Como andar de skate em piscinas

Escrito por ehow contributor | Traduzido por lucas de barros
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Como andar de skate em piscinas
As piscinas constituem uma difícil modalidade do skate (Comstock Images/Comstock/Getty Images)

Piscina é a mais difícil, intensa e reverenciada modalidade no mundo do skate. As bordas inclinadas, a velocidade do concreto e os estranhos solavancos e as rachaduras tornam a piscina tão complicada quanto emocionante. Para detonar em uma piscina vazia, siga os passos a seguir.

Nível de dificuldade:
Desafiante

Outras pessoas estão lendo

Instruções

  1. 1

    Comece com o skate certo, de preferência um que tenha entre 20 cm e 23 cm de largura e com uma base 38 cm nas rodas. Shapes (a "prancha") curtos funcionam melhor do que longos, pois você poderá manobrar com mais agilidade, além de conseguir passar acima da borda da piscina. No entanto, o mais importante é certificar-se de usar um skate que você conheça e com que se sinta confortável.

  2. 2

    Desça no halfpipe e na piscina de skateparks. Até que tenha dominado a piscina do skatepark e, antes disso, o halfpipe, não desça uma piscina vazia, que é um ambiente perigoso e caótico para skate. Chegue lá no início da manhã, assim não ficará envergonhado, se cair. Preste atenção às voltas.

  3. 3

    Comece na piscina. Saltar da borda para a piscina é uma loucura, a menos que você seja um skatista experiente ou esteja vestindo equipamentos de proteção. Inicie a partir do fundo da piscina e reme forte para conseguir subir, em parte, de um lado. Gire para voltar para baixo e faça o mesmo no lado oposto, até que construa algum momento linear. Se não executar a volta corretamente, basta deslizar de joelhos (se estiver usando joelheiras).

  4. 4

    Trabalhe nas transições. Ao contrário das minirrampas ou até mesmo das piscinas de skatepark, as piscinas reais têm transições muito rápidas e incontroláveis​​. À medida em que você progredir com seus retornos, certifique-se de trabalhar com diferentes tipos de transições, de preferência em piscinas diferentes. Leve algumas horas ou mesmo um dia inteiro para trabalhar em uma determinada transição, de forma que a domine antes de passar para algo mais difícil ou diferente.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível