Como alimentar filhotes de coruja-do-mato

Escrito por jacob stover | Traduzido por karla marques vollkopf
Como alimentar filhotes de coruja-do-mato

Coruja-do-mato

Jupiterimages/Photos.com/Getty Images

As corujas-do-mato são aves de rapina noturnas encontradas na costa leste do continente Americano. Elas são consideradas predadoras oportunistas, pois adaptam seu consumo diário de alimentos para levar em conta as fontes de nutrição mais fáceis de se capturar. Resultando disso, essas aves podem sobreviver se alimentando de diversas fontes. Alimentar um filhote de coruja-do-mato pode ser um processo bastante difícil, pois essas aves preferem presas vivas e requerem uma fonte de alimentação constante durante os seus primeiros meses de vida.

Nível de dificuldade:
Moderadamente desafiante

Outras pessoas estão lendo

Instruções

  1. 1

    Forneça um ambiente natural que possa estimular caça e nutrição adequadas para as aves. Embora filhotes muito novos de coruja-do-mato possam não conseguir caçar, é importante que tenham a capacidade de fazer a transição, podendo conseguir seu próprio alimento conforme maturem. Locais ideais para caça são áreas bem arborizadas e pântanos, ou largos trechos de terra aberta hospedem grandes populações de insetos, anfíbios pequenos, peixes e mamíferos menores. Se for criar uma coruja-do-mato em um ambiente que não possa prover nutrição e caça adequadas, é melhor procurar santuários que possam acolher e criar as aves de uma maneira mais saudável e mais natural.

  2. 2

    Alimente corujas-do-mato mantendo uma agenda rigorosa. Filhotes selvagens são alimentados por seus pais a cada duas ou quatro horas. Essas corujas possuem um metabolismo bem rápido, e requerem alimentação constante durante a fase de crescimento.

  3. 3

    Use pinças para emular o processo natural de alimentação. Filhotes selvagens são alimentados por seus pais até ficarem grandes o bastante para voar e caçar por si próprios. O pai coruja irá digerir o alimento parcialmente, e então regurgitá-lo ou jogá-lo sobre as bocas abertas dos filhotes no ninho. Balance o alimento acima dos filhotes e deixe que alcancem os pedaços e engulam sozinhos. Não tente forçar alimentos no interior de seus bicos, pois podem engasgar ou lhe picar.

  4. 4

    Prepare a comida para os filhotes antes de alimentá-los. Essa parte pode ser um pouco nojenta para indivíduos mais sensíveis, mas os filhotes não conseguem consumir animais inteiros. Corte pedaços pequenos para ajudá-los a engolir. Muitas corujas não respondem muito bem a animais que pareçam mortos. Se os filhotes se recusarem a consumir ratos, pintinhos ou anfíbios mortos, pode ser que precise cortá-los em pedaços menores, expondo suas vísceras para que eles possam se certificar da segurança e desejabilidade dessa fonte de alimentação. Insetos vivos são uma boa opção para filhotes muito exigentes que se recusem a consumir outras formas de carne já mortas.

Dicas & Advertências

  • Nunca alimente corujas com carne de animais que levaram tiros. Elas são muito suscetíveis a envenenamento por chumbo e podem morrer se consumirem estilhaços ou projéteis.
  • Criar uma coruja sem a licença correta é ilegal no Brasil. Muitas espécies, incluindo as nativas do país, são protegidas pelo IBAMA.

Não deixe de ver

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível

Direitos autorais © 1999-2015 Demand Media, Inc.

O uso deste site constitui plena aceitação dos Termos de Uso e Política de privacidade de eHow. Ad Choices pt-BR

Demand Media