Alimentos que causam pedras na bexiga em cães

Escrito por lisa lavergne | Traduzido por antônio melo
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Alimentos que causam pedras na bexiga em cães
Alguns alimentos prejudicam o seu cão (Image by Flickr.com, courtesy of MattJP)

Alimentar o seu cão com determinados alimentos pode causar a formação de pedras ou cálculos na bexiga, um depósito mineral que pode se formar nos rins e na uretra. Elas podem levar a graves problemas de saúde se não tratadas, então proporcionar ao seu cão uma dieta saudável é importante para evitar que essas pedras se formem.

Outras pessoas estão lendo

Identificação

As pedras na bexiga em cães podem causar sintomas como incontinência urinária com saída mínima de fluidos, dificuldade e esforço ao urinar e sangue na urina. As infecções urinárias recorrentes, muitas vezes, podem indicar a presença de pedras na bexiga, embora alguns cães não apresentem sinais externos.

Efeitos

Se deixada sem tratamento, as pedras na bexiga em cães podem causar a obstrução da uretra, podendo impedir a micção. As pedras na bexiga não tratadas também podem levar a bexiga à perda de sua capacidade de funcionar adequadamente, mesmo se elas forem finalmente removidas.

Considerações

Algumas raças de cães são mais propensas às pedras na bexiga, como yorkshire terriers, chihuahuas, Lhasa Apso, dachshunds e dálmatas. A genética pode influenciar na formação das pedras na bexiga, então os cães com os pais que sofrem da doença têm um risco maior de desenvolvê-la.

Tipos de alimentos

Os alimentos ricos em proteínas, principalmente carnes vermelhas e gorduras animais, aumentam o risco da formação das pedras na bexiga em cães. Os alimentos ricos em oxalatos, que contribuem para a formação das pedras, como o germe de trigo, a batata-doce, o feijão e os produtos de soja, também devem ser evitados.

Prevenção

Uma dieta bem balanceada que contenha proteínas de fácil digestão e que seja pobre em gordura ajudará a prevenir a formação de pedra na bexiga. Evite alimentar o cão com sobras e alimentos industrializados, que também podem representar um risco para a saúde. Os cães com tendência a essa doença podem se beneficiar de um alimento prescrito pelo veterinário.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível