Mais
×

O que fazer para aliviar a coceira e vermelhidão em cães?

Atualizado em 19 julho, 2017

Quando seu cão está mordendo, lambendo e arranhando sua própria pele até ela ficar vermelha, sangrando e irritada, temos um piodermia superficial ou dermatite piotraumática, uma lesão quente e macia ao toque e infectada com pus malcheiroso. Qualquer lugar que a boca e as patas do seu cão conseguem alcançar está suscetível a essas lesões.

Cães são propensos a ter alergias (Comstock Images/Comstock/Getty Images)

Tratamento

O tratamento pode incluir a aplicação de peróxido a cada duas horas e antibióticos para combater a infecção profunda da pele. Para ferimentos graves e persistentes, um único corticosteroide de ação rápida pode ser administrado para combater a inflamação. Ambos os comprimidos de antibióticos orais e tópicos podem ser usados por até duas semanas, conforme as instruções do seu veterinário.

Às vezes, coloca-se um colar cervical no cão para impedi-lo de continuar a morder e arranhar o local.

Tratamento natural

Para os interessados ​​em um tratamento mais natural, antissépticos orgânicos, como óleo de eucalipto podem ser eficazes para combater infecções. Analgésicos naturais como o mentol podem aliviar a sensação irritante dessa lesões, acalmando a queimadura e irritação. Alguns naturalistas sugerem o uso de vinagre de maçã para coceira de pele e vermelhidões. Abra o pelo e pulverize o vinagre diretamente na área onde uma erupção cutânea parece prestes a se formar. Se ele já apresenta feridas e pele machucada, dilua o vinagre em uma quantidade igual de água antes de aplicar. A lesão secará em 24 horas.

Mudar a dieta do seu cão pode causar uma mudança na pele do seu cão. Experimente uma ração de cachorro mais natural, suplementada com óleo de linhaça, ácido graxo ômega ou pílulas de óleo de peixe, que podem ser compradas em qualquer drogaria. Os cães podem ingerir o mesmo tipo de óleo de linhaça e óleo de peixe que os seres humanos sem problemas.

Tosa

Muitas vezes, a vermelhidão tem a ver com o pelo do seu cão. Cães peludos com pelos emaranhados ou eriçados são mais propensos a ter dermatites se seus folículos pilosos e pele ficarem abafados ou se a pele estiver ressecada, sem os óleos essenciais que ocorrem naturalmente na pele saudável. Manter seu cão bem tosado e banhado com xampus naturais e sem perfume previne o problema. Em épocas de grande perda de pelo, penteie-o três vezes por semana para remover o excesso de pelos.

Alérgenos

Os cães, assim como seus donos, são altamente suscetíveis ao ambiente e podem reagir negativamente aos mesmos desencadeadores de alergia que os seres humanos, como pólen, poeira, produtos químicos, grama e dieta. Para combater os alérgenos, compre um purificador de ar, suplementos para a pele e xampus de ervas medicamentosos. As alergias podem ser controladas com anti-histamínicos como o Benadryl caso seu veterinário aprove. Muitos cães são altamente alérgicos a picadas de pulgas e, como resultado, podem apresentar dermatites. Antipulgas dão fim a essa situação alérgica, acabando com a coceira e mordidas obsessivas do seu cão. Mais uma vez, a complementação da dieta do seu cão com óleo de linhaça e ácidos graxos ômega-3 pode levar a uma melhora da saúde da pele.

Comportamento

Os cães são animais muito sensíveis e emocionais. Eles ficam estressados​​, solitários e entediados, o que pode levá-los a se lamber ou coçar constantemente. Ironicamente, seu cão está tentando acalmar sua angústia emocional. Esses problemas são resolvidos através de mais exercício, carinho e atenção da família, uma dogsitter (espécie de babá para cães) ou passeios coletivos com cães no seu bairro.

Cite this Article A tool to create a citation to reference this article Cite this Article