadas para corrida e levar mensagens, elas têm servido bem a humanidade.

Alergias a fezes de pombos
Os pombos são os pássaros mais inteligentes no mundo (Pigeon image by Henryk Olszewski from Fotolia.com)

NIOSH

Para informações valiosas adicionais sobre os problemas de saúde de alergias e doenças relacionados com pombos, consulte um profissional de saúde. As perguntas e preocupações relacionadas com os riscos de saúde envolvidos na limpeza e remoção dos excrementos de pombos podem ser respondidas entrando em contato com NIOSH (the National Institute for Occupational Safety and Health), Instituto Nacional de Segurança e Saúde Ocupacional.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível