A anatomia da estrutura muscular de um leão

Escrito por robert alley | Traduzido por natalia peres
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
A anatomia da estrutura muscular de um leão
Você pode ouvir o rugido de um leão em uma distância superior a 8 km (Photos.com/Photos.com/Getty Images)

Observar um leão se movendo e caçando revela a anatomia do corpo de um predador feita para velocidade e rapidez. Leões, que pertencem à família Panthera, se movem extremamente rápidos, para animais que pesam cerca de 190 kg. A estrutura muscular de seu pescoço e sua mandíbula dá poder para dominar e matar presas. A leoa faz a caça devido sua anatomia e estrutura muscular superior.

Outras pessoas estão lendo

Corpo magro

A estrutura anatômica do leão, o mais alto de todos os gatos, cria um animal magro e com pouca gordura corporal. Leões são praticamente só músculo, o que permite se movimentarem rapidamente, em altas velocidades. Os leões enganam com seus movimentos -- ou com a falta deles. Dormem mais de 20 horas por dia e se mostram muito preguiçosos quando acordados sem se mover. É tudo parte do processo de descansar essas longas e musculosas pernas para o trabalho.

Músculo masseter

Um leão usa uma combinação de músculos quando caça e mata. Um desses músculos é o masseter, que está conectado com a mandíbula inferior. É o músculo que os leões usam quando agarram uma presa. O masseter dá o poder de agarrar e esmagar e a força dos dentes para proteger sua próxima refeição. Esse músculo é central à estrutura da mandíbula e faz do leão um ótimo caçador.

Músculos do pescoço

Após usar o músculo do masseter para agarrar e segurar sua presa, o leão emprega no mínimo sete músculos na região do pescoço. Esses músculos trabalham juntos para permitir que o leão segure, arraste, chacoalhe e domine sua vítima. Em combinação com os músculos das patas, que ajudam a segurar a vítima, os músculos do pescoço dão uma força poderosa.

Leoas como caçadoras

A anatomia das fêmeas de leão faz com que sejam melhores opções para a caça. Ela é mais leve, mais rápida e mais ágil que o macho. Apenas o macho tem a marca da juba, que é um detrimento quando disfarce é importante. As leoas usam sua excelente audição, visão e olfato para identificar a presa. A estrutura muscular de suas patas permite que se movam através do mato sem fazer nenhum barulho. Todas essas características anatômicas permitem que a fêmea identifique sua presa, se esconda com sucesso e se mova sem ser notada.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível