Alimentos para cachorros com histórico de pedra no rim

Escrito por amanda hill | Traduzido por victor almeida
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Alimentos para cachorros com histórico de pedra no rim
Leve seu cão no veterinário caso os sintomas persistam (Thinkstock/Comstock/Getty Images)

Determinadas raças de cães podem ser suscetíveis a pedras nos rins e na bexiga, o que geralmente acontece devido a uma alta concentração de sais minerais no sangue. Após identificar o tipo de pedra formada, algumas alterações na dieta podem ajudar a controlar a doença.

Outras pessoas estão lendo

Tipos de pedra

Existem uma grande variedade de pedras diferentes que podem se formar nos rins ou na bexiga. Pedras nos rins, também conhecidas como "cálculos renais", são. na maioria das vezes, compostos de minerais que ocorrem naturalmente, tais como cálcio, magnésio, amônia ou fósforo. Quando esses minerais não são expelidos corretamente através dos rins, eles podem se acumular e formar pedras dolorosas.

Causas das pedras

Algumas raças de cães são geneticamente propensas a pedras nos rins, incluindo schnauzers pequenos, dálmatas, poodles pequenos, yorkshire terriers, bulldogs ingleses, lhasa apsos, shih tzus, bichon frises e cocker spaniels. As pedras também podem ser causadas por problemas genéticos, doenças (como infecções do trato urinário), certos medicamentos e desequilíbrios alimentares. As cadelas são mais propensas a pedras devido a uma predisposição a infecções do trato urinário.

Sintomas das pedras

Os sintomas mais comuns que um cachorro apresenta quando está com pedras nos rins é sangue na urina e dor ao urinar. Os cães podem também tentar urinar com frequência, sem sucesso (muito parecido com os sintomas que uma pessoa pode ter com um trato urinário ou infecção renal). É importante que você suspeite se vir algo errado no dia a dia do seu animal de estimação.

Controlando a dieta

Existem alimentos disponíveis no mercado que são produzidos para facilitar a dissolução das pedras por conta própria. Esses alimentos estimulam a hidratação e são mais pobres em proteínas solúveis na urina, ajudando as pedras a se dissolverem mais facilmente. Além disso, esses alimentos têm um aumento de sal, que incentiva o cão a beber mais água.

Para os donos de cães que preferem cozinhar o alimento do seu animal de estimação em casa, algumas receitas podem ser encontradas no link na seção de Recursos.

Considerações

Após a modificação da dieta, se os sintomas não melhorarem dentro de cinco meses, as pedras podem ser tão grandes que necessitam de cirurgia para serem removidas com sucesso. Consulte um veterinário para verificar qual é o tipo de pedra e as causas subjacentes (tais como infecções do trato urinário).

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível