×
Loading ...

Alimentos ricos em proteína e pobres em calorias

Comstock/Comstock/Getty Images

Introdução

Existem alimentos que são capazes de auxiliar na queima de gordura, perda calórica, e também no aumento da massa magra, que é a massa isenta de gordura. A proteína é a grande responsável por este feito e deve ser uma aliada da sua dieta. Ajuda a reduzir o apetite e contribui para a manutenção da massa muscular. Cada refeição deve conter entre 15 e 20g de proteína. Mas sozinha, ela não faz milagre. Se você quer ficar em forma e deixar seu corpo firme e tonificado, consuma estes alimentos, mas não se esqueça de fazer exercícios regularmente.

Eising/Photodisc/Getty Images

Peito de frango

Alimento muito consumido por quem quer emagrecer, o peito de frango é um grande aliado nas dietas. Contem aproximadamente 50 calorias por porção e 11 gramas de proteína. Mas vale a dica: de nada adianta preparar sua refeição empanada, frita ou feita no óleo. O consumo deste produto deve ser grelhado e, se possível, sem pele. Desta forma, sua dieta será proveitosa e muito mais saudável.

Ablestock.com/AbleStock.com/Getty Images

Carne de peru

Por conter mais zinco e riboflavina, a carne escura de peru é essencial para manter o pique no dia a dia e ainda é responsável por melhorar a saúde de seu sistema imunológico. Também contem taurina, o que reduz significativamente o risco de doença cardíaca coronária, sobretudo em pessoas com elevada taxa de colesterol. Existem 170 calorias em 100g de carne de peru e 29,32g de proteína.

Jupiterimages/Photos.com/Getty Images

Salmão e cavala

Os peixes gordurosos também são bastante nutritivos, com boa quantidade de proteína e baixas calorias. A cavala contem ômega 3 e 6, cálcio, selênio, magnésio, potássio, folato, niacina, vitaminas A, B12, C e K. Se consumir três vezes por semana, perceberá os efeitos que terá em seu cabelo, mais brilhante, e em sua pele, mais saudável e tonificada. O salmão grelhado também é uma ótima opção, pois é rico em gorduras boas e tem excelente sabor. E o melhor: em 100g, contem 146 calorias e 21,62g de proteína.

Jupiterimages/Comstock/Getty Images

Atum

Dentre os peixes, este é essencial para quem está de dieta. Seja enlatado ou grelhado, o atum deve fazer parte da alimentação de quem quer emagrecer ou estar com o corpo em dia. Com apenas 116 calorias em 100g de alimento, o atum é rico em proteínas e tem baixo teor de gordura. O atum também é rico em ácidos graxos poli-insaturados, trazendo benefícios para o sistema cardiovascular e para o sistema imunológico. Reduz o colesterol ruim (LDL) e os triglicérides. Também reduz a pressão arterial.

Jupiterimages/Photos.com/Getty Images

Camarão

Se você gosta de frutos do mar, este é o que se destaca. Possui menos calorias que os peixes, porém é igualmente rico em proteínas. Em 100g de camarão, estão presentes 144 calorias e 27,59g de proteína. Um de seus benefícios é a presença de quitosina, que ajuda a diminuir os níveis de colesterol ruim no sangue, contribuindo para um menor risco de infarto. Mas cuidado: por conter purina, um composto que se transforma em ácido úrico, seu consumo deve ser evitado por pessoas que sofrem de gota.

Hemera Technologies/AbleStock.com/Getty Images

Ovo

Este alimento já foi um grande vilão da dieta, segundo os médicos. Mas hoje está em alta. Por existir diversas maneiras de prepará-lo, é uma opção bem versátil para manter os músculos fortalecidos. Um ovo cru possui 80 calorias e 6g de proteína. E sabe-se que seu consumo diário pode ser feito de um ovo inteiro para os sedentários e três, para os atletas. Não é demais lembrar que as gemas são ricas em gordura saturada, selênio e zinco.

Ablestock.com/AbleStock.com/Getty Images

Carne magra

Sempre que alguém quer começar uma dieta, a grande desculpa é o fato de não querer deixar de comer carne. Mas a verdade é que a carne pode ser, e é, também uma grande aliada. Assim como o frango, dê preferência para o consumo grelhado ao invés de frito no óleo ou empanado. Com a ingestão deste alimento, você estará absorvendo também proteína e ferro para seus músculos. É importante que seu consumo seja reduzido a uma ou duas vezes por semana, já que a carne contém gordura saturada.

Visage/Stockbyte/Getty Images

Frutas

As frutas, como a grande maioria sabe, são muito recomendadas nas dietas, especialmente morangos, framboesas e tomates. O tomate é uma fonte de fibra, o que fará você se sentir satisfeito. É indicado seu consumo de pelo menos uma porção diária. A framboesa é um antioxidante muito poderoso. Possui vitaminas que irão ajudar na eliminação de toxinas que fazem mal ao organismo. E também favorecem a produção de colágeno, como o morango. Esta é uma fruta perfeita para se comer sozinho ou a dois. Sem contar que em 16 morangos existem somente 90 calorias.

Jupiterimages/Photos.com/Getty Images

Grãos

Seja lentilha ou feijão, os grãos ajudam a esculpir o corpo, devido à presença de colágeno. A primeira ajuda a reduzir o colesterol, a obesidade e controla o diabetes. Possui alto teor de ferro e vitamina B. Também contribui para o bom funcionamento do intestino, já que conta com uma boa quantidade de fibras. O segundo, além de possuir 95 calorias em uma concha generosa, ajuda a combater a anemia ferropênica, onde se dá um déficit de ferro, o câncer, por conter substâncias antioxidantes e também diminui o colesterol, ajudando a diminuir o risco de doenças cardiovasculares.

Ryan McVay/Digital Vision/Getty Images

Arroz integral

Para completar o prato do brasileiro, o arroz não deve ficar de fora. Porém o arroz branco deve ser substituído pelo integral. Possui vitaminas, minerais, proteínas e carboidratos. Dá disposição para se exercitar e fortalecer os músculos do corpo. Benefícios como redução da gordura abdominal e da gordura visceral são motivos de sobra para favorecer o seu consumo. Além disso, possui metionina, um aminoácido que evita a queda de cabelos e hidrata pele e unhas. E ainda ajuda na produção de serotonina, um neurotransmissor que funciona como um antidepressivo natural.