O que é a análise da semivariância de um investimento?

Escrito por lisa dorward Google | Traduzido por allisson ester de paiva
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
O que é a análise da semivariância de um investimento?
Cálculo da semivariação é uma ferramenta usada em teoria financeira para determinar risco potencial (Goodshoot/Goodshoot/Getty Images)

Semivariância é um termo de medida usado para medir o risco de queda em decisões de investimento. Outros termos que significam a mesma coisa são "desvio negativo" ou "segundo momento parcial mais baixo". Semivariação é uma ferramenta de design de tomada de decisão na qual um designer, neste caso um investidor, mapeia e quantifica incertezas em relação as preferências ou resultados desejados, usando teorias estatísticas de probabilidade. A teoria da utilidade tenta definir o comportamento do tomador de decisões racional quando avaliando incertezas. Neste caso, o risco de investimento.

Outras pessoas estão lendo

Processo

Quando calculando a semivariação, o investidor deve estabelecer um nível alvo para retorno em seu investimento, que ele sente ser aceitável. A dispersão de todos os retornos observáveis, abaixo daquele nível alvo, é medido de acordo com a porcentagem do declínio do nível alvo, quando calculando a semivariação.

O que é a análise da semivariância de um investimento?
A performance do investimento é mapeado usando o retorno aceitável do investidor no investimento como a média (NA/AbleStock.com/Getty Images)

Fórmula

O nível alvo de retorno é usado como média ao se calcular a semivariação. Ela é igual a média do quadrado dos desvios de retorno abaixo da razão. Investir com semivariação é baseado na premissa de que, quanto menor for a semivariação, mais baixo é o risco de uma perda substancial ocorrer.

Propósito

Quando tomando decisões de investimento, existe uma tentativa de quantificar incertezas em termos de probabilidades baseadas em risco. Os investidores procuram formular incertezas usando teoria estatística, que diz que um resultado futuro irá ter a mesma média que resultados passados. Semivariação é usada para medir a média de declínio que um investimento teve no passado, para predizer o risco potencial de queda do investimento no futuro. Semivariação é similar a variação, exceto pelo fato de que a semivariação somente considera flutuações negativas, já que está somente preocupada como a projeção de risco potencial, e não com potenciais ascensões.

Semivariação e semidesvio

Semivariação e semidesvio tentam calibrar o risco potencial de queda de um investimento, abaixo do nível de retorno aceitável para o investidor. Entretanto, semidesvio é simplesmente a média de desvios abaixo da média. Se a semivariação é conhecida, o semidesvio pode ser determinado utilizando-se a raiz quadrada da semivariação.

Risco

A probabilidade é usada para quantificar o retorno de um evento sozinho. Investir com semivariação estrita, presume que o retorno de um investimento é baseado na distribuição normal, de acordo com modelos estatísticos. Isto é frequentemente o caso de dados financeiros formulados sobre um curto período de tempo. Entretanto, a incerteza subjacente pode ser assimétrica, então os modelos de semivariação devem ser ajustados com o "grau de surpresa", um cálculo da variação entre o retorno esperado e o retorno real . Isto é, cada retorno do passado usado no cálculo deve ser examinado individualmente, para determinar se ele está dentro do cálculo de semivariação esperado. Isto é feito removendo um retorno de cada vez, e computando a semivariação. O resultado é o valor que seria esperado para aquele retorno em si, dada a fórmula de cálculo. Se o valor real daquele retorno difere do valor esperado, a porcentagem de diferença é igual ao grau de surpresa daquele retorno. Utilize a todas as médias do grau de surpresa para determinar o grau de surpresa geral, usado para ajustar a semivariação geral.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível