Alusões à mitologia grega em pinturas e esculturas

Escrito por scott thompson | Traduzido por henry alfred bugalho
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Alusões à mitologia grega em pinturas e esculturas
Mitologia é um grande tema na arte ocidental (Photos.com/Photos.com/Getty Images)

Referências à mitologia clássica são comuns tanto em pintura quanto em escultura. Por exemplo, no Minneapolis Institute of Arts (Instituto de Artes de Mineápolis) há uma escultura francesa de 1855 do herói grego Teseu matando um centauro, um busto renascentista italiano de Faetonte (um dos filhos do deus sol) e uma pintura francesa de 1910 sobre a história grega de Orfeu e Eurídice.

Outras pessoas estão lendo

O Renascimento

A arte medieval enfatizava o cristianismo ao invés de alusões clássicas, e a mitologia antiga tinha um papel menor. Os escultores e pintores do Renascimento italiano voltaram-se para os deuses e heróis da mitologia greco-romana para seguirem numa direção diferente, rejeitando a estética dos artistas medievais para uma nova forma de arte, que misturava imagens cristãs e pagãs.

Uma mistura de alusões

Os artistas do Renascimento pintaram figuras mitológicas, como centauros, ou até divindades pagãs, como Júpiter, Apolo e Vênus em cenas bíblicas, como a Crucificação ou o nascimento de Jesus. Imagens mitológicas são usadas como alegorias para conflitos básicos da natureza humana, como a batalha entre Ratio (Razão) e Libido (Paixão). Tais alegorias podem ser vistas como símbolos da luta entre os ideais mundanos pagãos e os ideais espirituais do cristianismo. Contudo, o fascínio do Renascimento pela mitologia pagã era tal, que muitas pessoas até acreditavam que os heróis da mitologia estavam no Céu cristão, e baixos-relevos retrataram Adão e Hércules lado a lado.

Boticelli

Um dos maiores artistas do Renascimento que explorou temas mitológicos foi Sandro Botticelli. Eles usava sua arte para expressar ideais filosóficos de neoplatonismo, uma revitalização da filosofia de Platão. Botticelli criou três pinturas da deusa Vênus, usando-as para expressar sua concepção de beleza, ao mesmo tempo em que fazia alusão a eventos contemporâneos envolvendo a poderosa família Medici. Botticelli é hoje visto por historiadores da Arte como uma grande influência nas tradições posteriores de alusão mitológica.

Rodin

Uma vez que a tradição da alusão mitológica foi instaurada na Arte ocidental pelos grandes artistas do Renascimento, ela prosseguiu influenciando pintores e escultores por vários séculos. Por exemplo, o escultor Rodin criou uma série de obras baseadas na famosa obra do escritor romano Ovídio, conhecida como "As Metamorfoses", incluindo uma escultura do cíclope Polifemo, a partir da história de Ácis e Galatéia.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível