Por quanto tempo os analgésicos ficam no corpo?

Escrito por ruth st. james | Traduzido por mariana dsp
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Por quanto tempo os analgésicos ficam no corpo?
Quanto tempo leva até nosso corpo eliminar o remédio? (Comstock/Comstock/Getty Images)

Os remédios opiáceos, como morfina, ópio e codeína, são sintetizados há muitos anos da vagem da papoula, originária do Mediterrâneo. Os opiáceos são medicamentos sintetizados quimicamente baseados em opiáceos como heroína e hidrocodona (Vicodin). Esses medicamentos são prescritos para tratar dores fortes e podem ser usados em casos agudos ou crônicos. Os diferentes tipos de remédios têm meia-vida diferentes (o tempo que o remédio fica no seu corpo) e são um pouco diferentes em relação a quanto tempo ficam no seu sistema para uma análise de urina ou para abstinência (veja Recurso 1).

Outras pessoas estão lendo

Pico e meia-vida

O pico é por quanto tempo o remédio fica em sua concentração mais alta na sua corrente sanguínea (baseado em uma única dose) e por quanto tempo o remédio faz seu efeito, em termos de alívio de dor. A meia-vida é quanto tempo leva para que a dose do narcótico seja eliminada de seu sistema. De acordo com a U.S. Pharmacy, um site de educação continuada para farmacêuticos e técnicos em farmácia, a morfina é o padrão pelo qual são calculadas a meia-vida e o pico dos outros narcóticos. O pico da maioria dos analgésicos é de uma a duas horas, com uma meia-vida de, em média, de duas a quatro horas. A hidrocodona e oxicodona (Vicodin e OxyContin ou Percocet) levam um pouco mais de duas horas para atingir o pico. A morfina tem a meia-vida mais curta, de duas horas, sendo que a meperidina (Demerol) e medicamentos de liberação prolongada levam de três a quatro oras (veja Recurso 2, table 4, categoria "po" refere-se à forma de pílula, em vez da injetável).

Exame toxicológico

Os exames toxicológicos são feitos através do teste de urina, sangue ou saliva, ou de uma combinação dos três. Eles não são usados para determinar há quanto tempo ou com que frequência se ingere esses narcóticos, mas sim para verificar se você estava sob a influência de algum no momento do teste. Alguns fatores que podem afetar ou distorcer os resultados são peso, idade e metabolismo, por exemplo. De acordo com Craig Medical, o uso crônico de algum narcótico, metabolismo lento e alto IMC farão com que seu resultado fique na escala mais alta do exame. De maneira geral, a maioria dos opiáceos, como heroína e morfina, sairão do seu sistema dentro de dois a três dias. O OxyContin e Percocet, por serem sintéticos, saem dentro de um a dois dias (veja Recurso 3).

Abstinência

Abstinência é o termo usado para descrever os efeitos físicos e psicológicos que se sofre quando um medicamento do qual se tem dependência sai do seu sistema. De acordo com o Departamento de Justiça e a Agência Antidrogas dos Estados Unidos, medicamentos como morfina e heroína causarão abstinência a curto prazo e mais intensa. Já os narcóticos de efeito de longa duração e liberação prolongada terão efeitos físicos mais longos de abstinência. Os sintomas normalmente começam um pouco antes do horário de tomar a dose seguinte. A abstinência física costuma durar de sete a dez dias. Se a condição física por trás do vício ou o psicológico não forem tratados, é comum haver recaídas (veja Recurso 4).

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível