Mais
×

O que os altos níveis de creatina de meu cão significam?

Atualizado em 21 novembro, 2016

O rim é, frequentemente, o primeiro órgão a enfraquecer em cães. A falência renal crônica é uma das principais causas de doenças em cachorros idosos, perdendo apenas para a artrite. Os altos níveis de creatina podem indicar um declínio na função renal de seu cão.

Os altos níveis de creatina podem ser um sinal de falência renal em cães (Image by Flickr.com, courtesy of Beverly)

Identificação

Os cães apresentam um declínio estável na função renal conforme envelhecem. Isso pode resultar na falência renal crônica. Quando os rins do animal começam a falhar, ele pode urinar com mais frequência, podendo resultar no excesso de trabalho renal. Conforme a função renal continua a diminuir, seu cão não conseguirá consumir água o suficiente para manter o corpo hidratado.

Sintomas iniciais

Um dos primeiros sinais da falência renal é a sede em excesso. O cachorro pode consumir mais água do que o normal, e talvez comece a urinar com mais frequência. Isso geralmente é seguido por uma diminuição no apetite, resultando em perda de peso. Os animais também ficam letárgicos e perdem a aparência saudável.

Sintomas avançados

Nos estágios avançados da falência renal, os cães se recusarão a comer e muitas vezes sofrerão com náuseas, vômito e diarreia.

Exames para diagnóstico

Existem dois exames que são realizados para determinar o nível da função renal em cães. Um exame sanguíneo de ureia e nitrogênio e um de creatina são feitos geralmente ao mesmo tempo para determinar o funcionamento dos rins.

Considerações

Os altos níveis de ureia, nitrogênio e creatina indicam a falência renal em cães. Os veterinários realizam esses exames para determinar se o tratamento para a condição está funcionando. Eles são feitos periodicamente para acompanhar o funcionamento dos rins.

Cite this Article A tool to create a citation to reference this article Cite this Article