Alternativas para a remoção de garras de gatos

Escrito por laura wilson | Traduzido por giovana moretti
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Alternativas para a remoção de garras de gatos
Os gatos não são tão fofos quando destroem os móveis (Jupiterimages/Goodshoot/Getty Images)

Muitos donos de animais amam seus gatos, mas não gostam do fato de que os bichanos estão lentamente destruindo a mobília, as cortinas e as camas da família com suas garras afiadas. Muitos veterinários vão realizar o procedimento de remoção das garras, mas essa cirurgia tem riscos de extrema dor, infecção, problemas comportamentais pós-operatórios e a incapacidade do gato em se defender. Os donos podem tentar alternativas a esse procedimento antes de tomar medidas tão drásticas.

Outras pessoas estão lendo

Treinamento

O primeiro passo para ensinar o gato a parar de arranhar os móveis é, consistentemente, treiná-lo. Embora o felino tenha uma necessidade física de arranhar as coisas, ele pode ser ensinado a fazer isso num lugar apropriado. Distribua vários postes arranhadores pela casa, e ocasionalmente deixe um petisco sobre ele como incentivo. A veterinária Christianne Schelling sugere cobrir as áreas problemáticas temporariamente com uma folha de alumínio ou fita dupla-face, porque os gatos não gostam da textura destes materiais. Um barulho alto ou spray de água também treinam o gato para que ele arranhe outros lugares.

Alternativas para a remoção de garras de gatos
Desencoraje o gato em arranhar as coisas com o barulho alto de um apito (BananaStock/BananaStock/Getty Images)

Cortar as unhas

Alguns gatos toleram ter suas unhas cortadas, especialmente se eles já passaram por essa experiência desde filhotes. O corte vai diminuir a quantidade de danos que eles podem causar. Para ajudar um gato a se acostumar mais com alguém mexendo nas suas patas, toque-as enquanto estiver acariciando o felino, e aperte levemente as almofadas para estender as garras. O website Pet Station sugere que um veterinário lhe mostre exatamente como cortar a parte curvada da unha, para não machucar o gato de forma alguma.

Coberturas para as unhas

Uma outra maneira de resolver o problema dos gatos em arranhar as coisas envolve cobrir as garras. Pequenas coberturas de vinil são coladas nas garras do gato para que ele não possa machucar as pessoas ou danificar propriedades. Assim como no corte, os donos precisam que o gato seja acostumado a ter alguém tocando suas patas antes de tentar esse procedimento, mas ele leva apenas alguns minutos e muitos gatos se acostumam rapidamente com as coberturas.

Tendonectomia

Quando nada funciona, os veterinários oferecem outro procedimento que é menos invasivo e problemático que a cirurgia tradicional de remoção das garras. De acordo com o Tampa Bay Vets, uma tendonectomia corta o tendão que faz com que o músculo se retraia, então, o gato não consegue estender suas garras. A incisão é bem menor que em uma cirurgia de remoção das garras, então o tempo de recuperação e as chances de complicações são bem menores para este procedimento.

Alternativas para a remoção de garras de gatos
Peça ao veterinário para realizar uma tendonectomia ao invés de uma remoção das garras (Comstock/Comstock/Getty Images)

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível