Como alimentar um gato com uma dieta de carne crua

Escrito por stevie donald | Traduzido por felipe vargas
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • E-mail

Os gatos são obrigatoriamente carnívoros. Isto significa que precisam de carne para manter os aminoácidos essenciais e as proteínas únicas. Muitos nutricionistas e veterinários concordam que a dieta de carne crua é a melhor para um gato, embora algumas pessoas achem a ideia estranha ou complicada. Feita corretamente, torna-se bem simples, podendo ajudar com muitas doenças crônicas. Um gato terá, geralmente, uma vida mais longa e mais saudável com uma dieta de carne crua. Leia mais para aprender como alimentar um gato com uma dieta de carne crua.

Nível de dificuldade:
Moderado

Outras pessoas estão lendo

O que você precisa?

  • .

Lista completaMinimizar

Instruções

    .

  1. 1

    Há diversas maneiras de alimentar o seu gato usando carne crua -- dieta também conhecida como BARF ou Bones and Raw Food (Comida de Ossos e de Carne), termo criado pelo veterinário australiano Dr. Billinghurst. Pode-se adicionar a carne crua às rações e aos alimentos enlatados para dar uma variedade extra e boa alimentação. Não é difícil fazer receitas a partir do zero, utilizando-se um moedor e fazendo grandes porções para serem congeladas, alimentando os gatos conforme necessário. Hoje em dia, existem muitas dietas de carne crua no comércio, disponibilizadas em lojas especializadas em animais e através de distribuidores. No entanto, algumas pessoas alimentam os gatos com ossos pequenos e carnes diversas compradas em supermercados ou açougues.

  2. 2

    Faça sua própria pesquisa. Existem excelentes livros e sites para aprender como alimentar gatos com comida crua. A seguir, ensinaremos uma receita básica o suficiente para alimentar dois gatos por mês. Porém, quanto mais variedade houver ao longo do tempo, melhor. A receita consiste em moer a carne com os ossos, colocando-a em recipientes pequenos ou em saquinhos Ziploc, sendo que cada porção compreende duas colheres cheias de sopa para cada gato, repetindo-a duas vezes ao dia. Você precisará de duas partes grandes de carne de frango (incluindo miúdos e fígado), três ou quatro gemas de ovos, cerca de 200 gramas, legumes diversos (sem cebolas ou tomates), três colheres de chá de taurina em pó, 10 cápsulas de óleo de ômega-3 do peixe, cinco cápsulas de óleo de fígado de bacalhau e água para a temperatura desejada. Desfie o frango e moa tudo, incluindo os suplementos, utilizando um moedor de carne capaz de processar ossos de galinha. Misture bem antes de congelar. Uma receita semelhante pode ser feita se não houver um moedor de ossos. Use aproximadamente três quilos de frango moído e adicione uma colher de sopa de pó de cálcio ou farinha de ossos para cada 450 gramas da mistura, juntamente com os legumes amassados ​​e os suplementos.

  3. 3

    Tenha em mente que as opiniões dos especialistas variam muito sobre o uso de suplementos. Alguns pensam que são necessários, enquanto outros acreditam que quando há uma dieta variada com diferentes tipos de carnes, não há qualquer necessidade de adicionar suplementos. Leia o máximo que puder sobre nutrição de gatos e dietas com carnes cruas antes de decidir por si mesmo.

  4. 4

    Se você deseja economizar tempo e comprar carne moída crua para seus gatos, verifique em lojas especializadas em animais e procure na Internet distribuidores de alimentos crus. Muitos deles vendem de tudo, de carne de coelhos e veados até codornas e frangos orgânicos, ambos com ou sem adição de legumes e suplementos. Comprar deste modo será um pouco mais caro, mas muito mais fácil, além de ser uma boa maneira de introduzir uma importante variedade na dieta crua do seu gato.

  5. 5

    É bem possível alimentar um gato com o que você compra em um supermercado ou açougue; gatos não precisam ter uma dispensa de alimentos. O desafio é encontrar ossos pequenos o suficiente para que eles possam comer, por isso, algumas pessoas acabam adquirindo ratos vendidos para alimentar cobras. Se você pedir aos açougueiros, eles lhe conseguirão pescoços de frango, os quais são fáceis para um gato comer e ótimo para os seus dentes. Pintinhos, ossos de frangos menores, coelhos e peixes são outras boas fontes de ossos. É essencial que os gatos tenham taurina em sua dieta, sendo tal substância encontrada em maior quantidade em carnes de coração. Assim, compre coração de frango, de boi e qualquer outra carne de coração, além de moela de frango. Como é praticamente impossível atingir a quantidade de taurina necessária apenas com as carnes, muitas pessoas também utilizam suplementos disponíveis em lojas especializadas. Moluscos enlatados, cavalinha e sardinha também são ricos em taurina e altamente nutritivos quando utilizados como parte de uma dieta crua para seu gato.

  6. 6

    Sempre dê ao seu gato água fresca. Muitos veterinários percebem que os problemas urinários e a diabetes acontecem devido à desidratação que gatos domésticos sofrem em uma dieta seca. Mesmo que você decida não alimentar seus gatos com carne crua, considere a inserção de alimentos enlatados em sua comida seca. Os gatos são descendentes de carnívoros do deserto e a natureza os projetou para conseguirem hidratação através da carne crua e, por isso, sentem pouca sede. Muitos deles não bebem água suficiente para compensar a dieta seca e, como resultado, acabam tendo problemas crônicos de saúde.

  7. 7

    Alguns gatos podem ser muito resistentes a qualquer mudança de dieta, enquanto outros vão rapidamente se adequar a uma dieta crua. Se o seu gato é resistente, mude a dieta lentamente. Se você utilizar qualquer alimento enlatado, misture a ela uma pequena quantidade da mistura crua. Ao longo de várias semanas, aumente a porção até que sejam capazes de comer apenas isso. A maioria dos gatos não gosta de comer comida gelada, portanto, aqueça-a com água quente ou no micro-ondas por aproximadamente 20 minutos, para que fique mais saborosa.

Dicas & Advertências

  • Os gatos ficam muito bem sem grãos ou vegetais, porém, algumas pessoas os incluem na dieta para fornecer fibra, umidade e "cobrir todas as necessidades". Mastigar ossos é excelente para os dentes de um gato, mesmo se forem grandes demais para ingestão, como costelas de porco ou sobrecoxas de frangos. Ainda assim, os gatos tiram grande proveito em roer, como os cães fazem. Retire o que não for comido depois de roídos.
  • Não confie em apenas um artigo quando introduzir uma dieta crua para seu gato, pois ela deve ser equilibrada e você precisa tomar decisões fundamentadas sobre como alimentar os seus gatos. Logo, leia tudo o que puder.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível