Algumas das grandes carreiras na área de justiça criminal

Escrito por sophie reynolds | Traduzido por daniele leite
Algumas das grandes carreiras na área de justiça criminal
Justiça (Justice image by MVit from Fotolia.com)

A justiça criminal possui uma ampla diversidade de carreiras. Cientistas forenses; psicólogos forenses; criminologistas; agentes federais (nos EUA, temos como exemplo o FBI e agentes secretos); promotores de justiça e defensores públicos são somente algumas das carreiras bem pagas e recompensadoras neste campo. A média dos salários é generosa, a politica de compensação e benefícios inclui férias pagas, ausências por doença pagas e tempo para a família, reembolso educacional, plano de saúde, seguro invalidez, seguro de vida e aposentadoria especial.

Cientistas e psicólogos foreses

Os cientistas forenses analisam evidências físicas obtidas na cena do crime. Estes profissionais testam as amostras coletadas em laboratório. As evidências podem ser pegadas e marcas de pneus, amostras de sangue, fluidos, tecidos, DNA e marcas balísticas. Os cientistas forenses também determinam tipo sanguíneo e analisam padrões de espalhamento de sangue. De acordo com o CB salary, a média anual nacional do salário de um cientista forense nos EUA e de US$ 54,837.

Um psicólogo forense é muito diferente de um cientista forense. Ele não analisa evidencias físicas de um crime, em vez disso, realiza testes psicológicos padrão para a avaliar a condição de um acusado de ir a julgamento. A pessoa contra quem as acusações são feitas é o réu. Pelas leis federais e estaduais, se o réu for considerado incapaz de ir a julgamento pelo juiz de direito, ele pode não vir a ser processado a não ser que venha a ser considerado competente dentro de uma janela de tempo especifica definida por lei. A lei varia de acordo com a jurisdição, assim como variam as orientações quanto ao tempo e os procedimentos usados para determinar se um réu está apto a ir a julgamento ou não. Os psicólogos forenses também empregam testes padronizados para determinar o estado de saúde do réu no ato da ação criminosa, para avaliar se ele pode ser considerado criminalmente responsável. Se o réu for considerado incapaz de assumir responsabilidade por seus crimes, normalmente não poderá ser preso por eles. Sob lei federal, se o réu é incapaz de apreciar a natureza e a qualidade ou a gravidade dos seus atos criminosos por causa de uma doença ou dano mental severo, pode alegar insanidade. Quando o réu alega insanidade mental, um psicólogo forense pode ser chamado a depor em tribunal como uma testemunha especializada sobre o estado mental do réu no momento em que a infração foi cometida. No entanto, caberá a um júri decidir sobre a questão de se o réu é criminalmente responsável. Se não for penalmente responsável, a maioria dos réus são internados até que já não sejam mais um perigo para si mesmos e para outros. As leis podem variar no que diz respeito à metodologia, processo e o ônus da prova padrão associado com a alegação de insanidade. Treze estados americanos têm leis que permitem apelações e vereditos de "culpado, mas doente mental". O réu que é confesso, mas doente mental ou quem é culpado por um júri, mas declarado doente mental, recebe tratamento psiquiátrico enquanto encarcerado ou é colocado em um hospital especializado em doenças mentais até que seja considerado suficientemente estável para ser enviado para a prisão e cumprir a sua pena. Embora a maioria dos psicólogos forenses seja empregada do governo, firmas de advocacia costumam contratar psicólogos forenses para auxiliar na avaliação de potencial psicológico dos jurados e, em seguida, trocar ideias com o promotor de justiça na seleção do júri. Segundo a CB salary, a média nacional anual do salário para os psicólogos foreses nos EUA é de US$ 49.860.

Algumas das grandes carreiras na área de justiça criminal
Cientista e psicólogos forenses possuem papeis distintos (scientist image by Grigory Kubatyan from Fotolia.com)

Promotores de justiça e advogados de defesa

Os promotores são os advogados que movem processos contra pessoas acusadas de terem cometido crimes. Municípios, estados, governo federal e tribos indígenas contratam promotores de justiça, e a média anual dos salários nos EUA é de US$ 115.257. Os advogados que representam as pessoas acusadas de cometerem atos criminosos são os advogados de defesa. Estes, na área criminal, são contratados por parte do acusado ou, se o réu for indigente, são designados pelo tribunal (defensor público). Segundo a CB salary, a média anual dos salários dos advogados de defesa na área criminal nos EUA é de US$ 96.341.

Agentes federais

Os agentes federais, como FBI e agentes dos serviços secretos, são geralmente mais bem pagos do que agentes da polícia. Para tornar-se um agente federal é necessário treinamento mais especializado do que para um agente da polícia. Eles são responsáveis pela aplicação da legislação federal e a segurança nacional. Segundo a CB salary, a média anual dos salários dos agentes do FBI e dos agentes dos serviços secretos especiais é de US$ 74,659; a média anual dos salários dos de agentes de polícia é de US$ 53.428.

Criminologistas

Os criminologistas estudam o comportamento social e a influência de determinados fatores para que uma pessoa venha a adotar em um padrão de comportamento criminoso. Os criminologistas podem fazer o "perfil" de um suspeito, com base nas evidências físicas e em seus conhecimentos profissionais sobre o comportamento humano. Eles são contratados por municípios, estados e pelo governo federal. Segundo a CB salary, a média anual dos salários de criminologistas nos EUA é de US$ 50.668.

Algumas das grandes carreiras na área de justiça criminal
Perfiladores são criminologistas (businessman image by Christopher Hall from Fotolia.com)
Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível