Andar de cavalo usando cabresto em vez de rédeas

Escrito por falinia adkins | Traduzido por luís antonio trigolo júnior
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Andar de cavalo usando cabresto em vez de rédeas
Rédeas estilo cabresto estão se tornando mais populares entre os treinadores de equinos (Jupiterimages/Brand X Pictures/Getty Images)

Andar de cavalo usando um cabresto em vez de rédeas é uma prática conhecida como "sem focinheira". Há diferentes tipos de rédeas sem focinheira e é fácil fazer um cabresto. Para fazer um, anexe a corda de ligação à parte mais baixa do queixo ou anexe as rédeas em cada lado da boca do cavalo. Esse tipo de rédea proporciona ao montador o controle da cabeça do cavalo.

Outras pessoas estão lendo

Sem dor

Andar de cavalo usando o cabresto em vez da rédea é menos dolorido para a boca do cavalo. Independentemente da habilidade do montador, a focinheira proporciona dor na área mais sensível do corpo do cavalo: a boca dele. As rédeas estilo cabresto são recomendadas para montadores inexperientes pelo fato de não terem uma haste de metal que causa dor.

Eficácia

Pelo fato do cavalo não estar sentindo dor por ser montado com o cabresto, ele é mais propenso a responder aos comandos do montador. Adicionalmente, os cavalos que são treinador com a rédea estilo cabresto são menos propensos a desenvolver um mal comportamento em relação às rédeas, por exemplo ficar empinando ou nervoso. Usar o cabresto em vez de rédea com focinheira também pode aumentar a performance do cavalo pois não interfere na marcha ou passo.

Mais saudável

Muitos cavalos se adaptam a essa transição para o cabresto imediatamente e parecem preferir uma rédea sem focinheira. Rédeas com focinheiras são conhecidas por causar osteófitos e desordens nervosas dentro da boca do cavalo e são os responsáveis pelo constante balanço da cabeça dele.

Considerações

Uma rédea estilo cabresto deve caber corretamente. Os cabrestos que são muito apertados interferem na respiração do cavalo. Os que são muito soltos podem raspar os pelos ou irritar a pele dele. Adicionalmente, se não estão corretamente colocadas podem dificultar o controle do cavalo. Em um cabresto colocado de maneira confortável a tira do nariz fica 5 centímetros abaixo dos ossos da bochecha do cavalo e deixa espaço suficiente para colocar dois dedos entre o cabresto e a pele do cavalo.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível