Alimentos que curam a secura vaginal

Escrito por penny lewis | Traduzido por andressa v. da nobrega
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Alimentos que curam a secura vaginal
O trevo vermelho ajuda a diminuir a secura vaginal (Photos.com/Photos.com/Getty Images)

A secura vaginal ocorre quando os níveis de estrogênio em seu corpo caem e não há secreção suficiente para lubrificar as paredes vaginais. Sintomas incluem coceira e ardência ao redor da abertura e terço inferior da vagina. Estresse, doenças, parto, hábito de fumar, má alimentação, tratamento de câncer, perimenopausa ou menopausa causam a oscilação dos níveis de estrogênio. Sempre consulte seu médico para certificar-se de que a secura vaginal não é um sintoma subjacente a uma doença mais grave. Comer os alimentos certos pode ajudar a aliviar essa condição.

Outras pessoas estão lendo

Fitoestrogênios

Existem alimentos que facilitam a produção de estrogênio e ajudam a manter seus hormônios em equilíbrio, se a condição for causada por baixo nível desse hormônio. Há também alimentos que contêm fitoestrogênios ou compostos que existem naturalmente em plantas, que agem como o hormônio, e apoiam as funções fisiológicas requeridas para manter sua vagina hidratada.

Não há evidências científicas que confirmem que alimentos com fitoestrogênios curem a secura vaginal, entretanto, dados de vários estudos preliminares e clínicos provam que eles têm um papel importante em combater a secura.

Pesquisas e estudos preliminares conduzidos pela Universidade de Nápoles sugerem que os fitoestrogênios podem aliviar a secura vaginal. Um estudo publicado no Boletim Médico Britânico (British Medical Journal) em 1993 descobriu que mulheres que comiam 45 gramas ao dia de alimentos ricos na substância tiveram algum alívio da secura.

Entre os grupos de fitoestrogênios reconhecidos como atuantes para a diminuição da secura estão isoflavonas, flavonas, coumestans, lignanas, miroestrol e deoxi-miroestrol. O trevo vermelho é um legume rico em isoflavonas. Produtos integrais à base de soja, como tofu, grãos de soja e leite de soja também apresentam alta concentração de isoflavonas. Altas quantidades de lignanas são encontradas nas sementes de linhaça. Além desses, legumes, nozes, maçãs, aipo e cerejas contêm muitos fitoestrogênios.

Os dois últimos fitoestrogênios, miroestrol e deoxi-miroestrol, são encontrados em uma planta típica da Ásia, chamada Pueraria mirifica. Estudos científicos publicados na edição de setembro/outubro de 2007 da revista "Menopause", publicada pela Sociedade Americana da Menopausa, descobriu que a planta mostrou resultados positivos em aliviar a secura vaginal. O artigo indica que ela tem altos níveis de fitoestrogênio, que são muito mais fortes que as isoflavonas encontradas na soja ou no trevo vermelho.

Porções recomendadas

Trevo vermelho

Uma a três xícaras por dia. Use uma colher de chá de folhas e flores desidratadas por xícara de água fervente. Essa porção fornece entre 40 e 160 mg de isoflavonas.

Soja

45 mg de soja diariamente obtidos em alimentos integrais à base de soja de alta qualidade.

Semente de linhaça

Duas colheres de sopa ao dia ou para quem é acostumado a comer fibras, duas colheres de sopa pela manhã e à noite. Misture com outros alimentos, como cereais matinais, sucos, leite, iogurte. Beba bastante água ao adicionar linhaça à sua dieta.

Tenha uma dieta equilibrada

Ter uma dieta equilibrada que inclua as porções recomendadas de vegetais, frutas, grãos, legumes e gorduras saudáveis vai facilitar a produção de estrogênio e ajudar a equilibrar seus hormônios. Gorduras saudáveis atuam na produção do colesterol e a maior parte do estrogênio do seu corpo é produzido do colesterol em seu ovários e glândulas supra-renais. Gorduras saudáveis incluem ômega-3: encontrado em peixes e sementes de linhaça; ômega-6: encontrada em óleos de prímula e borragem, e ômega-9: encontrado no azeite de oliva. Peixes marinhos, como salmão, atum, cavala e linguado, são fontes com altos níveis de gorduras saudáveis.

Hidratação

Beba entre quatro e dez copos de água por dia. A quantidade de água que você deve beber vai depender de seu metabolismo. A água vai ajudar a manter os tecidos de seu corpo hidratados, incluindo os da sua vagina.

Remédios à base de ervas

Herbalistas da Fundação de Pesquisa Dr. Susan Love (Dr. Susan Love Research Foundation) sugerem que ingerir a tintura à base de orelha-de-leão ou "don quai" sob qualquer forma por três a sete dias melhora a lubrificação vaginal. Ponha uma ou duas colheres de chá de ervas desidratadas por xícara de água fervente.

Pesquisadores da Universidade Vanderbilt indicam que o ginseng possui várias das mesmas propriedades que o hormônio estrogênio. Como resultado de sua ingestão regular, o encurtamento e afinamento das paredes vaginais e a diminuição da secura podem ser reduzidas. A ingestão recomendada é de 4.5 a 6 gramas por dia.

Alimentos e mais...

Além de manter uma dieta saudável, você pode tentar exercícios kegel. Eles são projetados para fortalecer os músculos do assoalho pélvico e manter a sua vagina saudável. Os exercícios são fáceis de fazer e ninguém pode notar quando você os está realizando. Veja na seção "Recursos" abaixo: "Exercícios Kegel - Diminuir naturalmente os sintomas da menopausa".

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível