Aliados do Japão

Escrito por edwin thomas | Traduzido por natalia peres
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Aliados do Japão
Aliados do Japão (Herz-Flagge japan image by Butch from Fotolia.com)

O Japão é a segunda maior economia do mundo, e, portanto, um dos países mais importantes do mundo. Ele está firmemente encaixado no grupo de democracias ocidentais industrializadas de apoio mútuo. No entanto, apesar disso, do ponto de vista militar, ele é aliado apenas dos Estados Unidos. Os laços japoneses com o resto do mundo são de naturezas econômicas, culturais e políticas. É um país com muitos amigos, mas apenas um aliado, no sentido clássico.

Outras pessoas estão lendo

História

O Japão foi um país isolacionista por grande parte de sua história. Após a Restauração Meiji de 1866, os japoneses entraram na política internacional. No final do século 19, ele entrou em uma aliança naval com a Grã-Bretanha, que foi um exercício de partilha de encargos: os japoneses receberam perícia naval britânica e tecnologia em troca de proteger os interesses britânicos no Pacífico, permitindo que a Marinha Real se concentrasse contra a marinha alemã, que estava crescendo em águas ocidentais. A agressão japonesa na China, na década de 1930, e as novas realidades da Europa levaram ao colapso dessa aliança, seguido pelo Pacto do Eixo, em 1940, que aliou o Japão à Alemanha nazista e à Itália fascista. Essa aliança foi mantida até a derrota do Eixo, em 1945.

Significado

Hoje o Japão é a segunda maior economia do mundo, e é o lar de uma sociedade tecnológica, altamente avançada. Sua importância militar e econômica tanto na Ásia ocidental como no mundo o tornou um dos mais importantes Estados-nação do sistema internacional. Eles estão na primeira fila dos países que são democracias industrializadas, um grupo de estados amistosos e amplamente aliados. Um dos maiores símbolos disso foi a entrada do Japão no G7.

Função

Depois da Segunda Guerra Mundial, o Japão se reconstruiu a partir do patrocínio americano. O Japão ficou desarmado por um tempo, mas, sob a pressão da Guerra Fria, o Japão se rearmou e assinou o Pacto de Assistência de Segurança Mútua com os Estados Unidos, o que tornou o Japão efetivamente um aliado dependente dos Estados Unidos, com instalações militares americanas em seu território. Como os japoneses não toleram a presença de armas nucleares ou navios de guerra com propulsão nuclear, como consequência dos bombardeios de Hiroshima e Nagasaki, os Estados Unidos prometeram defendê-los até o ponto do uso das armas nucleares.

Benefícios

O Japão também possui excelentes relações com a União Europeia e o Canadá. Esses países também poderiam ser considerados aliados do Japão, apesar da relação ser primariamente econômica, em vez de militar. Existe uma rede de tratados e participações em organizações internacionais que os une, assim como os interesses econômicos e valores compartilhados. Entretanto, não existem tratados militares que unam o Canadá ou qualquer membro da União Europeia ao Japão, apesar de ser praticamente certo que esses países se aliariam ao Japão, se fosse necessário.

Potencial

De modo geral, o Japão possui boas relações com a Austrália, Coreia do Sul e alguns países do sudeste da Ásia. Entretanto, essas relações poderiam ser melhores, e seria uma exagero considerá-los aliados do Japão. Apesar da Coreia do Sul e a Austrália serem partes do grupo de democracias ocidentais industrializadas, as lembranças das atrocidades japonesas durante a Segunda Guerra Mundial continuam nesses países, e não são ajudadas pela atitude ambivalente e ofuscante do Japão em relação ao seu histórico de guerra.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível